Por Onde Anda? Barbara Merrill (B.D. Hyman), a filha atriz de Bette Davis



Em 1962 Bette Davis e Joan Crawford, duas grandes estrelas da história do cinema, e rivais declaradas ao longo de muitos anos, estrelaram o filme  O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (What Ever Happened to Baby Jane, 1962).

Os bastidores da produção ferviam devido a inimizade entre as atrizes, que faziam de tudo para se provocarem. Joan levava suas filhas gêmeas para o estúdio, para acompanharem as filmagens, e Bette, para responder a altura, conseguiu para sua filha mais velha, Barbara Merrill, um papel na produção.

Barbara interpretava a vizinha adolescente das 6irmãs Jane e Blanche Hudson.


Anna Lee e Barbara Merrill em O Que Terá Acontecido a Baby Jane?


Barbara Merrill e Bette Davis na época das filmagens de O Que Terá Acontecido a Baby Jane?


Barbara Davis Sherry nasceu em Santa Ana, Califórnia, em 01 de maio de 1947. Ela era a filha mais velha de Bette Davis, fruto do relacionamento como o pintor William Grant Sherry. Mas em 1950, com 3 anos de idade, ela foi legalmente adotada pelo ator Gary Merrill, o quarto marido da atriz.

Barbara havia feito um pequeno papel no filme Depois da Tormenta (Payment on Demand, 1951), uma produção estrelada pela mãe, mas não demonstro interesse em seguir a carreira de atriz por muito tempo.


Bette Davis, Gary Merrill e os três filhos do casal

Barbara Merrill e Bette Davis nos bastidores de Depois da Tormenta

Aos 15 anos de idade, ela foi convencida pela mãe a tentar a carreira no cinema. Bette na verdade queria provocar Joan, sua co-estrela de O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (What Ever Happened to Baby Jane, 1962), e cuja filha Christina Crawford estava brigando por seu lugar ao sol em Hollywood desde 1961.

Na época, ela usava legalmente o sobrenome de seu pai adotivo. 


Barbara Merrill e Bete Davis nos bastidores de O Que Terá Acontecido a Baby Jane? 


Seu papel era relativamente pequeno, mas chamou a atenção devido a grande repercussão do filme. Barbara tinha novos convites para trabalhar no cinema, mas em 1963, enquanto acompanhava a mãe no Festival de Cannes, conheceu Jeremy Hyman, sobrinho de um importante produtor cinematográfico britânico, e se casou com ele pouco tempo depois.

Chamada desde a infância de B.D. (abreviação de Barbara Davis), ela adotou o sobrenome Hyman, do marido, e retirou o sobrenome Merrill, alegando que queria se distanciar de Gary, que havia sido um pai violento e abusivo.

Barbara, que agora atendia por B.D. Hyman, tinha apenas 16 anos de idade, mas teve o consentimento da mãe para se casar.



Mas Bette Davis não contava com a decisão da filha de abandonar a carreira artística após o casamento. B.D. tornou-se uma cristã convertida, teve dois filhos (Ashley e Justin) e permaneceu casada até a morte de Jeremy, em 2017.

Usando o nome J. Ashley Hyman, Justin contracenou com a avó famosa no telefilme Quando Dezembro Chegar (Family Reunion, 1981), seu único trabalho como ator.


J. Ashley Hyman e Bette Davis em Quando Dezembro Chegar

Assim como Christina Crawford, que escreve o livro Mamãezinha Querida, Barbara também lançou um livro de memórias contanto sua vida ao lado da mãe famosa. My Mother's Keeper foi lançado em 1985, e assim coma filha de Crawford, descrevia uma mãe cruel e abusiva.

Barbara retratou a mãe como uma alcoólatra egocêntrica, que dormiria com qualquer um que pudesse ajudar em sua carreira. Ela também narrou as torturas psicológicas, com Bette Davis simulando suicídios para punir os filhos por mau comportamento.

Segundo Barbara, quando ela era criança, Bette chegou a fingir que tomava remédios e morria de overdose, após trancar a porta do quarto.  A menina apavorada dormiu no chão diante dos aposentos da mãe, que no outro dia levantou e disse "espero que isto te sirva de lição".

O livro tornou-se um grande best seller, mas Barbara foi muito criticada. Principalmente porque na época Bette Davis estava muito doente, após ter sofrido um AVC. E ao contrário de Christina Crawford, que publicou suas memórias após a morte da mãe, Bette ainda estava viva, e atuando.

Vários colegas saíram em defesa da veterana artista, negando os fatos e mostrando a imprecisão das datas mencionadas. Os irmãos de B. D. cortaram relações com ela, e nunca mais se falaram desde então.



B. D. publicou outro livro em 1987, que não recebeu atenção da mídia, talvez por que tenha saído na mesma época em que Bette Davis lançou suas próprias memórias, e deserdou a filha e os filhos delas.

A filha de Bette Davis tornou-se pastora, e hoje tem seu próprio ministério, em Charlottesville, na Virgínia. Ela escreveu novos livros, agora sem citar a mãe, falando de religião e criação de filhos.

Ela também mantém um canal no Youtube, onde posta vídeos com pregações religiosas.


Na série Feud (2017), Barbara Merrill (B. D. Hyman) foi retratada pela atriz Kiernan Shipka.









0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil