Por Onde Anda? Leonard Whiting, o eterno Romeu


Em 1968 o diretor Franco Zefirelli lançou o filme Romeu & Julieta (Romeo and Juliet, 1968), que fez um enorme sucesso, e que hoje é considerado um dos grandes clássicos do cinema.

Para contar a trágica história dos jovens amantes de Verona, cujas famílias se odeiam, Zefirelli lançou dois jovens atores, Olivia Hussey (então com 16 anos) e Leonard Whiting (com 17 anos de idade). O belo casal encantou ao público, e até hoje, passados cinquenta anos do lançamento do filme, ainda fazem parte do imaginário de muita gente.


Por seu desempenho, Whiting ganhou um Globo de Ouro como "O Ator Relevação Mais Promissor" em 1969. Porém, nem Leonard nem Olivia eram tão estreantes assim. Ela havia iniciado no cinema em um pequeno papel em Vila Fiorita (The Batlle of the Villa Fiorita, 1965) e ele já havia feito alguns trabalhos na televisão, também começando em 1965.


Leonard Whiting nasceu em 30 de junho de 1950, em Londres, na Inglaterra. Filho de operários ingleses, ele tem ascendência inglesa, irlandesa e cigana. Aos 12 anos de idade, ele tinha uma boy band que cantava músicas pop. 

Um dia, a banda de Whiting estava se apresentado em um casamento, quando um agente o viu cantando e o sugeriu para que tentasse o papel de Lionel Bart no espetáculo teatral Oliver!. Whiting conseguiu o papel, substituindo Davy Jones, que partia com o mesmo espetáculo para se apresentar em Nova York. Jones, mais tarde, faria parte do conjunto The Monkees.

Leonard Whiting atuou em Oliver! por 18 meses, e depois atuou na peça Love For Love, ao lado de Laurence Olivier. Com este trabalho, excursionou por Moscou e Berlin, e permaneceu em cartaz por outros 13 meses.

Em Oliver!

Em 1965 ele estreou na televisão, atuando na série inglesa A Poor Gentleman. Fez mais alguns trabalhos na TV britânica e em 1966 foi para os Estados Unidos atuar em The Legend of Young Dick Turpin, um especial de longa metragem, feito pelos estúdios Disney, para a televisão.

David Weston e Leonard Whiting em The Legend of Young Dick Turpin

O jovem ator então entrou em uma seleção com outros 300 rapazes para tentar o papel de Romeu. Zeffirelli ficou encantado com sua beleza e talneto e declarou "Ele tem um rosto magnífico, uma suave e melancolia, é doce, e é o tipo de jovem idealista que Romeu deveria ser!". Leonard começou a gravar o filme uma semana após se formar no secundário.

Após Romeu & Julieta, Whiting recebeu muitos convites para o cinema. Seu filme seguinte foi Real Caçador do Sol (The Royal Hunt of the Sun, 1969), ao lado de Christopher Plummer. Depois atuou em As Primeiras Experiências Amororas de Casanova (Infanzia, vocazione e prime esperienze di Giacomo Casanova, veneziano, 1969). Ambos os filmes pouco contribuíram para a continuidade de sua carreira.

Whiting, Chritopher Plummer e Robert Shaw em Real Caçador do Sol 

Em 1971 Leonard Whiting se casou com a modelo Cathee Dahmann, com quem teve uma filha (eles se separaram em 1977). Nesta mesma época, gravou a faixa The Raven no disco Tales od Mystery and Imagination, de Alan Parson. Também atuou em Recorda Teu Passado (Say Hello to Yesterday, 1971), ao lado da veterana Jean Simmons.

 Ao mesmo tempo, ele já começava a demonstrar o seu descontentamento na carreira no cinema. Após atuar em Na Guerra... Nem Tudo é Guerra (à La Guerre comme à la Guerre, 1972), começou a atuar com menos frequência. 

Em 1973 ele fez A Verdadeira História de Frankenstein (Frankenstein: The True Story, 1973), um filme feito para a televisão,
onde interpretava o Dr. Victor Frankenstein.


Depois ainda fez mais dois telefilmes, e abandonou as telas em 1975. Passando a se dedicar ao teatro e posteriormente, tornou-se autor teatral. Em 1995 ele voltou a se casar, desta vez com Lynn Presser, sua assistente, com quem está casado até os dias de hoe.

Em 1992 deu uma entrevista a revista People, onde declarou: "Eu fui empurrado instantaneamente para o estrelato internacional. Quando isto acontece, as pessoas pessoas querem que você repita esse sucesso de novo e de novo. Orson Welles disse certa vez: 'Comecei no topo, e depois comecei a descer!' Eu eu me identifico com isto!".

Em 1990 Leonard Whiting retomou brevemente a carreira de ator, emprestando sua voz para o desenho animado A Pedra dos Sonhos (The Dreamstone, 1990-1995).

E em 2015 o diretor Bruce Webb convenceu o ator a retornar às telas em Social Suicide (2015). Levemente inspirado em Romeu e Julieta, o filme mostra uma investigação policial sobre o suicídio de dois jovens amantes.

Social Suicide é estrelado por India Eisley, filha da atriz Olivia Hussey (a Julieta), que também atua na obra. Hussey e Whiting se reencontraram nas telas em 2015, 47 anos depois de estrelarem juntos o maior sucesso da carreira de ambos os atores.

India Eisley em Social Suicide

Leonard Whiting e Olivia Hussey em Social Suicide

Leonard Whiting em 2018


Relembre Romeu & Julieta

Leia também: Os filmes esquecidos de James Dean
Leia também: Biografias: Skip Homeier
Leia também: Chana Eden, a atriz que disse não a Hollywood

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

8 comentários:

  1. Este filme é um clássico maravilhoso. O casal Olivia & leonard(Romeo & Juliet ) Nāo haverá igual ficaram marcados para sempre. Impressionante parece uma história verídica, mereciam o Oscarna época. Até o filme. O melhor filme de Amor feito até os dias atuais. Um espetáculo, bárbaro em todos os sentidos.Um filme de ver e rever.

    ResponderEliminar
  2. Amei este filme realmente marcou na minha vida. Na época eu tinha 15 anos. Inesquecível.

    ResponderEliminar
  3. Assisti 15 vezes de tanto que gostei.

    ResponderEliminar
  4. Filme inesquecível,eu tinha 19 anos

    ResponderEliminar
  5. PRA MIM O MELHOR , FORAM FEITAS OUTRAS ADAPTAÇÕES MAS ESSE FOI PRA MIM INESQUECÍVEL

    ResponderEliminar
  6. Muito bom esse filme..assisti várias vezes (clássico de W.Shekespeare

    ResponderEliminar
  7. eu tinha 13 anos,e chorei e chorei,affff o Cine VENEZA em Botafogo lotado,maravilhoso,ganhei o disco do meu pai,post grande que ficava no meu quarto,era 1970!!

    ResponderEliminar

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil