Relembrando Robert Z'Dar, de Maniac Cop e Tango e Cash


Dono de um um rosto enorme e um queixo gigante, alto e musculoso, Robert Z'Dar tinha uma presença forte, agressiva e intimidante nas telas. O que era ideal para a sucessão de vilões cruéis e extremamente assustadores que retratou ao longo de uma carreira que durou mais de três décadas.



Robert James Zdaresky nasceu em em Chicago, em 03 de junho de 1950. O ator sofria de uma doença genética chamada Querubismo, que causa o crescimento excessivo dos ossos da parte inferior da face, o que era a causa de sua enorme mandíbula.

Antes de iniciar a carreira de ator, na qual atuou em mais de 120 filmes, ele foi cantor, tecladista e guitarrista da banda New Express, que abriu shows de grupos como Jefferson Airplane, The Who e The Eletric Prunes. Z'Dar também trabalhou como compositor de jingles para uma agência de publicidade, foi policial em Chicago e foi stripper por um breve período de tempo.




Ele estreou como ator no filme de terror Buraco Infernal (Hellhole, 1985). Ele teve papéis de coadjuvantes em filmes como Férias Ardentes (Hot Chilli, 1985) e Código Zebra (Code Name Zebra, 1987), e estrelou o filme O Demônio da Noite (The Night Stalker, 1986), o primeiro de muitos filmes de ação e terror de sua carreira.





Foi graças ao papel em O Demônio da Noite que ele foi convidado para viver o vingativo, implacável e aparentemente indestrutível Matt Cordell em Maniac Cop: O Exterminador (Maniac Cop, 1988). O filme ganhou uma legião de fãs, e rendeu duas sequências, Maniac Cop 2: O Vingador (Maniac Cop 2, 1990) e Maniac Cop 3: O Distintivo do Silêncio (Maniac Cop 3: Badge of Silence, 1992).




Outros papéis notáveis de sua carreira estão o vilão que bate em Sylvester Stallone em Tango e Cash: Os Vingadores (Tango & Cash, 1989), o Anjo da Morte em Soultaker: O Ladrão de Almas (Soultaker, 1990), o Sam Hell em A Vingança dos Sapos Assassinos (Frogtown II, 1992) e o marido abusivo de Linnea Quigley em The Rockville Slayer (2004).


Robert Z'Dar em Tango e Cash: Os Vingadores


Robert Z'Dar em A Vingança dos Sapos Assassinos



A maioria de seus filmes do gênero policial, geralmente de baixo orçamento, mas que conquistaram o status de cult entre os fãs. Com mais de 100 filmes no currículo, atuou em obras como Guerreiros Mortais (Dragonfight, 1990), O Príncipe Guerreiro 2: O Portal do Tempo (Beastmaster 2: Throught the Portal of Time, 1991), Império do Crime (Mobsters, 1991), Um Tira Invencível (Samurai Cop, 1991), Ambição Fatal (In a Momento of Passion, 1993), Clube do Strip-Tease (It's Showtime, 1993), A Gangue do Bairro Chinês (American Chinatown, 1995) e Perseguidos Pela Máfia (The Thief & The Stripper, 2000).


Robert Z'Dar em  Um Tira Invencível


Em 2002 o ator sofreu uma queda durante as filmagens de um trabalho, e lesionou gravemente as costas, precisando usar uma bengala para por ser locomover. Ele ficou bastante debilitado até 2006, reduzindo suas atuações no cinema, embora nunca tenha deixado de atuar.

A partir de então, atuou em filmes cada vez mais inexpressivos, sendo que a maioria deles nunca chegou a ser exibido no Brasil. Z'Dar também passou a comparecer em diversas convenções de fãs, geralmente dedicadas aos amantes dos filmes de terror em que atuou.


Robert Z'Dar e Michael Berryman em uma convenção


Em 28 de fevereiro de 2015 o ator sofreu um ataque cardíaco em uma convenção de fãs, e foi levado às pressas para um hospital próximo. Ele nunca se recuperou, e morreu de uma parada cardíaca em 30 de março, aos 64 anos de idade.







0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil