O misterioso desaparecimento da atriz Jean Spangler


Em outurbo de 1949 a aspirante a atriz Jean Spangler passou a ganhar a publicidade que sua carreira nunca teve. A atriz deixou a filha com a cunhada, dizendo que ia encontrar o ex-marido para discutir a pensão da criança, e que depois iria trabalhar numa filmagem noturna.

Porém, Jean Spangler desapareceu sem deixar rastros, em um caso até hoje não resolvido.


Jean Elizabeth Spangler nasceu em 02 de setembro de 1923, em Seattle, Estados Unidos. Após terminar o ensino médio, ela começou a dançar na casa de espetáculos de Earl Carroll, e estreou no cinema, fazendo figuração em O Milagre dos Sinos (The Miracle of the Bells, 1948), estrelado por Frank Sinatra.

Em seguida ela atuou em O Faraó é Uma Múmia (Mummy's Dummies, 1948), um curta metragem do trio Os Três Patetas. Spangler interpretava uma das garatos do harém do faraó.

 Jean Spangler (a primeira a direita) em O Faraó é Uma Múmia

Ela ainda apareceria como corista em Quando o Amor Sorri (When My Baby Smiles at Me, 1948) e Um Marido Impossível (Chicken Every Sunday, 1949), antes de desaparecer, em 07 de outubro de 1949.


Na noite de 07 de outubro de 1949 Spangler deixou sua filha com a cunhada. Ela disse que iria encontrar o ex-marido para discutir sobre a pensão da menina, que estava atrasada, e depois iria trabalhar como figurante em uma filmagem noturna.

Jean Spangler havia se casado em 1942 com Dexter Benner, e eles tiveram uma filha chamada Christine (nascida em 1944). O casal se divorciou em 1946, e estavam em uma longa disputa judicial pela guarda da menina. Ela deixou a criança aos cuidados da esposa de seu irmão por volta das 17 horas, e duas horas depois ligou avisando que trabalharia a noite inteira, e não deveria retornar para dormir em casa. Foi a última notícia que se teve da atriz.

Após ser aberto o caso de desaparecimento, a polícia checou todos os estúdios, e descobriu que ela não estava escalada para nenhuma filmagem naquele dia. Interrogado pela polícia, Benner disse que não via Spangler há meses, o que foi confirmado por sua nova esposa.

A atriz nunca retornou. Dois dias depois, no dia 09 de outubro, sua bolsa foi encontrada em um parque, quase dez quilômetros distante de sua casa. Uma das estava arrebentada, como se ela tivesse sido arrancada de seus braços. Também foi encontrado um uniforme de presidiário, sem identificação, parcialmente enterrado.


Mais de 60 policiais e 100 voluntários vasculharam a região, mas não encontraram nenhuma pista. Porém, dentro da bolsa de Spangler havia um bilhete escrito por ela, que dizia "Kirk: Não posso esperar mais, indo ver o Dr. Scott. Vai funcionar melhor assim enquanto a mãe estiver ausente".

Na época, a atriz estava morando com sua mãe, que estava viajando.  Uma vendedora de uma mercearia próxima a sua casa, disse ter visto Spangler por volta das 18 horas, como se estivesse esperando por alguém.

A colunista de fofocas sobre Hollywood Louella Parsons ofereceu uma recompensa de US $ 1.000 por informações sobre o desaparecimento ou localização de Spangler. Mas novas pistas nunca apareceram.

Mas logo descobriram que ela acabara de filmar Êxito Fugaz (A Man With Horn, 1950), que ainda não havia sido lançado. O filme era estrelado por Kirk Douglas, e surgiram especulações que ele seria o Kirk referido no bilhete.

 Kirk Douglas e Jean Spangler em Êxito Fugaz

Ao ver seu nome nos jornais, Douglas telefonou para polícia, informando que mal a conhecia, tendo visto apenas durante as filmagens que ela trabalhou, que duraram um dia. Ele ainda contou que estava em Palm Springs, o que foi confirmado posteriormente. A mãe de Spangler confirmou que ela saiu algumas vezes com um homem chamado Kirk, mas nunca o conheceu.

O ator Robert Cummings, amigo de Spangler, disse que ela estava namorando, e que ela havia afirmado que "não era nada sério, mas nunca estivera tão feliz".


A polícia também interrogou todos os médicos de Los Angeles com sobrenome Scott, mas nenhum deles tinha Jean Spangler como paciente.

Embora caso nunca tenha sido resolvido, existem algumas teorias sobre seu desaparecimento:

Algumas amigas da atriz disseram que Spangler estava grávida de três meses, e havia comentado que faria um aborto (ilegal em Los Angeles na época), e teria procurado um ex estudante de medicina que fazia o procedimento clandestino. Alguns autores acreditam que a atriz tenha morrido durante o procedimento, e o tal Dr. Scott teria escondido o seu corpo.

Outra teoria suspeita que ela tenha sido vítima de um serial killer de mulheres bonitas, possivelmente o mesmo que matou a atriz Elizabeth Short em 1947, no caso conhecido como o assassinato da Dália Negra.

 A atriz Elizabeth Short

A terceira teoria envolve seu contato com a máfia. Ela havia trabalhado como dançarina na Florentine Gardens, uma casa noturna frequentada por muitos mafiosos. Um dos sócios da casa noturna, Davy Ogul, entregou vários criminosos para a polícia, e suspeitou-se que a atriz pudesse der alguma relação com as denúncias, o que nunca foi confirmado. Em 1950, um agente de fronteira afirmou ter visto Ogul e uma mulher parecida com Spangler entrando no México, mas também não existem registros de Ogul ou seu carro nos guichês de fronteira. A irmã de Spangler disse que ela nem chegou a conhecer Davy Ogul.
 
Suspeitas também recaíram sobre seu ex-marido, que ficou com a guarda da filha do casal após seu desaparecimento. Pouco tempo depois, ele se recusou a deixar a avó visitar a menina, durante uma visita agendada judicialmente ,e foi preso por 15 dias. Ao ser libertado, ele fugiu com a menina para a Flórida.

Apesar da busca por novas informações ter perdurado por muitos anos, até hoje o paradeiro da atriz é desconhecido.

O filme Êxito Fugaz (A Man With Horn, 1950) foi lançado somente após seu desaparecimento, assim como seus últimos trabalhos no cinema, nos filmes A Noiva que não Beija (Wabash Avenue, 1950), Champanhe para César (Champagne for Caesar, 1950) e A Ingênua Escandalosa (The Petty Girl, 1950).

Leia sobre outros artistas que desapareceram misteriosamente aqui.

 Jean Spangler e o ator Jack Bailey



Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil