Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Por Onde Anda? O Cantor Paul Anka





O cantor, e ator Paul Anka foi um dos maiores astros pop das décadas de 1950 e 1960, sendo um dos ídolos dos adolescentes na época, principalmente após o sucesso de seu Hit Diana.







Paul Albert Anka nasceu em Ontário, Canadá, em 30 de julho de 1941. Seu pai era um imigrante sírio e sua mãe era natural do Líbano.

O começo da carreira de Paul Anka

Paul Anka começou a cantar no coral da ingreja ortodoxa que frequentava com a família, e no ensino médio fez parte de um conjunto vocal chamado Bobby Soxers.

Aos 14 anos ele gravou seu primeiro single, I Confess. Pouco tempo depois, em 1956, ele viajou para Nova York com 100 dólares no bolso, que havia ganho de presente de aniversário de um tio, para fazer um teste na ABC Records.

Paul Anka mostrou a canção Diana, que havia feito para uma garota por quem ele foi apaixonado. A música ficou em primeiro lugar nas paradas de sucesso, e fez do adolescente um astro instantâneo.

Junto com Buddy Holly, Paul Anka fez uma turnê pela Inglaterra e Austrália, e compôs para Holly a canção It Doens't Matter Anymore.

Paul Anka e Buddy Holly

Anka emplacaria diversas canções no topo das paradas de sucessos, e também acabou tornando-se um grande compositor, escrevendo sucessos She's a Lady (de Tom Jones) e a versão inglesa de My Way (gravada por nomes como Frank Sinatra e Elvis Presley). Ele também é o autor do tema do programa de Johnny Carson, mutio popular nos Estados Unidos.

Porém, a invasão da música britânica na década de 1960 fez com que a popularidade Paul Anka, assim como de outros artistas, diminuísse.



Paul Anka no Brasil

Ainda no auge da fama, Paul Anka veio em ao Brasil em Setembro de 1960, contratado com uma das muitas atrações internacionais que se apresentaram nos palcos da TV Record. Nesta época, Paul Anka era extremamente popular por aqui, principalmente após o cantor Carlos Gozanga gravou a versão brasileira de Diana.

Em São Paulo, Paul Anka cantou na TV Record, e na TV Rio, quando foi ao Rio de Janeiro.



Paul Anka na TV Rio

Você pode ler mais detalhes sobre os shows de Paul Anka no Brasil, no site Foreign acts visit Brazil 1957 to 1968, de onde essas imagens foram retiradas.

Paul Anka no Cinema

A estreia de Paul Anka no cinema se deu no filme Let's Rock (1958), uma produção dedicada a juventude, repleta de números musicais, do qual o cantor também tomou parte. Na sequência, Anka apareceu em Garotas Sem lar (Girls Town, 1959), um filme sobre deliquência juvenil, estrelado por Mamie Van Doren.

Foi em Garotas Sem Lar que ele cantou pela primeira vez a canção Lonely Boy, outro grande sucesso de sua carreira.



Com Van Doren ele também atuou em A Vida Íntima de Adão e Eva (The Private Lives of Adam and Eve, 1960) e no mesmo ano foi protagonista do drama Paixões Ocultas (Look in Any Window, 1960).

Paul Anka e Ruth Roman em Paixões Ocultas

Porém, seu trabalho mais famoso no cinema foi no épico de guerra O Mais Longo dos Dias (The Longest Days, 1962), onde contracenou com grandes astros como John Wayne, Richard Burton, Sean Connery, Henry Fonda, entre outros.

Além de atuar na produção, Paul Anka também gravou a música título do filme.

Paul Anka, Fabian e John Wayne em O Mais Longo dos Dias

Como ator, também apareceria eventualmente em séries de televisão como Kojak e Perry Mason.

Posteriormente, após perder popularidade devido ao fenômeno da Beatlemania, Paul Anka tornou-se um dos astros dos cassinos de Las Vegas, e nesta época estreitou os laços de amizade com Elvis Presley.


Elvis Presley, o brasileiro Sérgio Mendes e Paul Anka, em Las Vegas

Os Anos Posteriores

Em 1974 Paul Anka voltou ao topo das paradas de sucesso com (You're) Taking My Baby. Posteriomente, outras canções uas chegariam nas paradas, mas nunca mais em primeiro lugar. Em 2009, foi lançada a música This is It, gravada por Michael Jackson, mas lançada após morte do cantor. Anka era o compositor.

Como ator, ele retornou ao cinema em Capitão Ron, o Louco Lobo dos Mares (Captain Ron, 1992). Depois, ainda atuou em Rock, Agito e Curtição (Shake, Rattle and Rock!, 1994), Prazer em Matar-te (Mad Dog Time, 1996) e 3000 Milhas para o Inferno (3000 Miles to Graceland, 2001), no qual interpretava um gerente de cassino em Vegas que odeia Elvis Presley.

Suas últimas aparições como ator, até o momento, foram na série Gilmore Gilrs, onde interpretou a si mesmo.


Paul Anka em 3000 Milhas Para o Inferno

Paul Anka foi casado com a modelo Anne de Zogheb, entre 1963 e 2001. A filha do casal, Amanda, é casada com o ator Jason Bateman.

Jason Bateman e o sogro Paul Anka

O cantor foi casado em outras duas ocasiões, mas ambas as uniões terminaram em divórcio.

Ataulmente, Paul Anka continua fazendo shows e se dedicando a sua carreira de cantor.

Paul Anka atualmente

Leia também: Relembrando o breve ator e cantor Bobby Darin

Leia também: O dia em que a música morreu

Leia também: Don Everly, da dupla Everly Brothers, morre aos 84 anos de idade

Leia também: Pobre Johnnie Ray, o artista esquecido

Leia também: Elvis Presley, o Rei do Rock No Cinema

Leia também:  Ann-Margret completa 81 anos de idade

Leia também:  Por Onde Anda? O cantor e ator Pat Boone

Leia também: O dia em que Leny Eversong conheceu Elvis Presley

Veja também: Tributo a Gary Cooper

Veja também: Os Artistas que Morreram em 2022 - In Memoriam

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

Siga também nosso Instagram


Postar um comentário

0 Comentários