Relembrando a breve Wilma Dias


Em 1976 a atriz Wilma Dias sacudiu e divertiu o Brasil saindo da casca de banana na abertura do programa humorístico Planeta dos Homens. A cena fez tanto sucesso que abriu as portas para a então bailarina, que em sua breve vida, conquistou o cinema, televisão e teve também uma carreira de cantora.



Wilma Dias Grunfeld nasceu no Rio de Janeiro, em 20 de abril de 1954. Ela era filha da nadadora Dalva Dias Grunfeld, e como a mãe, também tentou nadar profissionalmente, pelo clube Botafogo.

Mas ela acabou seguindo a carreira de bailarina, e na década de 1970 fez um turnê de 10 meses na boate Le 78, em Paris. De volta ao Brasil, trabalhou em espetáculos de Abelardo Figueiredo e conseguiu alguns trabalhos em comerciais de TV, que lhe renderam o convite de participar da abertura do programa Planeta dos Homens (1976-1982). Wilma logo se tornou uma das mulheres mais cobiças do país, tendo inclusive posado para revistas masculinas.




E foi Renato Aragão quem lhe deu seu primeiro trabalho como atriz, quando a chamou para interpretar a princesa Loya em Os Trapalhões na Guerra dos Planetas (1978). O filme era uma paródia tupiniquim do sucesso Star Wars, na época chamado de Guerra nas Estrelas.


Wilma Dias em Os Trapalhões na Guerra dos Planetas

Wilma conseguiu alguns papéis na Rede Globo, atuando na novela As Três Marias (1981) e O Amor é Nosso (1981), e também apareceu em programas de humor, como Os Trapalhões, Viva o Gordo e Estúdio A... Gildo!.



Em 1982 ela chegou a gravar um disco, fazendo a linha "cantora sexy", e chegou a rivalizar com a cantora Gretchen. Seu maior hit foi a canção "La Massagiste".



Mas foi no cinema brasileiro que Wilma Dias conseguiu seus melhores trabalhos. Ela atuou em Mulher Objeto (1981), Profissão Mulher (1982), e ao lado de Monique Lafond estrelou o polêmico Amor Maldito (1984), dirigido pela cineasta Adélia Sampaio.


Nuno Leal Maia e Wilma Dias em Mulher Objeto


Wilma Dias e Monique Lafond em Amor Maldito


No SBT fez o seu papel mais importante em uma novela em Meus Filhos, Minha Vida (1984-1985). Na TV, ainda fez uma participação em Cambalacho (1986), e atuou em programas como Os Trapalhões e A Praça é Nossa. E entre 1989 e 1990 fez parte do elenco de Cabaré do Barata, na TV Manchete.






Musa do carnaval, seu último trabalho foi em um show que percorreu Portugal, França e Japão.

No dia 10 de abril de 1991, Wilma começou a sentir uma dormência nas mãos, e sua irmã a levou ao Hospital São Lucas, em Copacabana. Uma hora e meia depois de chegar ao hospital, ela sofreu um infarto fulminante, falecendo com apenas 36 anos de idade.


Wilma Dias, em 1990



Simone, Renata Sorah e Wilma Dias






0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil