O Inesquecível Leonardo Villar


Leonardo Villar foi um dos mais queridos atores da dramaturgia brasileira. Discreto e educado, o ator brilhou nos palcos, cinema e televisão em uma carreira de quase sete décadas.

Leonardo Villar iniciou sua carreira no teatro no começo da década de 50, e logo tornou-se um dos atores mais aclamados dos palcos brasileiros. Ele fez parte de companhias importantes, como a Cia Dramática Nacional, de Sérgio Cardoso e o lendário Teatro Brasileiro de Comédia, o TBC.


Seu desempenho no teatro o levou para televisão, veículo em que o ator estreou em 1952, em um episódio do Grande Teatro Tupi. Nos teleteatros televisivos, atuou em emissoras como Tupi, TV Paulista, Record e Excelsior.

Leonardo Villar na peça Amores da Corte de Espanha (1953),
no Teledrama Três Leões da TV Paulista (1953)

Versátil, Leonardo Villar desempenhava com o mesmo brilho papéis dramáticos ou cômicos, e ao lado de Cleyde Yaconis, chegou a atuar em um sitcom na Tupi, chamado Show a Dois, que mostravam as desventuras de um casal, nos moldes de I Love Lucy (e do brasileiro Alô Doçura).

Leonardo Villar e Cleyde Yaconis em Show a Dois

Foi também em 1962 que o ator se tornou mundialmente famoso, ao protagonizar o filme O Pagador de Promessas. Baseado na obra de Dias Gomes, este foi o primeiro trabalho de Leonardo no cinema, que vivia Zé do Burro, um homem simples, que quer pagar uma promessa pela recuperação de seu burro.


Leonardo Villar e Glória Menezes em O Pagador de Promessas

Dirigido pelo antigo galã da Atlântida Anselmo Duarte, o filme fez um grande sucesso, e tornou-se o primeiro filme brasileiro a vencer o a Palma de Ouro no Festival de Cannes (e até o momento, único). Anselmo derrotou grandes diretores como Michael Cacoyanes, Robert Bresson, Luis Buñel e Michelangelo Antonioni.

O Pagador de Promessas também foi o primeiro filme brasileiro a ser indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Leonardo Villar segurando a Palma de Ouro em Cannes,
ao lado de Norma Benguell, Glória Menezes e Anselmo Duarte

No cinema, atuou em muitos filmes importantes, como Lampião, o Rei do Cangaço (1964), A Hora e a Vez de Augusto Matraga (1965), O Santo Milagroso (1966), A Madona de Cedro (1968), Ação Entre Amigos (1998) e Brava Gente Brasileira. Ao todo, o ator participou de quase 20 filmes, inclusive os internacionais Samba (1965), filme espanhol estrelado por Sarita Montiel e Jogo Perigoso (Juego Peligroso, 1967), filme mexicano que ainda tinha eva Eva Wilma e Annick Malvil no elenco. Ambas as produções internacionais foram rodadas no Rio de Janeiro.

Em 2008 Leonardo Villar despediu-se do cinema no tocante Chega de Saudade (2008).

Leonardo Villar e Vanja Orico em Lampião, o Rei do Cangaço

Leonardo Villar e Leila Diniz em A Madona de Cedro

Leonardo Villar em Brava Gente Brasileira

Leonardo Villar com Tônia Carrero em Chega de Saudade

Em 1965 o ator estreou em uma telenovela, atuando em A Cor de Sua Pele, na TV Tupi. Ao lado de Iolanda Braga, o ator causou polêmica ao protagonizar o primeiro casal inter-racial da televisão brasileira. 

Iolanda Braga e Leonardo Villar em A Cor da Sua Pele

Na televisão, destacou-se em novelas como Uma Rosa com Amor (1973), Os Ossos do Barão (1973), Escalada (1975), Estúpido Cúpido (1976), Barriga de Aluguel (1990) Os Ossos do Barão (1997), Laços de Família (2000) e Coração de Estudante (2002). Uma curiosidade, com a morte prematura de Sérgio Cardoso,  Leonardo Villar  assumiu o papel de Prof. Luciano  nos últimos capítulos de O Primeiro Amor (TV Globo, 1972).

Seu último trabalho na televisão foi na novela Passione, em 2010.

Leonardo Villar faleceu em 03 de julho de 2020, aos 96 anos de idade.

Aracy Balabanian, Leonardo Villar e Djenane Machado em Meu Primeiro Amor 

Leonardo Villar e Vanda Lacerda em Uma Rosa Com Amor

Maira Della Costa e Leonardo Villar em Estúpido Cupido

Leonardo Villar e Giovanna Antonelli em Laços de Família

Leonardo Villar e Cleyde Yaconis em Passione





Relembre os artistas que nos deixaram em 2020








Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

5 comentários:

  1. Um grande ator que se vai, que descanse em paz !!

    ResponderExcluir
  2. Grande ator, a morte faz parte da vida, fazer o que?

    ResponderExcluir
  3. Além de ótimo ator, me transmitia ser um ótimo ser humano. Que descanse em paz.

    ResponderExcluir
  4. Q pena!!!! Amo Leonardo Vilar!!!!!😔

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, é a vida que segue! RIP, Léo Villar :(

    ResponderExcluir

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil