Por Onde Anda? Liesel Matthews, a estrela de A Princesinha (1995), e herdeira de uma fortuna bilionária na vida real


Dirigido por Alfonso Cuarón, A Princesinha (A Little Princess) é um drama infanto-juvenil ambientado durante a Primeira Guerra Mundial. A jovem atriz Liesel Matthews interpreta Sara Crewe, uma jovem de origem rica obrigada a trabalhar em um internato de Nova York, após descobrirem que seu pai havia morrido em combate.

O filme era inspirado no livro de Frances Hodgson Burnett (a mesma autora de O Jardim Secreto), e já havia ganho versões no cinema em 1917 (com Mary Pickford) e em 1939 (com Shirley Temple).



Liesel Matthews tinha 11 anos de idade quando estrelou o filme, que foi sua primeira produção cinematográfica. Ela nasceu em Chicago, em 14 de março de 1984 e seu verdadeiro nome é Liesel Anne Pritzker, e seu pai Robert Pritzker é um empresário pertencente a uma das famílias mais ricas e tradicionais dos Estados Unidos.

Liesel também é neta do financista e industrial Abram Nicholas Pritzker, fundador da cadeia de Hotéis Hyatt. Seus pais se separaram quando ela tinha cinco anos de idade, três anos após a morte de seu avô, que deixou para a menina em testamento uma fortuna de mais de um bilhão de dólares.

Liesel começou a estudar teatro ainda muito jovem, e estreou profissionalmente atuando em uma produção teatral de O Sol é Para Todos, em Chicago. Um caça talentos assistiu a uma das apresentações, e a convenceu a ir para Los Angeles fazer alguns testes.

Alfonso Cuarón viu um dos testes, e convidou a menina para estrelar A Princesinha (A Little Princess, 1995). Mas o filme quase não foi lançado por causa de uma ação judicial movida por seu pai. A menina assinava como Liesel Pritzker-Bagley (ela havia incorporado o sobrenome do padrasto em seu nome legal), o que irritou o seu genitor, que ameaçou embargar o filme judicialmente.

Ela então escolheu o nome artístico de Liesel Matthews (que era o primeiro nome de seu irmão) e o material publicitário do filme foi refeito.



O drama de Sara Crewe, a menina rica forçada a servidão fez muito sucesso, e marcou uma geração de fãs. Liesel foi indicada ao Young Artist Award, mas perdeu para Anna Chlumsky.

Em seguida ela interpretou a filha de Harrison Ford em Força Aérea Um (Air Force One, 1997).

Harrison Ford e Liesel Matthews em Força Aérea Um

Depois ela só faria mais um filme, Blast (2000), antes de deixar a carreira no cinema. Ela até foi convidada para atuar na comédia Perdendo a Noção (Hamlet 2, 2008), mas recusou o papel. Também recusou ofertas da MTV.


Em 2002, quando tinha 16 anos de idade Liesel processou seu pai Robert, e outros parentes. A ex atriz mirim acusava o pai de ter desviado mais de um bilhão de dólares em fundos de ações que estavam em seu nome, transferindo o dinheiro para o exterior, sem autorização da herdeira adolescente.

Liesel e o irmão alegaram que o pai havia feito um plano para se apropriar a fortuna que eles haviam herdado, e estava dividindo o patrimônio deles entre seus meios irmãos (filhos do primeiro casamento de seu pai) e onze primos.

O processo durou até 2006, e Liesel recebeu de volta 500 milhões de dólares (mais 170 milhões em fundos fiduciários). Seu irmão Matthew recebeu a mesma quantia, e dez integrantes da família Pritzker estão na lista das famílias mais ricas dos Estados Unidos, de acordo com a Revista Forbes. Além de controlar uma rede com 207 hotéis, os Pritzker também tem industrias, imobiliárias, navios cruzeiros, bancos, ferroviárias e empresas de mineração, além de serem donos da TransUnion, uma empresa de crédito.

Liesel Matthews em 2002

Liesel Matthews trabalhou como atriz nos palcos ingleses até 2010, quando se aposentou definitivamente da vida artística. Casada com Ian Simmons, ela passou a administrar seus negócios e patrimônio.

Liesel Matthews e o marido Ian Simmons

Preocupada com o bem estar social, ela também é uma grande filantropa, patrocinando a construção de poços artesianos, hospitais e escolas na África e é também apoiadora de projetos de jovens estudantes de baixa renda que querem empreender nos Estados Unidos. Ela e o marido fundaram a Blue Haven Initiative, uma empresa de crédito de impacto, que visa patrocinar pequenos projetos que tragam desenvolvimento social ou ambiental em regiões carentes da África.

Além disto, a antiga atriz mirim é defensora da taxação das grandes fortunas norte-americanas.



Liesel Matthews, antes e depois



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil