Relembrando a breve e talentosa Brittany Murphy, a Garota Interrompida


No final da década de 1990 Brittany Murphy conquistou a fama ao atuar no bem sucedido As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless, 1995) e no aclamado Garota Interrompida (Girl, Interrupted, 1999), conquistando o reconhecimento em uma curta mas prolífica carreira. Mas sua ascensão meteórica foi interrompida quando ela morreu tragicamente, em 2009, com apenas 32 anos de idade. Sua morte rendeu diversas teorias e mistérios, e virou até tema de documentário.



 

Brittany Anne Berlottu nasceu em Atlanta em 10 de novembro de 1977. Brittany foi criada pela mãe desde os 2 anos de idade, e sempre sonhou em ser atriz. Aos 9 anos de idade conseguiu um papel no musical Les Misérables e aos 13 já tinha seu próprio empresário.

Quando completou 14 anos elas e a mãe se mudaram para Hollywood, em busca de papéis no cinema e televisão.



Logo que chegou na terra do cinema, ela conseguiu uma participação na série Murphy Brown, em 1991. E no mesmo ano conseguiu um papel na série Drexwell's Class (1991-1992), que só durou uma temporada.


Brittany Murphy (de macacão) na série Drexwell's Class 

Ela conseguiu outro papel na série Almost Home (1993) e teve um papel regular em Irmã ao Quadrado (Sister, Sister, 1994-1999), além de participar de programas como Blossom, O Quinteto (Part of Five) e Frasier.

Em 1995 ela estreou no cinema como Tai, a garota desajeitada que Cher (Alicia SIlverstone) transforma no cultuado  As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless, 1995). O filme fez um enorme sucesso entre os jovens da época, e promoveu o nome de Brittany junto ao público.



Brittany Murphy (ao centro) em As Patricinhas de Beverly Hills

Brittany também faria uma participação na série de televisão derivada do filme, em 1996, interpretando outro papel. Ela conseguiu diversos outros trabalhos na TV, e em 1997 começou a dublar a personagem Luanne Platter na animação O Rei do Pedaço (King of Hill, 1997-2010), que lhe valeu um Annie Award como dubladora.

Apesar do sucesso que viria nos anos seguintes, ela dublou a personagem até a sua morte, ficando com o papel por mais de uma década.


Ela recebeu novos convites para o cinema, e apareceu em Drive: Tensão Máxima (Drive, 1997), Phoenix: A Última Cartada (Phoenix, 1998), Zack e Reba (Zack & Reba, 1998) e Lindas de Morrer (Drop Dead Dead Gorgeous, 1999).

Em 1999 ela também atuou em Garota Interrompida (Girl, Interrupted, 1999), ao lado de Angelina Jolie, que ganhou um Oscar pelo desempenho. O filme fez um grande sucesso de público e crítica, e firmou o nome de Brittany como uma das mais promissoras estrelas de Hollywood.


Brittany Murphy e Angelina Jolie em Garota Interrompida

Brittany ganhou o primeiro papel de protagonista em uma grande produção quando estrelou o terror Medo em Cherry Falls (Cherry Falls, 2000). Depois, fez a comédia romântica Paixões em Nova York (sidewalks of Neew York, 2001), gênero que a deixaria famosa.




Em 2001 ela também atuou em Refém do Silêncio (Don't Say a Word, 2001), Os Garotos da Minha Vida (Riding in Cars With Boyws, 2001) e Jogada de Verão (Summer Catch, 2001). E em 2002 esteve no cult Spun - Sem Limites (Spun, 2002) e em 8 Mile: Rua das Ilusões (8 Mile, 2002), cinebiografia do rapper Eminem.



Brittany Murphy e Michael Douglas em Refém do Silêncio


Brittany Murphy em 8 Mile: Rua das Ilusões


E 2003 ela estrelou três comédias românticas que fizeram muito sucesso: Recém Casados (Just-Married, 2003), Grande Menina, Pequena Mulher (Uptown Girls, 2003) e A Agenda Secreta do Meu Namorado (Little Black Book, 2003). A atriz estava muito mais magra do que no começo de sua carreira, e agora adotava o visual loiro, muito diferente dos tempos de As Patricinhas de Beverly Hills. Logo surgiram rumores que a atriz estava usando cocaína.



Ashton Kutcher e Brittany Murphy em Recém Casados


Brittany Murphy e Dakota Fanning em Grande Menina, Pequena Mulher


Sob direção de Robert Rodriguez (e de Quentin Tarantino), ela fez parte do elenco do aclamado Sin City: A Cidade do Pecado (Sin City, 2005), outro grande sucesso de sua carreira.


Brittany Murphy em Sin City: A Cidade do Pecado


Em 2006 ela também se lançou como cantora, e junto com Paul Oakenfold lançou o single Faster Kill Pussycat, que fez muito sucesso nas casas noturnas dos Estados Unidos e Inglaterra, alcançado o topo das paradas. Ela cantaria novamente no desenho Happy Feet: O Pinguim (Happy Feet, 2006).


Britany também apareceu em alguns video clipes onde não cantava, como em Closet Thing to Heaven, do Tears for Fears.


Faster Kill Pussycat

Someone To Love (do Queen), gravada por Brittany Murphy para o filme Happy Feet: O Pinguim



No cinema, ainda atuou em O Segredo de Neverswas (Neverwas, 2005), Noivo em Fuga (The Groosmen, 2006), Amor e Outros Desastres (Love and Other Disasters, 2006), A Garota Morta (The Dead Girl, 2006), O Sabor de Uma Paixão (The Ramen Girl, 2008), Correndo Contra o Tempo (Across the Hall, 2009) e Flashes de Uma Psicose (Deadline, 2009).




O Sabor de Uma Paixão


Em novembro de 2009 a atriz foi afastada da produção de The Caller (lançado em 2011). A atriz já havia filmado muitas cenas em Porto Rico, quando rumores da imprensa disseram que ela foi demitida devido a difícil convivência no set. O filme foi refeito com a atriz Rachelle Lefevre.

Ainda em 2009 ela concluiu as filmagens de Busca Alucinante (Abanoned, 2010), que foi lançado em 2010, após a sua morte. O filme foi dedicado a sua memória. Ela também deixou algumas cenas gravadas para o filme Algo Maligno (Something Wicked, 2014), que só foi lançado 5 anos após a sua morte, pois o diretor precisou alterar o roteiro para poder manter a participação da atriz na obra, já que ela não havia concluído as filmagens.


Bittany Murphy no filme Algo Malígno


às 8 da manhã de 20 de dezembro de 2009 os bombeiros de Los Angeles foram chamados para a casa de Brittany Murphy, onde ela residia com sua mãe e com o roteirista Simon Monjack (com quem ela se casou em 2007). A atriz estava inconsciente no banheiro.

Sua mãe relatou que ela estava estranha o dia inteiro, e havia ficado trancada no quarto, só saindo para ir no banheiro vomitar. Os bombeiros ainda tentaram reanimá-la, e a levaram ao hospital, onde ela foi declarada morta, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

O médico legista atestou que a atriz morreu de uma pneumonia agravada por uma forte anemia por deficiência de ferro, que foi afetada ainda mais pelo uso de remédios controlados. Murphy estava extremamente magra quando morreu.




Simon Monjack e Brittany Murphy


O pai de Brittany Murphy acusou o marido da atriz e sua ex esposa de terem contribuído na morte de sua filha, e exigiu no tribunal que amostras de cabelo da atriz fossem analisadas. O laudo apontou a presença de pelo menos dez metais pesados no organismo de Murphy, o que aumentou a suspeita de que a atriz poderia ter sido assassinada.

Logo após a sua morte, Monjack e a sogra começaram a arrecadas milhares de dólares com amigos da atriz, alegando que iriam fundar uma instituição com seu nome. Mas a arrecadação gerou muitas críticas, e o projeto desapareceu. Em 23 de maio de 2010, cinco meses após a morte de Brittany Murphy, Simon Monjack também faleceu, na mesma casa onde morava, aparentemente de pneumonia aguda e anemia. Ele tinha 40 anos de idade.

Em 2020 um documentário do canal Investigação Discovery apresentou o pai de Brittany acusando sua mãe, Sharon Murphy, de ter contribuído na morte da filha, o que ela sempre negou. O pai da atriz morreu em 2019, antes de ver o documentário finalizado.

Outro documentário, agora produzido pela HBO, lançado em 2021, também levanta hipóteses de assassinato. O documentário "O que Aconteceu com Brittany Murphy?" apresenta Monjack como um mentiroso compulsivo, e que costumava enganar as pessoas, incluindo a esposa.

Mas também conta que Brittany Murphy estava extremamente infeliz com a fama. Ela sofria com a pressão de Hollywood, que a fez mudar muito. Ela não aguentava a pressão em ser loira, magra e bela, e havia se isolado de tudo e todos, principalmente após o casamento. O documentário deixa aberto a pergunta se a atriz foi assassinada, resposta que de fato talvez nunca teremos.





0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil