Relembrando o breve e talentoso Luiz Maçãs


Muito popular por atuar em novelas nas décadas de 1980 e 1990, Luiz Maçãs demonstrava talento e simpatia quando atuava, e deixou um trabalho memorável como o poeta Armando Rosas na novela  A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990), na extinta TV Manchete.

Infelizmente ele se foi cedo demais, falecendo em 1996, com apenas 33 anos de idade. 




Luiz Maçãs nasceu no Rio de Janeiro em 21 de maio de 1963. Ele começou a atuar no teatro no começo da década de 1980, e ganhou destaque nos palcos na peça O Unicórnio (1985).

No ano seguinte, estreou no cinema, participando do elenco jovem do filme A Cor do Seu Destino (1986), filme estrelado por Guilherme Fontes.


Luiz Maçãs em A Cor do Seu Destino


No ano seguinte, ingressou na televisão, interpretando o personagem Beraldo, filho dos personagens de Cláudio Mamberti e Thelma Reston, na novela Helena (1987), da Rede Manchete. Em 1988 ingressou na Rede Globo, e seu primeiro papel na emissora foi como o Dudu em Fera Radical (1988). Ainda na Globo, interpretou Marco Antônio em O Salvador da Pátria (1989), Aldroaldo na minissérie Desejo (1990) e o Dr. Alfredo em Riacho Doce (1990).


Luiz Maçãs, Nathalia Timberg e Vera Fischer em Desejo


Em 1990 ele retornou à TV Manchete, onde atuou na novela A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990), no marcante papel do poeta Armando Rosas, um grande marco em sua carreira.


Celia (da dupla Celia e Celma), Fred Góes, Helena Ranaldi, João Camargo, Charles Moeller, Miguel Magno, Luiz Maçãs, Giuseppe Oristanio, Roberto Bomtempo em A História de Ana Raio e Zé Trovão

Após uma pausa em sua carreira, Luiz voltou a atuar em 1993, dessa vez na Rede Globo, interpretando o personagem Bubi na novela O Mapa da Mina (1993), de Cassiano Gabus Mendes. O personagem fazia parte do núcleo cômico da novela ao lado de estrelas como Fernanda MontenegroAna RosaLuiz GustavoBeth Goulart Luíza Brunet.


Luiz Maçãs em O Mapa da Mina


Na emissora ainda fez alguns episódios de Você Decide, e interpretou o cachorrão na minissérie Engraçadinha, Seus Amores e Seus Pecados (1995).

No cinema ainda atuou em Lamarca (1994) e no curta-metragem Amar (1997) de Carlos Gregório. Ele também havia interpretado o Joaquim Silvério dos Reis em Tiradentes (1999), de Osvaldo Caldeira. Porém, o ator morreu antes do termino das filmagens, e todas as suas cenas foram refilmadas pelo ator Rodolfo Bottino.


Luiz Maçãs em Lamarca


Luiz Maçãs ainda atuou em As Feras (2001), dirigido por Walter Hugo Khouri. O filme só foi lançado em 2001, mas foi rodado 1994 e 1995. 

Entre 1995 e 1996 atuou na peça Angels in America. Ele havia emagrecido 20 quilos. 




Luiz Maçãs faleceu no Rio de Janeiro, em 27 de julho de 1996, com apenas 33 anos. Ele cometeu suicídio. No entanto, nenhuma informação sobre sua morte foi esclarecida pela família, sabe-se apenas que ele estava com depressão. Foi sepultado no Cemitério de São João Batista, no Rio de Janeiro.



Leia também:  Relembrado o breve e talentoso ator Rodolfo Bottino


0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil