Por Onde Anda? A Atriz Amanda Bynes


Na década de 2000 Amanda Bynes era uma das atrizes mais requisitadas para estrelar as comédias adolescentes, e estrelou seus próprios programas de televisão. Em 2006 ela foi eleita pela revista People como "uma das 25 estrelas mais quentes de Hollywood".

Porém, em 2010 a atriz sumiu das telas, devido a diversos problemas pessoais.



Amanda Laura Bynes nasceu em Thousand Oaks, Califórnia, em 03 de abril de 1986. Amanda começou a atuar aos 7 anos de idade, atuando em um teatro comunitário, e teve aulas de atuação com Arsenio Hall e Richard Pryor, em um acampamento de verão.

Também modelo mirim, despontou na carreira após protagonizar um comercial da Nestlé.



Em 1996 ela estreou na televisão atuando na série All That (1996-2002). Ela tinha 9 anos de idade, e fez um enorme sucesso, mostrando seu talento para a comédia.

E enquanto ainda participava do elenco de All That, ganhou seu próprio programa, The Amanda Show (1999-2002), que também revelou os atores Drake Bell e Ashley Tisdale.


The Amanda Show

Em 2002 a estrela do canal a cabo infantil Nickelodeoon estrelou o filme O Grande Mentiroso (The Big Fat Liar, 2002), ao lado de Frankie Muniz, outro fenômeno teen da época. O filme fez sucesso, e lhe valeu o convite para estrelar outro programa, a comédia Coisas Que Eu Odeio em Você (What I Like About You, 2002-2006)

Amanda interpretava a irmã adolesce de Jennie Garth.

O programa fez um enorme sucesso, e elevou a atriz ao estrelato em Hollywood.

Amanda Bynes e Jennie Garth em Coisas Que Eu Odeio Em Você

Amanda então estrelou a comédia ligeira Tudo Que Uma Garota Quer (What a Girl Wants, 2003), contracenando com atores como Colin Firth e Kelly Preston. Depois fez S.O.S. do Amor (Love Wrecked, 2005) e Ela é o Cara (She's the Man, 2006), onde fingia ser um garoto para jogar no time de futebol.

Ela é o cara foi um dos filmes mais bem sucedidos de sua carreira.


Amanda Bynes em Tudo Que Uma Garota Quer


Amanda Bynes em Ela é o Cara


Também dubladora, ela emprestou a sua voz para a animação Robôs (Robots, 2005) e dublou a personagem Taffy no desenho Os Anjinhos (Rugrats).

Em 2007, ao lado de John Travolta e Zac Effron, atuou em sua primeira super produção, o remake de Hairspray: Em Busca da Fama (Hairspray, 2007).


Amanda Bynes em Hairspray: Em Busca da Fama



O filme era um musical, e Amanda foi muito elogiada pela sua performance vocal, mas não quis lançar uma carreira de cantora, apesar de ter recebido convites. Mas nesta época, se lançou como estilista, criando coleções de roupas até 2008.

Em 2007 ela ainda estrelou o filme Ela e os Caras (Sydney White, 2007), uma comédia moderna inspirada em Branca de Neve e os Sete Anões.

Ela ainda fez os telefilmes Uma Chance Para Viver (Living Proof, 2008) e Canned (2009), mas foi demitida das filmagens de Recém-Formada (Post Grad, 2009), sendo substituída pela atriz Alexis Bledel.

Canned também era o piloto de uma nova série, que acabou não sendo aprovada.

Em 2010, ao lado da atriz Emma Stone, ela estrelou A Mentira (Easy A, 2010), e pouco tempo depois, anunciou sua aposentadoria, aos 24 anos de idade.

A atriz até chegou que retornaria, mas nunca mais atuou. Na época, ela estava cotada para estrelar a série New Girl, mas o papel acabou indo para Zoey Deschanel.


Amanda Bynes e Emma Stone em A Mentira

No auge da fama, Amanda Bynes era muito discreta, e não falava muito sobre sua vida pessoal. Ela cresceu em frente às câmeras sem nenhum escândalo, e era um exemplo de boa menina de Hollywood.

Amanda não gostava de festas, não frequentava boates e não bebia, e era muito ligada a sua família. A atriz também cursou o ensino médio, e anunciou que iria ingressar na Universidade após afastar-se da fama.

Mas a garota comportada voltou à mídia em 2012, quando foi presa após bater seu carro alcoolizada. Ela faltou ao seu julgamento, e seu advogado alegou que ela era mentalmente capaz de se defender. No ano seguinte, ela declarou que sofre de transtorno alimentar (anorexia).

A partir de então, Amanda só foi notícia por causa de escândalos. Ela foi presa em 2013 por porte de maconha, e pouco tempo depois, colocou fogo em suas roupas na calçada, incendiando a garagem de um vizinho. A atriz foi levada para uma clínica psiquiátrica, e não passou na avaliação mental.

Ela foi condenada a uma internação involuntária, por ser considerada um risco para os outros e a si mesmo. E na instituição, foi diagnosticada com transtorno esquizoafetivo. Ela alegava que seu pai havia implatado um chip em seu cérebro, e compareceu ao julgamento usando uma peruca.



Amanda Bynes no tribunal

Amanda Bynes permaneceu muito tempo internada em uma instituição mental em Los Angeles. E em 2013, sua mãe passou a ter sua tutela legal, respondendo por todas as decisões e patrimônio da atriz, assim como ocorreu com Britney Spears.

Ela deixou a instituição em 2020, e passou a morar em uma comunidade de apoio a mulheres com problemas médicos ou toxicológicos. E em 22 de março de 2022, após seu advogado comprar sua recuperação, a sua tutela foi suspensa.

Amanda, agora responsável por si mesma, voltou para a faculdade, onde estuda moda, e está noiva de Paul Michaels. Ela também voltou a aparecer publicamente, após muitos anos afastada.


Amanda Bynes e o namorado, em março de 2022






0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil