Por Onde Anda? A Atriz Sura Berditchevsky



No final da década de 1970 e começo dos anos de 1980 a atriz Sura Berditchevsky despontou na televisão, emendando um trabalho atrás do outro. Mas apesar do sucesso, ela preferiu ir para de trás das telas, trabalhando também como diretora, professora, escritora e preparadora de elenco.




Sílvia Berditchevsky nasceu em São Paulo, em 01 de julho de 1953. Filha de imigrantes judeus vindos das Rússia e Romênia, ela foi apelidada pelos pais ainda na infância de Sura, que acabou adotando como nome artístico.

Sura iniciou sua carreira no teatro nos anos 1970, veículo onde mais tarde se consagraria, tornando-se uma renomada professor e diretora a do grupo Tablado, criado por Maria Clara Machado.

Ela ingressou no cinema em 1974, atuando em Lisetta (1974). Depois, estrelou Ajuricaba, O Rebelde da Amazônia (1977). Em seguida, ela atuou no filme Coronel Delmiro Gouveia (1978).




Rubens de Falco e Sura Berditchevsky em Coronel Belmiro Gouveia

Em 1978 ela estreou nas telenovelas, interpretando a Inês no grande sucesso Dancing Days (1978), de Gilberto Braga. Sua personagem fazia par romântico com o ator Antônio Fagundes.


Sura Berditchevsky e Antônio Fagundes em Dancing Days

Em seguida ela fez muito sucesso nas novelas Marron Glacê (1979) e Plumas e Patês (1980), mas deixou a Rede Globo após sua participação em Terras do Sem-Fim (1981).


Sura Berditchevsky e Paulo Figueiredo em Marron Glacê


Na Manchete, a atriz atuou em Santa Marta Fabril S.A. (1984), e aos poucos começou a se afastar da televisão, fazendo parte do elenco ainda de Selva de Pedra (1986), Barriga de Aluguel (1990) e Era Uma Vez... (1998), que durante muito tempo marcou sua participação fixa em uma novela.


Cláudia Abreu e Sura Berditchevsky em Barriga de Aluguel


Sura Berditchevsky em Era Uma Vez...


No cinema, ainda participou de Os Sete Gatinhos (1980), uma adaptação de Nelson Rodrigues, que fez muito sucesso. Na década de 1980 também atuou em Noites do Sertão (1984), O Cavalinho Azul (1984), Estórias da Rocinha (1985) e Musika (1989). Mas assim como na televisão, também ficou longe das telonas por um tempo, após atuar em Viagem de Volta (1991).


Sura Berditchevsky e Regina Casé em Os Sete Gatinhos


Sura Berditchevsky e Debóra Bloch em Noites do Sertão



Nos anos seguintes dedicou-se ao teatro, tornando-se também diretora, preparadora de elenco e escritora infantil. Sura foi professora de teatro no Tablado por mais de 10 anos, e teve como alunas nomes como Fernanda Torres, Denise Fraga e Cláudia Gimenez.

Ela também foi preparadora do elenco infantil da novela Era Uma Vez... e dirigiu o grande sucesso Cócegas (2001), estrelado por Ingrid Guimarães e Heloisa Périssé.

Sura voltou a aparecer na televisão, fazendo participações especiais em novelas como Senhora do Destino (2004), Malhação (2006) e  Ti Ti Ti (2011). Também atuou em programas como A Turma do Pererê (2010) e Meus Dias de Rock (2014), produzido pelo Canal Brasil.

Ela também interpretou a presidente Janete Ruskov em O Mecanismo (2018), uma produção da Netflix. De volta as novelas, participou de Apocalipse (2018) e Gênesis (2021), na TV Record.


Sura Berditchevsky em O Mecanismo


Sura Berditchevsky em Gênesis


No cinema, participou ainda de O Vestido (2003), O Diário de Tati (2010), O Rastro (2017), Mãe (2018), A Primeira Tentação de Cristo (2019).

Atualmente, também continua atuando no teatro e dando aulas de interpretação.



 Sura Berditchevsky atualmente






Um comentário:

  1. Se não tivesse visto esta última foto dela atualmente,nunca que iria reconhece-lá. Já a vi tempos nas novelas e não identifiquei que era ela😊.
    O importante é que ela está bem e atuando quando lhe convém ☺☺☺☺

    ResponderExcluir

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil