Claudia Magno, A Menina do Rio


A atriz Claudia Magno tornou-se um sucesso imediato após protagonizar, ao lado de André de Biasi, o filme Menino do Rio (1982), e logo também faria muito sucessos em inúmeras novelas. Infelizmente, no auge do sucesso, Claudia faleceu, com apenas 35 anos de idade.


Claudia Magno de Carvalho nasceu no Rio de Janeiro em 10 de fevereiro de 1958. Ela começou sua carreira no teatro em 1981, e com apenas um ano de carreira, foi escalada para atuar em Menino do Rio (1982).

Claudia Magno e André de Biasi em Menino do Rio

No filme a atriz interpretava Patricia Monteiro, uma menina rica, por quem o surfista Ricardo (André de Biasi) se apaixona. O casal de namorados então precisa enfrentar o preconceito da família tradicional de Patricia, que não aceita o relacionamento.

O filme fez muito sucesso na época, e ainda contava com a presença de uma geração de novos atores, como Cissa Guimarães, Nina de Pádua, Cláudia Ohana, Evandro Mesquista e Sérgio Mallandro.

A repercussão do filme valeu a Claudia o convite para ingressar nas novelas, estreando em Final Feliz (1982), na Rede Globo. Ela seguiu atuando em diversas novelas, como Champagne (1983), Viver a Vida (1984), Um Sonho a Mais (1985), Roda de Fogo (1986), Fera Radical (1986), Bebê a Bordo (1989), Tieta (1989), Meu Bem, Meu Mal (1991) e Felicidade (1992).

Claudia Magno em Fera Radical

No cinema, ela repetiu o papel de Patricia em Garota Dourada (1983), continuação de Menino do Rio. Em 1988 ela atuou em Presença de Marisa (1988), que lhe valeu um prêmio Candango de Melhor Atriz no Festival de Cinema de Brasília.

Ela ainda participou dos videoclipes de Bete Balanço (1984), da banda Barão Vermelho, e Meu Erro, dos Paralamas do Sucesso. No teatro, destacou-se em Rosa Tatuada (1985), ao lado de Norma Benguell e Paulo Castelli.

Em setembro de 1993 a atriz começou a se sentir mal, mas nada foi diagnosticado nos exames. Em dezembro a atriz piorou, e foi internada com uma pneumonia aguda. Foi então que a atriz foi diagnosticada como portadora do vírus HIV.

Claudia era um exemplo da geração saúde, não bebia, não fumava e nem usava drogas. Além de praticar exercícios com regularidade. Na época, suspeitou-se que ela poderia ter contraído a doença de seu antigo namorado, Marcelo Ibrahim, morto em 1986, aos 24 anos de idade. Porém, na autópsia e Marcelo não constou a presença de IHV (o laudo aponta que ele pode ter morrido de insuficiência renal causada por esteróides).

No dia 06 de janeiro de 1994, Claudia Magno faleceu, com apenas 35 anos de idade. Na época, ela interpretava a enfermeira Josefina na novela Sonho Meu (1993-1994), seu último trabalho na televisão. Claudia também ensaiava um retorno aos palcos, onde iria fazer um musical ao lado de Jonas Bloch.

Claudia Magno e a atriz Daniella Perez


Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil