Bobby Diamond, astro da série Fúria (Fury), morre aos 75 anos de idade


Nas décadas de 50 e 60, séries estreladas por crianças e seus animais eram muito populares. O público se emocionava com as histórias de Lassie, Rin Tin Tin Tin e e do golfinho Flipper. Nesta mesma linha, a série Fúria (Fury, 1955-1960) apresentava as aventuras do menino Joey (interpretado por Bobby Diamond) e seu cavalo maravilho.


Robert Leroy Diamond, conhecido como Bobby Diamond, nasceu em 23 de agosto de 1943, em Los Angeles. Bobby foi descoberto por um empresário quando passeava com seus pais, aos 09 anos de idade, que os convenceu que o menino deveria tentar ser ator.

Sua estréia no cinema foi em O Maior Espetáculo da Terra (The Greatest Show on the Earth, 1952), onde fez figuração, como uma das crianças da platéia do circo. No mesmo ano, conseguiu um papel de destaque em O Felizardo (Young man With Ideas, 1952), estrelado por Glenn Ford.

Bobby Diamond, Donna Corcoran, Ruth Roman, Nadine Ashdown,
Mary Wickes e Glenn Ford, em O Felizardo


Nos anos seguintes o menino atuou em muitos filmes, mas em papéis muito pequenos, muitas vezes nem creditado. Bobby Diamond apareceu em filmes como O Grande Desejo (The Lady Wants Mink , 1953), Os Homens Preferem as Louras (Gentlemen Prefer Blondes, 1953), A Bela e o Renegado (Ride, Vaquero!, 1953), O Rei do Circo (3 Ring Circus, 1954), O Americano (Forasteiro, 1955), e Terrível como o Inferno (To Hell and Back, 1955).

Além de aparecer em séries como Papai Sabe Tudo (Father Knows Best) e Letter to Loretta.

Bobby Diamond


Em 1955 Bobby Diamond teve sua maior chance como ator, quando foi escolhido entre 10 mil crianças para protagonizar a série Fúria (Fury, 1955-1960), produzida pela NBC. Ele interpretava o jovem orfão Joey Clark Newton, adotado por Jim Newton (papel de Peter Graves, que furuturamente estrelaria Missão Impossível). O menino tinha como melhor amigo um cavalo alasão.

Bobby Diamond em Fúria

No Brasil, Fúria foi exibida inicialmente pela TV Record, a partir de 1963. Depois, passou para a programação da TV Excelsior.

Quando a série foi cancelada, Bobby ingressou no elenco de outro programa seriado da televisão, Westinghouse Playhose, em 1961. Em 1962, agora com 19 anos, ele estrelou Airborne (1962), onde interpretava um jovem ingênuo que sonhava em ingressar na aeronáutica norte-americana. Esta tentativa de se desvincular da imagem infantil, foi seu único trabalho como protagonista no cinema.

Bobby Diamond em Airborne

Depois, ele fez participações regulares na série adolescente The Many Lovers of Dobbie Gillis, onde interpretava Duncan "Dunky" Gillis, o primo da protagonista, vivida por Tuesday Weld. Bobby Diamond ainda faria participações em séries como Além da Imaginação (The Twilligh Zone), Cravana (Wagon Train), The Patty Duke Show e Lassie.

Bobby Diamond em Além da Imaginação

Em 1966 ele foi cotado para interpretar o personagem Robin, o menino prodígio, na série de TV Batman & Robin (Idem), mas aos 21 anos de idade, foi considerado muito velho para o papel, que acabou sendo feito por Burt Ward.

No cinema, ele ainda faria papéis de apoio em Uma Lourinha Adorável (Billie, 1965) e no terror Gritos na Noite (Scream, 1981).

E embora tenha atuado até a década de 90, a falta de bons papéis fez com que ele investisse nos estudos. Após terminar o colégio, Bobby Diamond formou-se em direito, atividade que exercia até sua morte, em 15 de maio de 2019, vítima de um câncer cerebral, aos 75 anos de idade.



Leia também: A selvagem Tuesday Weld
Leia também: O cãozinho Benji

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube



0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil