Por Onde Anda? Stefanie Powers, da série Casal 20


Stefanie Powers é mais lembrada pelo público pela personagem Jennifer Hart na série Casal 20 (Hart to Hart, 1979-1984), ao lado de Robert Wagner. Porém, a atriz já tinha quase 20 anos de carreira quando ficou consagrada por este personagem na televisão.


De origem polonesa, Stefanie nasceu Stefania Zofya Paul Federkiewick, em Hollywood, Califórnia, no dia 02 de novembro de 1942. Na adolescência, ela foi lider de torcida, junto com a colega e amiga Nancy Sinatra.

Aos 16 anos de idade a menina chamou a atenção da Columbia Pictures, que lhe ofereceu um contrato. Como era comum na época, os publicitários mudaram seu nome para Stefanie Powers. Ela fez sua estréia em 1960, atuando em uma série de televisão. Ela fez alguns trabalhos na TV, como na série Batmasterson, antes de estrear no cinema em Com Amor no Coração (Tammy Tell Me True, 1961), estrelado pela estrela adolescente Sandra Dee.

Stefanie Powers em Com Amor no Coração

Ela teve um papel de maior destaque no drama Like Father, Like Son (1961), seu segundo filme.  Dirigida por Blake Edwards, atuou em Escravas do Medo (Experiment in Terror, 1962). Em seguida atuou ao lado de Suzy Parker em Viver, Amar, Sofrer (The Interns, 1962) e voltou a contracenar com Sandra Dee em Se o Marido Atender, Desligue (If a Man Answers, 1962).

Sandra Dee e Stefanie Powers em Se O Marido Atender, Desligue

Após atuar em muitas séries, como Bonanza (onde interpretou Calamity Jane), atuou em Weekend em Palm Springs (Palm Springs Weekend, 1963), ao lado de Ty Hardin e Troy Donahue. Depois, destacou-se no Western Quando Um Homem é Homem (McKintock!, 1963), ao lado dos astros John Wayne e Maureen O'Hara.

Stefanie Powers e John Wayne em Quando Um Homem é Homem

Ao lado de Barbara Eden atuou em Torvelinho de Paixões (The New Interns, 1964) e contracenou com a veterana Tallulah Bankhead no terror Fanatismo Macabro (Die! Die! My Darling, 1966). Na década de 60 ainda atuou em filmes como O Amor Tem Muitas Faces (Love Haas Many Faces, 1965), A Última Diligência (Stagecoach, 1966) e O Agente 711 Pede Socorro (Warming Shot, 1967).

Tallulah Bankeahead e Stefanie Powers em Fanatismo Macabro

Mas na segunda metade da década de 60 a atriz passou a trabalhar mais na televisão, fazendo participações em séries e telefilmes. Ela chegou a ter um personagem fixo na série A Garota da U.N.C.L.E (The Girl From U.C.C.L.E.).

Na década de 70 Stefanie fez poucos filmes e muitos trabalhos para a televisão. Com Lee Van Cleef atuou em A Fúria dos 7 Homens (The Magnificent Seven Ride!, 1972) e com Claudia Cardinale e Roger Moore fez Fuga para Athena (Escape to Athena, 1979). Também atuou em duas comédias da Disney, Marinheiros Desastrados (The Boatniks, 1970) e o clássico As Novas Aventuras do Fusca (Herbie Rides Again, 1974).

Ken Berry e Stefanie Powers em As Novas Aventuras do Fusca

Em 1979 ela foi escalada para estrelar a série Casal 20, ao lado de Robert Wagner. O estúdio queria a atriz Natalie Wood (esposa de Wagner) no papel principal, mas ela recusou o convite. Wagner sugeriu Stefanie Powers, com quem havia trabalhado na série O Rei dos Ladrões (It Takes a Tief), em 1970.

Os produtores não aceitaram a sugestão, dizendo que Stefanie não era tão bonita ou famosa para o papel. Wagner bateu o pé, e a atriz foi contratada. A série fez um grande sucesso, e rendeu a Stefanie duas indicações ao Emmy e cinco nomeações ao Globo de Ouro.

Robert Wagner e Stefanie Powers em Casal 20

A série chegou ao fim em 1984, após cinco temporadas. Mas Wagner e Powers ainda viveriam o casal Hart em mais nove telefilmes, feitos entre 1993 e 1996.

Leia mais sobre a série Casal 20 aqui.


Robert Wagner e Stefanie Powers em um telefilme do Casal 20, de 1996

Com o fim da série, Stefanie trabalhou basicamente na televisão, com menos destaque. Sem fazer cinema desde 1979, retornou as telas em Sentença de Um Assassino (Jump!, 2007), ao lado de Patrick Swayze.

Ela também dedicou sua carreira ao teatro, atuando em diversos espetáculos da Broadway. Em 1993 contracenou com Robert Wagner nos palcos, na peça Love Letters. Entre seus espetáculos estão O Rei e Eu e Looped, onde interpretou Tallulah Bankehead, sua antiga colega de cinema.

Em 2011 ela participou do Reality Show I'm a Celebrity... Get Me Out of Here!, uma espécie de No Limite, com celebridades. Mas foi a primeira eliminada do programa.

Stefanie Powers em I'm a Celebrity... Get Me Out of Here!

Ao lado do veterano Bruce Dern, retornou ao cinema recentemente em The Artist's Wife (2019).

Reencontro entre Robert Wagner e Stefanie Powers, em 2019

Entre 1966 e 1972 a atriz foi casada com o ator Gary Lockwood e posteriormente foi companheira do ator William Holden, embora nunca tenham se casado oficialmente. Após a morte de Holden em 1981, a atriz continuou seu projeto de proteção animal e conservação da vida selvagem, fundando a William Holden Wildlife Foundation, além de cuidar de uma reserva ambiental no Quênia, e dos zoológicos de Cincinatti e Atlanta.

Stefanie Powers e William Holden

Embora ainda atue, Stefanie Powers dedica seu tempo principalmente a proteção da vida animal. Ela nunca teve filhos, e em 2008 lutou contra um câncer de pulmão, resultado do tabagismo. Mas em 2009 a atriz anunciou ter vencido a doença.

Stefanie Powers atualmente


Leia também:  O controverso Ty Hardin
Leia também:  Dez Anos Sem Patrick Swayze

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

1 comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil