Por Onde Anda? A Atriz Fátima Freire





Nas décadas de 1970 e 1980 a atriz Fátima Freire era uma grande musa nacional, brilhando no cinema, teatro e televisão. Na TV, ela atuou em diversas novelas, mas será sempre lembrada como a Paula Queiroz, de A Gata Comeu (1985).




Fausto Rocha e Fátima Freire, em uma fotonovela


Mária de Fátima Naves Freire Maia nasceu em Curitiba, em 20 de julho de 1953. Nascida em uma família tradicional, ela é filha do cientista Newton Freire Maia, e é prima de diversas personalidades, como os atores Selton e Danton Mello, o pianista Nelson Freire e o músico Wagner Tiso, além ser parente de diversos políticos brasileiros.

Seu pai, um cientista renomado, foi contratado para trabalhar na Organização Mundial da Saúde (OMS), e mudou-se com a família para Genebra, na Suíça, e foi por lá que Fátima começou a trabalhar como modelo.



Fátima Freire como modelo, na Suíça




No começo da década de 1970 a família retornou ao Paraná, e Fátima começou a fazer alguns trabalhos na TV local, como garota propaganda e apresentado programas de variedades. Depois, em 1973 ela se mudou para o Rio de Janeiro, e começou a aparecer em programas humorísticos da Rede Globo, como Chico City e Satyricon.


Fátima Freire na TV Paranaense



Em 1973 Fátima estreou no cinema, atuando em Aladim e a Lâmpada Maravilhosa (1974), um filme estrelado por Renato Aragão, e no ano seguinte atuou em Motel (1974).

Sua estreia na televisão foi em Cuca Legal (1975), e depois emendou diversas novelas na Rede Globo, atuando em Senhora (1975), O Feijão e o Sonho (1976), Dona Xepa (1977), Gina (1978), Memórias de Amor (1979) e Cabocla (1979). E em 1980 entrou para o elenco da série O Bem Amado (1980-1984), onde interpretava a Tuca Medrado.


Osmar Prado e Fátima Freire em Senhora




Paulo Ramos e Fátima Freire em O Feijão e o Sonho


Fátima Freire e Edwin Luisi em Dona Xepa


Miriam Pires e Fátima Freire em Gina


Fátima Freire e Eduardo Tornaghi em Memórias de Amor


Kadú Moliterno e Fátima Freire em Cabocla


Carlos Eduado Dolabella, Fátima Freire e Lutero Luiz em O Bem Amado



Na década de 1970 a atriz ainda atuou em diversas peças, e recebeu muitos elogios por sua atuação em O Pagador de Promessas (1979), ao lado do ator Tony Ramos.

Neste período, também foi uma presença constante no cinema brasileiro, atuando ainda em As Loucuras de Um Sedutor (1975), Quem Te Medo de Lobisomem? (1975), Quem Matou Pacífico? (1977), Ódio (1977) e Paixões de Sertanejo (1979).


Waldir Maia, Roberto de Azevedo, Tony Ramos e Fátima Freire em O Pagador de Promessas


Fátima Freire e Francisco di Franco em Paixão de Sertanejo


Fátima Freire e Carlos Mossy em Ódio


Com o fim da série O Bem Amado, em 1984, Fátima retornou as novelas, sendo escalada para viver a Paula Queiroz na novela A Gata Comeu (1985). A novela fez um enorme sucesso, e foi reprisada diversas vezes, e mesmo após muitas décadas de sua exibição, o público ainda reconhece a atriz por este papel.


Cristiane Torloni, Fátima Freire e Nuno Leal Maia em A Gata Comeu


Fátima Freire e Nuno Leal Maia em A Gata Comeu


Fátima Freire e Diana Morel em A Gata Comeu


Mas apesar do grande sucesso, a atriz deixou a Globo após o final de A Gata Comeu, indo fazer diversos trabalhos na TV Manchete. No canal, atuou em Novo Amor (1986), Tudo ou Nada (1986), Carmen (1987), Olho Por Olho (1988), Fronteiras do Desconhecido (1990) e Escrava Anastácia (1990).


Gracindo Jr. e Fátima Freire em Tudo Ou Nada


De volta a Globo, atuou na minissérie Anos Rebeldes (1992), e nas novelas Pátria Minha (1994) e O Fim do Mundo (1996). Na Bandeirantes, atuou em A Idade da Loba (1995).


Fátima Freire em Pátria Minha


Casada com Carlos Alberto Pinheiro desde 1982, a atriz deixou a carreira em 1997, quando mudou-se com o marido e os dois filhos para os Estados Unidos, onde ficaram morando até o ano 2000.

De volta ao Brasil, ela atuou eventualmente, fazendo participações especiais em Sete Pecados (2007) e Malhação (2008). Em 2009 atuou na novela Promessas de Amor (2009), na TV Record, e em 2011 fez Amor e Revolução (2022), no SBT.

Sua última aparição na TV foi na série Pé na Cova (2014), na Globo.



Fátima Freire em Sete Pecados, onde interpretou uma juíza


Gisele Tigre e Fátima Freire em Amor e Revolução


Fátima Freire e Miguel Falabella nos bastidores de Pé na Cova



Fátima Freire vive uma vida tranquila em família, e é dona de um espaço de eventos, dedicando seu tempo principalmente a vida de empresária. Ela também aproveita o tempo fazendo viagens pelo mundo.






Fátima Freire atualmente


Mário Cardoso e Fátima Freire em fotonovela


Veja Também: A História de Ana Ariel, Filha do Palhaço Piolin




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil