Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

A bizarra morte do ator Robert Harron




Hoje quase desconhecido, Robert Harron foi um astro popular dos tempos primeiros tempos de Hollywood, e era um dos atores favoritos do diretor D. W. Griffith.

Filho de imigrantes irlandeses muito pobres, Robert Harron tinha 13 anos de idade quando foi pedir emprego na porta dos estúdios da Biograph, onde arrumou serviço como faxineiro.

No mesmo ano em que foi contrato, acabou sendo escalado para fazer um pequeno papel, um menino mensageiro no filme Dr. Skinum (1907). E enquanto varria os estúdios, acabava fazendo pequenos, sempre que a obra exigisse um ator juvenil.

Harron era um menino tímido e muito doce, e acabou chamando a atenção do diretor D. W. Griffith, que o escalou para um papel em The Lonely Villa (1909), o primeiro de muitos trabalhos que ele faria com o diretor.

Robert Harron trabalhou em diversos filmes de Griffith, que sempre lhe dava papéis de jovens bonzinhos, e aos poucos ele foi conquistando o público. Em sua curta vida, ele atuou em 221 filmes, e é mais lembrado por ter atuado nos clássicos O Nacimento de Uma Nação (The Birth of Nation, 1915) e Intolerância (Intolerance, 1916).

Robert Harron e Mae Marsh em Intolerância

Mas a medida que amadurecia, começou a ser pretirido pelo diretor, que passou a dar os papéis de mocinho para Richard Barthelmess, com quem Harron contracenou no filme The Girl Who Stayed in Home (1919), também dirigido por Griffith. O elenco deste filme também contava com Syn de Conde, o primeiro brasileiro a trabalhar em Hollywood.

No ano seguinte, em 1920, Griffith emprestou o ator para a MGM, o que foi um choque para Robert Harron.

Na MGM, ele estrelou Coincidence (1921), o primeiro dos quatro filmes que faria no estúdio. O ator viajou para Nova York, para estar presente na pré-estreia da produção na cidade.

Após o evento, em 05 de setembro de 1920, o ator retornou para o quarto do hotel em que estava hospedado. Ele então foi desfazer as malas, e acidentalmente, deixou cair uma arma que trazia na bagagem, enrolada em uma calça.

O revólver estava carregado, caiu no chão e acabou disparando, atingindo seu pulmão. Foi o próprio Harron quem ligou para a recepção do hotel, pedindo ajuda. Ele foi levado para o hospital consciente, e conversou com o gerente e com os médicos que o atenderam.

O ator contou que trouxe a arma de casa porque tinha irmãos pequenos, e tinha medo que eles a encontrassem, e causassem um acidente.

No hospital, ele também prestou depoimento a polícia e pediu que lhe chamassem um padre, para lhe dar os sacramentos. Tendo perdido muito sangue, Robert Harron acabou não resistindo, e morreu no mesmo dia, com apenas 27 anos de idade.

Na época, a imprensa disse que o ator teria cometido tentado cometer suícidio, porque estava triste porter perdido o papel principal no filme Horizonte Sombrio (Way Down East, 1920), que acabou indo para Barthelmess. Ele também estaria infeliz por ter terminado o namoro com a atriz Dorothy Gish.

Robert Harron e Dorothy Gish

Seus amigos e familiares logo desmentiram os rumores. O jovem ator era muito católico, e considerava um suícidio pecado. Harron não bebia, não fumava, não frequentava festas e era muito ligado a família. Ele também era o único responsável pelo sustento da casa, e segundo os conhecidos, jamais faria algo que prejudicasse ou magoasse a sua mãe. O padre que lhe deu a extra unção também afirmou que o ator jurou que o tiro foi acidental.

Vários irmãos do ator também morreram cedo. Charles Harron (1892-1915) morreu em um acidente de carro na véspera do natal. Tessie Harron (1896-1918), que também era atriz, morreu na pandemia de Gripe Espanhola. Fances Veronica (1907-1909) morreu com menos de dois anos e John Harron (1904-1939) morreu de meningite, aos 35 anos de idade.

Leia também:  Syn de Conde, o primeiro brasileiro em Hollywood

Leia também: A trágica vida de Audrey Munson, a primeira super modelo norte-americana, que viveu 65 anos confinada

Leia também:  Itália Almirante-Manzini, a estrela italiana que foi censurada e massacrada pelo Brasil, o país onde morreu

Leia também:  A atriz Evelyn Venable, a garota da Columbia

Leia também:  Lina Cavalieri, "A Mais Bela Mulher do Mundo"

Leia também:  O furacão Gaby Deslys, a atriz que derrubou uma manarquia

Leia também: A ambiguidade misteriosa de Julian Eltinge, "o homem atriz"

Leia também: A trágica vida de Florence Lawrence: a atriz que inventou a seta e a luz de freio dos carros

Leia também: A impressionante história e o triste fim do ator Lou Tellegen, "O Homem Mais Bonito do Mundo"

Leia também: O misterioso desaparecimento da atriz Marie Empress

Veja Também: Lia Torá, a Primeira Brasileira em Hollywood

Veja Também: Os Artistas que Morreram em 2021

Veja também: Audrey Hepburn: Biografia e Carreira

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

Siga também nosso Instagram

Postar um comentário

0 Comentários