O triste fim de Amanda Peterson, a estrela de Namorada de Aluguel, morta aos 43 anos de idade


O crítico de cinema Leonard Maltin escreveu uma vez "Amanda Peterson é excelente". No cinema desde os 9 anos de idade, a atriz tinha um jeito doce e meigo, personificando a menina da casa do lado, que mexia com o coração dos adolescentes. O papel da popular Cindy Mancini, de Namorada de Aluguel (Can't Buy Me Love, 1987), fez dela uma estrela inesquecível.



Phyllis Amanda Peterson nasceu no Colorado, em 08 de julho de 1971. Quando ela tinha 9 anos de idade, ela soube que havia uma seleção de atrizes mirins para protagonizar Annie (Idem, 1982), dirigido pelo lendário diretor John Huston.

Mais de 8000 mil meninas se inscreveram para o papel, e Amanda ficou entre as 10 finalistas, mas perdeu o papel da pequena órfã Annie para a menina Aileen Quinn. Mas Huston gostou da Amanda, e a escalou como uma das meninas do orfanato.


Amanda Peterson em Annie


Pouco tempo depois, Amanda apareceu em séries de televisão como convidada, até ganhar um papel regular na série Boone (1983-1984), e atuou no telefilme Por Trás de Um Segredo (Best Kept Secrets, 1984), ao lado da veterana Patty Duke.

Mas foi em 1985 que ela ganhou seu primeiro destaque no cinema, quando atuou em Viagem ao Mundo dos Sonhos (Explorers, 1985), de Joe Dante. Aos 14 anos de idade, Amanda Peterson contracenou com dois jovens promissores atores: Ethan Hawke e River Phoenix.


Amanda Peterson e Ethan Hawke em Viagem ao Mundo dos Sonhos


Amanda seguiu trabalhando em séries de televisão, e participou de mais de 50 comerciais feitos para a televisão, mas só retornou ao cinema 2 anos depois, quando estrelou o clássico da Sessão da Tarde Namorada de Aluguel (Can't Buy Me Love, 1987), onde viveu Cindy Mancini, a líder de torcida que aceita fingir namorar um nerd (vivido por Patrick Dempsey), em troca do pagamento de uma dívida.

O filme fez da dupla de protagonistas dois novos astros promissores de Hollywood.


Patrick Dempsey e Amanda Peterson em Namorada de Aluguel


A atriz então estrelou a ficção cientifica Nas Garras do Futuro (The Lawless Land, 1988), que ainda tinha no elenco sua irmã Ann-Marie Peterson (em seu único trabalho no cinema), e atou na série A Year in the Life (1987-1988). Depois esteve no drama Desencontros (Listen to Me, 1989).




Mas apesar do sucesso inicial, sua carreira não decolou como se esperava. Com convites escassos, a atriz atuou em telefilmes, como Charme Fatal (Fatal Charm, 1990), no qual contracenou com Christopher Atkins (antigo astro de A Lagoa Azul) e A Lente do Desejo (Posing: Inspired by Three Real Stories, 1991).


Amanda Peterson e Christopher Atkins em Charme Fatal

Após atuar em Windrunner, o Vencedor (Windrunner, 1994), Amanda Peterson abandonou o cinema. A atriz lutava contra o vício das drogas, iniciado quando ela foi estuprada, aos 14 anos, por um produtor de 27 anos de idade.

Ela foi presa por pequenos furtos e posse de drogas diversas vezes entre 2000 e 2012. Amanda também teve um filho, mas perdeu a guarda da criança para o pai.


Fotos tiradas nos momentos das prisões de Amanda Peterson


Mas em 2012 ela conseguiu deixar o vício em drogas, e retomou os estudos, iniciando um mestrado. Porém, com dificuldades para dormir, a antiga estrela do cinema recaiu no vício, agora em morfina, que ela usava para conseguir dormir.


Amanda Peterson em seu último ensaio fotográfico



Em 03 de julho de 2015 a atriz morreu de uma overdose acidental de morfina, com apenas 43 anos de idade.





Veja também: As Mais Belas Atrizes dos Anos 80, Antes e Depois





Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

16 comentários:

  1. Michael Carvalho Silva26 de setembro de 2021 06:17

    Amanda Peterson era uma mistura belíssima e exuberante ao extremo de Grace Kelly com Farrah Fawcett no auge de sua própria e extraordinária beleza física loura e angelical. Amanda infelizmente foi estuprada aos quinze anos de idade pelo infame e pervertido produtor de cinema americano Harvey Weinstein no ano de 1986 tendo sido literalmente a primeira vítima sexual dele em Hollywood e na indústria cinematográfica mundial.

    ResponderExcluir
  2. Michael Carvalho Silva26 de setembro de 2021 06:48

    Geralmente as louras americanas e européias são realmente lindas pois elas são inteiramente naturais. É só conferir as estrelas de cinema louras e mundiais do hemisfério norte nos dois lados do Oceano Atlântico como as saudosas e já citadas Amanda Peterson, Farrah Fawcett e Grace Kelly e as igualmente belíssimas Sally Kirkland, Kristen Wiig, Nancy Morgan e Carla Gravina por exemplo para ter essa mesma estatística devidamente comprovada.

    ResponderExcluir
  3. Michael Carvalho Silva26 de setembro de 2021 11:29

    Amanda Peterson foi um dos principais símbolos sexuais de Hollywood e do cinema mundial na década de oitenta do século vinte além de ser uma das beldades famosas mais lindas e atraentes do mundo inteiro em todos os tempos.

    ResponderExcluir
  4. Michael Carvalho Silva24 de outubro de 2021 14:28

    Além da finada Amanda Peterson, outra loura e igualmente belíssima atriz americana de lindos olhos azuis que também marcou Hollywood e o cinema mundial na segunda metade do século vinte é a maravilhosa Cindy Pickett que também poderia ter feito um esplêndido e absolutamente perfeito casal romântico com o ótimo e bonitão ator americano Lance Edwards no cinema e na vida real ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  5. Michael Carvalho Silva24 de outubro de 2021 14:52

    Duas outras lindíssimas e esplendorosas belezas louras e cinematográficas que também marcaram o mundo inteiro no passado foram a angelical e escultural estrela americana de meigos e celestiais olhos azuis Linda Carol, um dos principais símbolos sexuais artísticos e mundiais dos anos oitenta e noventa do século vinte e a igualmente espetacular e infelizmente já falecida deusa teutônica radicada na Itália Solvi Stubing que era absolutamente maravilhosa e inesquecível feito a própria e estonteante Linda Carol no auge de sua beleza física fascinante e irresistível.

    ResponderExcluir
  6. Michael Carvalho Silva24 de outubro de 2021 14:58

    Outra esplendorosa e inesquecível deusa loura e cinematográfica que também merece muitíssimo ser lembrada é a magnífica e saudosa valquíria asgardiana Ingrid Thulin que é simplesmente a mais maravilhosa e deslumbrante de todas as divas suecas do lendário e saudoso cineasta sueco Ingmar Bergman.

    ResponderExcluir
  7. Michael Carvalho Silva27 de outubro de 2021 05:59

    A lindíssima atriz norueguesa Liv Ullmann foi o grande símbolo sexual norueguês do século vinte além de ter sido a esposa e também a maior musa cinematográfica do lendário e saudoso cineasta sueco Ingmar Bergman.

    ResponderExcluir
  8. Michael Carvalho Silva30 de outubro de 2021 11:48

    Por falar em símbolos sexuais, a morena, belíssima, saudosa e exuberante modelo e atriz brasileira Maria Mônica Saboya que aparece esplendorosa como nunca na abertura icônica da clássica novela global da década de setenta do século vinte Locomotivas forma junto com Angie Dickinson, Antônio Fagundes, Jason Ritter, Max Parodi e Stefania Rocca o time exclusivo dos seis maiores e mais extremamente sensuais e estonteantes símbolos sexuais mundiais de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  9. Michael Carvalho Silva1 de novembro de 2021 18:28

    Eu troquei definitivamente os antigos e já obsoletos símbolos sexuais pelos modernos e infinitamente mais estimulantes ícones sexuais de modo que agora os seis maiores e mais extremamente sensuais e estonteantes ícones sexuais mundiais de todos os tempos são Angie Dickinson, Antônio Fagundes, Cláudia Mauro, Lulo Scroback, Selma Egrei e Stefania Rocca. A morena, belíssima, escultural e estonteante atriz e dançarina brasileira Cláudia Mauro é a irmã do moreno e sensualíssimo ator e modelo brasileiro André Di Mauro que é um dos homens famosos mais sensuais do Brasil.

    ResponderExcluir
  10. Michael Carvalho Silva1 de novembro de 2021 21:29

    Os irmãos André Di Mauro e Cláudia Mauro, os cantores Lulo Scroback e Samantha Fox e as atrizes e modelos de origem italiana Selma Egrei e Stefania Rocca são os seis maiores e mais extremamente sensuais e estonteantes sonhos sexuais mundiais de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  11. Michael Carvalho Silva3 de novembro de 2021 11:13

    A loura e escultural atriz de cinema americana Rena Riffel é estonteantemente belíssima e infinitamente mais quente e sensual do que mil infernos juntos de uma só vez sendo portanto um dos maiores e mais espetaculares símbolos sexuais mundiais de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  12. Michael Carvalho Silva3 de novembro de 2021 11:15

    O moreno e sensualíssimo ator e produtor americano Angelo Tiffe é o homem mais sexy e sensual do mundo inteiro e também o maior e o mais excitante símbolo sexual masculino e mundial de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  13. Michael Carvalho Silva10 de novembro de 2021 06:17

    Adam Driver, Angelo Tiffe, Anita Strindberg, Dana Delany, Lucia Bosé e Nick Jonas são os três maiores e mais extremamente belos e provocantes símbolos sexuais mundiais de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  14. Michael Carvalho Silva27 de novembro de 2021 04:14

    A loura, belíssima, angelical e escultural atriz de cinema e televisão, modelo de moda e empresária espanhola de longos cabelos lisos e enormes olhos escuros Teresa Gimpera foi a mais extremamente linda e deslumbrante beldade loura e espanhola do século vinte.

    ResponderExcluir
  15. Michael Carvalho Silva9 de janeiro de 2022 09:53

    Por falar na saudosa Amanda Peterson junto com Hollywood, pretendo futuramente escrever um documentário literário chamado A Realidade Como Ela Infelizmente É cujo tema abordado é exatamente esse. Iludidas por Hollywood com a falsa promessa de se tornarem grandes e populares estrelas de cinema mundiais nos Estados Unidos, atrizes européias nórdicas e italianas tem sua beleza e seu talento inestimáveis completamente desperdiçados e mal aproveitados pela fútil e oportunista indústria cinematográfica americana. Essa obra documental expõe abertamente a falta de escrúpulos e a ganância desenfreadas tão típicas da própria e mundialmente infame e famigerada Hollywood a pretexto de denúncia social.

    ResponderExcluir
  16. As celebridades e os artistas profissionais famosos e anônimos em geral vivem dentro de uma bolha completamente alheios da vida e do mundo reais além de serem usados e explorados como meras marionetes humanas pela indústria comercial da mídia e do entretenimento populares apenas para manipularem o público e explorar as fantasias e os desejos íntimos e subjetivos das pessoas normais com a única intenção de controlar a sociedade inteira ao redor do mundo mediante remuneração. A Internet e os telefones celulares também são outra forma de controle populacional devidamente perpetrada pela mídia e também pelos meios de comunicação audiovisuais como o cinema, o teatro e a televisão por exemplo sendo nada mais do que uma forma sutil e aparentemente inofensiva de controle e manipulação planetários ao redor do mundo.

    ResponderExcluir

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil