Por Onde Anda? As Gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen





Nas décadas de 1980 e 1990 as irmãs Ashley e Mary-Kate Olsen eram um fenômeno das telas, e ainda muito pequenas, gozavam do status de estrela da televisão e cinema. Mas por volta de 2010 desapareceram da carreira artística, ficando inclusive afastadas das redes sociais.





As irmãs Ashley e Mary-Kate Olsen nasceram em Los Angeles, Califórnia, em 13 de junho de 1986. Elas são irmãs da também atriz Elizabeth Olsen, e Feiticeira Escarlate da saga Os Vingadores (The Avengers).



Elizabeth Olsen



A carreira das irmãs Olsen começou quando as irmãs tinham apenas 9 meses de idade. Em 1987 a série Três é Demais (Full House, 1987-1995) começou a ser produzida e era preciso uma bebê para o papel de Michelle Tanner, a filha caçula do viúvo Danny Tanner (Bob Saget).

Mas as leis de trabalho infantil não permitiam que crianças tão pequenas trabalhassem tanto tempo, e como já era hábito em Hollywood, gêmeos eram usados para se revessarem nos trabalhos (a Thabata, de A Feiticeira, inicialmente, era interpretada por duas gêmeas, por exemplo). Mas os produtores, para não divulgarem ao público que o papel era feito por duas crianças diferentes, creditou inicialmente as irmãs como "Mary-Kate Ashley Olsen".








As irmãs cresceram em frente às câmeras, e chegaram a contracenar juntas em um episódio do programa, onde Mary-Kate interpretou Melina Katsopolis, uma prima distante de Michelle.


Mary- Kate e Ashley Olsen em Três é Demais



A série ficou no ar quase uma década, e fez um enorme sucesso. As irmãs Olsen também se tornaram grandes estrelas do entretenimento, e tiveram diversos produtos licenciáveis com seu nome e rosto, que iam de brinquedos até uma linha de moda infantil, criada em 1993.


As irmãs Olsen com suas bonecas



Em 1992, quando ainda estavam no elenco da série, as irmãs Olsen estrearam no cinema no filme natalino Dupla Confusão (To Grandomother's House We Go, 1992), que foi um grande sucesso comercial, principalmente pelo baixo orçamento usado para a produção do filme.






O sucesso de bilheterias levou as meninas para o cinema novamente, nos filmes Dia das Bruxinhas: Feitiço das Gêmeas (Double, Double Toil and Trouble, 1993), Confusão no Velho Oeste (How the West Was Fun, 1994) e fizeram uma participação especial no filme Os Batutinhas (The Little Rascals, 1994).



Ashley e Mary-Kate Olsen em  Dia das Bruxinhas: Feitiço das Gêmeas


Ashley e Mary-Kate Olsen em Os Batutinhas



Em 1995 Três é Demais foi cancelada, mas as meninas continuavam fazendo sucesso. Ao lado de Kristie Alley e Steve Guttenberg elas fizeram o filme As Namoradas do Papai (It Takes Two, 1995).


Steve Guttenberg, Ashley e Mary-Kate Olsen e Kristie Alley em As Namoradas do Papai



As irmãs também estrelaram muitos filmes curtos, lançados diretamente para o mercado do home vídeo. E em 1998, iniciaram uma série de projetos pré-adolescentes, conquistando o público teen com o filme Como Arranjar Uma Namorada Para o Papai (Billboard Dad, 1998). As Olsen, que já haviam se tornado milionárias antes dos 10 anos de idade, passaram a ser também um referencial de moda e estilo para o público jovem, lançando tendência de roupas, mercado que elas já dominavam desde os 7 anos de idade.



As irmãs Olsen em Como Arranjar Uma Namorada Para o Papai



Também em 1998 elas voltaram a atuar em uma nova série de televisão, agora juntas, protagonizando Dose Dupla (Two of a Kind, 1998-1999). Elas ainda fariam Gêmeas em Apuros (So Little Time, 2001-2002) e dublaram o desenho animado Mary-Kate e Ashley em Ação! (Mary-Kate and Ashley in Action!, 2001-2002).


As Irmãs Olsen em Gêmeas em Apuros


Mary-Kate e Ashley em Ação! 




Elas também estrelaram os filmes Passaporte Para Paris (Passport to Paris, 1999), Confusão na Austrália (Our Lips Are Sealed, 2000), Conquistando Londres (Winning London, 2001), Férias ao Sol (Holiday in the Sun, 2001), Sweet 16: Motorizadas e Habilitadas (Getting There, 2002), Férias em Roma (When in Rome, 2002) e O Desafio (The Callenge, 2003).  A maioria gravado em outros países, exibindo também alguns dos cartões postais mais famosos do mundo (Férias ao Sol foi gravado nas Bahamas e O Desafio foi rodado no México).






Em 2003 elas também fizeram uma participação especial na super produção As Panteras: Detonando (Charlie's Angels: Full Throttle, 2003), interpretando jovens aspirantes as novas Panteras.


As irmãs Olsen em As Panteras: Detonando



As irmãs ainda fariam No Pique de Nova York (New York Minute, 2004), e uma participação em Os Simpsons, em 2005. Em 2004 elas assumiram o controle da grife Dualstar, que havia sido fundada em 1993. Elas passaram a investir fortemente no mundo da moda, e inclusive anunciaram que iriam pagar o direito maternidade de todas as trabalhadoras que costuravam as pelas na fábrica de Bangladesh, país onde isto não é um direito constitucional.


As irmãs Olsen em Os Simpsons



Depois, elas venderam a marca, que possuía mais de 5000 lojas pelo mundo. A transação colocou as irmãs na lista da Forbes como uma das 100 mulheres mais ricas do mundo, na área do entretenimento.


Elas criaram então a sua própria grife, The Row, comandando todos os processos empresariais e de criação. As Olsen resolveram deixar a carreira artística, dedicando-se a suas linhas de roupas, cosméticos e perfumes. As irmãs também deixaram as redes sociais.


"Não mergulhamos nesse mundo das mídias sociais; não temos Instagram ou Facebook. Por isso nunca estivemos conectadas com nossos clientes ou fãs dessa forma. Ficamos bem protegidas", declaram as Oslen em uma entrevista.


Mas mesmo sem atuar, elas não desapareceram da mídia, e eram vistas constantemente em desfiles de alta costura por todo o mundo.





As irmãs eventualmente ainda trabalhariam como atriz, em participações especiais e separadamente. Ashley Olsen ainda fez Tudo Para Ficar Com Ela (The Jerk Theory, 2009) e Eu Ainda Estou Aqui (I'm Still Here, 2011).

Já Mary-Kate Olsen ainda atuou em Uma Garota Irresistível (Factory Girl, 2006), Doidão (The Wackness, 2008) e A Fera (Beastly, 2011). Ela também participou de 8 episódios da série Weeds e um de Samantha's Who?, em 2008.



Mary-Kate Olsen em Uma Garota Irresistível


Mary-Kate Olsen em Weeds



Mas não foi só o mundo dos negócios que afastou as irmãs do cinema e televisão. Mary-Kate resolveu parar de atuar para tratar uma anorexia-nervosa, que lhe acometia há anos. E Ashley havia sido acometida com a Doença de Lyme, uma infecção transmitida pela picada do carrapato.

Em 2016 o ator John Stamos (o "Tio Jesse") produziu a série Fuller House para a Netflix. O programa trazia de volta todo o elenco original de Três é Demais (Full House), e apesar das Olsen ainda serem grandes amigas de Stamos, elas se recusaram a interpretar novamente o papel de Michelle Tanner.

Fuller House ficou no ar até 2020.



Fuller House



As Irmãs Olsen atualmente


Ashley e Mary-Kate Olsen com a irmã Elizabeth Olsen, também atriz





Veja Também: Antes e Depois do Elenco de Punky, a Levada da Breca






0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil