Daryl Hannah completa 60 anos de idade

Na década de 1980 a atriz Daryl Hannah era uma das estrelas mais requisitadas em Hollywood, principalmente após atuar em grandes sucessos da década como Blade Runner: O Caçador de Androides (Blade Runner, 1982) e Splash: Uma Sereia em Minha Vida (Splash, 1984).


Daryl Christine Hannah nasceu em Chicago, em 03 de dezembro de 1960. Seus pais se separaram quando ela era criança, e sua mãe voltou a se casar, com o empresário Jerrold Wexler (irmão do diretor Haskell Wexler). Os irmãos de Hannah são Don Hannah (assistente de direção), Page Hannah (atriz) e Mark Hannah (produtor). Sua meia irmão materna, Tany Wexler é cineasta.

Page Hannah

Darryl Hannah era uma criança socialmente isolada e com dificuldades de aprendizado. Sua mãe a levou ao médico e a menina foi diagnosticada com autismo, e recomendaram que ela fosse internada. Sua mãe preferiu se mudar para a Jamaica, para que a filha tivesse uma vida mais saudável. De volta aos Estados Unidos, Hannah jogou futebol americano na escola, mas como não havia um time feminino, ela jogava com os meninos. Na escola ela também estudou balé e interpretação. 

Daryl estreou no cinema no terror sobrenatural A Fúria (The Fury, 1978), de Brian de Palma. Após o filme, fez teste para estrelar Lagoa Azul (Blue Lagoon, 1980), mas perdeu o papel para Brooke Shields.

Daryl Hannah em A Fúria

Mas só retornaria ao cinema dois anos depois, quando atuou em Terra Indomável (Hard Country, 1981). No ano seguinte ganhou seu primeiro papel de protagonista em Amantes de Verão (Summer Lovers, 1982) e no mesmo ano chamou a atenção do público ao interpretar a replicante Pris no grande sucesso de Blade Runner: O Caçador de Androides (Blade Runner, 1982).

Daryl Hannah em Blade Runner

Em seguida ela atuou em Jovens Sem Rumo (Reckles, 1984) e então foi convidada para estrelar a comédia  Splash: Uma Sereia em Minha Vida (Splash, 1984), ao lado de Tom Hanks e John Candy.

Daryl Hannah em  Splash: Uma Sereia em Minha Vida

Nos anos seguintes esteve no elenco de A tribo da Caverna do Urso (The Clan of the Cave Bear, 1986), Perigosamente Juntos (Legal Eagles, 1987), Roxanne (1987), Wall Street: Poder e Cobiça (Wall Street, 1987), Com Fantasmas Não Se Brinca (High Spirits, 1988), Crimes e Pecados (Crimes and Misdemeanors, 1989) e Flores de Aço (Steel Magnolias, 1989).

Steve Martin e Daryl Hannah em Roxanne

Em 1990 ela foi convidada para estrelar o filme Uma Linda Mulher (Pretty Woman, 1990), mas recusou o papel dizendo que uma personagem prostituta era ofensiva para a imagem das mulheres, e Julia Roberts foi lançada ao estrelado após ser chamada para ser a protagonista.

Após a recusa, Daryl viu sua carreira declinar um pouco, e os papéis principais diminuíram. Sob direção de Hector Babenco, atuou em Brincando nos Campos do Senhor (At Play in the Fields of the Lord, 1991), rodado no Brasil, e esteve em algumas comédias na década de 1990, como Crazy People: Muito Doidos (Crazy People, 1990), Memórias de um Homem Invisível (Memoirs of an Invisible Man, 1992), Os Batutinhas (The Little Rascals, 1994) e Meu Marciano Favorito (My Favorite Martian, 1999). Também interpretou a filha de Jack Lemmon em Dois Velhos Rabugentos (Grumpy Old Men, 1993), e em suas sequências.

Na televisão, viveu a Mortícia Addams no filme O Retorno da Família Addams (Addams Family Reunion, 1998).

Jack Lemmon e Daryl Hannah em Dois Velhos Rabugentos 

Daryl Hannah como Mortícia

Em 2000 atuou em As Divas do Blue Iguana (Dancing at the Bule Iguana, 2000), onde interpretava uma prostituta, papel similar ao recusado há dez anos atrás. Hannah passou a atuar em produções menores e trabalhos para a televisão, até que o diretor Quentin Tarantino a convidou para interpretar Elle Driver nos filmes Kill Bill (Volume 1 e Volume 2), em 2003 e 2004.

Tarantino era um grande fã da atriz, e já havia cogitado ter Hannah em Pulp Fiction (1994), mas acabou optando por Uma Thurman.


O trabalho com Tarantino tinha tudo para devolver a atriz ao posto de estrela do primeiro escalão, porém, durante as filmagens Daryl Hannah foi assediada pelo produtor Harvey Weistein, que posteriormente seria denunciado por diversas outras atrizes. Ao ser rejeitado pela atriz, o produtor fez de tudo para que ela não fosse chamada novamente para grandes papéis em Hollywood.

Daryl Hannah voltou a trabalhar em filmes inexpressivos nos anos seguintes, até que em 2015 ela foi convidada para ingressar no elenco da série Sense8 (2015-2018), um grande sucesso produzido pela Netlflix.

Daryl Hannah em Sense8

Casada com o cantor Neil Young desde 2018, Daryl Hannah está gravando a minissérie The Now, e é também uma grande ativista da natureza. Vegana, ela vive em uma casa sustentável, e possui um canal onde dá dica de construções e soluções ecológicas. A atriz inclusive foi presa por participar de protestos contra a destruição do meio ambiente.



Também é uma grande batalhadora contra a escravidão sexual infantil, e já chegou a se disfarçar para invadir quartos de hotéis para libertar menores abusados.

Neil Young é seu primeiro marido, mas ela namorou sério com o político John Kennedy Jr., com quem anunciou que iria se casar, mas sua mãe, Jacqueline Kennedy Onassis foi contra a união, e o namoro desandou.

John Kennedy Jr. e Daryl Hannah

Daryl Hannah e Neil Young

Veja também: As Mais Belas Atrizes dos Anos 80, Antes e Depois



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube


0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil