Por Trás da Máscara: Mihaly 'Michu' Meszaros, o ator que viveu ALF, o Eteimoso


Criada em 1986, a série ALF, o Eteimoso (ALF, 1986-1990) foi uma das mais bem sucedidas séries da televisão, fazendo sucesso mundial. No Brasil, ela estreou em 1987, e era exibida aos domingos, no horário do almoço, pela TV Globo.

ALF, que na verdade se chamava Gordon Shumway, era um alienígena do planeta Melmac, cuja aeronave caiu sobre a garagem da família Tanner. Impossibilitado de voltar, ele se torna um membro da família, aprontando muitas confusões.



Alf era um fantoche de pelúcia manipulável, mas algumas cenas era preciso que ele caminhasse, ou ficasse de pé, e nestes momentos entrava o ator Mihaly "Michu" Meszaros, um antigo artista circense, que media apenas 0,84 centímetros de altura.

Era Michu Meszaros quem vestia a fantasia de um dos alienígenas mais queridos da televisão.




Mihaly Meszaros nasceu em Budapeste, na Hungria, em 01 de outubro de 1939. Apelidado de Michu, ele frequento uma escola circense em seu país local, onde aprendeu malabarismo, acrobacia e mímica, e começou a trabalhar no Circo Nacional Húngaro.


Michu Meszaros, o primeiro a esquerda, na Hungria

Na década de 1970 os produtores circenses norte-americanos Irvin Feld e Kenneth Feld ouviram falar da existência, em algum lugar da Hungria, de um artista de circo que era considerado o "menor homem do mundo". Eles foram até o país atrás do artista, e o levaram para os Estados Unidos.



Meszaros fazia um número com cães adestrados, que tinham quase o seu tamanho. Ele fez tanto sucesso que acabou sendo contratado pelos Ringling Bros. e depois pelo Barnun & Bailey Circus, dois dos circos mais famosos e antigos do mundo.



Seu primeiro trabalho no cinema foi como modelo para rotoscopia na animação Coonskin (1974) e foi somente em ALF, o Eteimoso (ALF, 1986-1990) que ele estreou em frente as câmeras, mas usando uma pesada fantasia.

Aliás, a fantasia era grande e quente, e quase impossível de se usar por muito tempo. Então, para evitar maiores problemas, ALF só aparecia de corpo inteiro quando era extremamente necessário. Os roteiristas evitam ao máximo escrever cenas onde ALF aparecia em pé, mas Michu também vestia o traje para fazer fotos publicitárias.




Em 1988 ele atuou no terror A Passagem (Waxwork, 1988), onde interpretou o mordomo Hans. No mesmo ano também teve um papel na comédia Pee-Wee: Meu Filme Circense (Big Top Pee-Wee, 1988), onde fazia o apresentador do circo.



Michu Meszaros em A Passagem 



Michu Meszaros em Pee-Wee: Meu Filme Circense 


Em 1989 ele foi o dublê do bebê Mikey em Olha Quem Está Falando (Look Who's Talking, 1989). Michu Meszaros ainda atuaria em Warlock 2: O Armageddon (Warlock: The Armageddon, 1993) e Freaklândia: O Parque dos Horrores (Freaked, 1993). Ele também fez um curta metragem, Death of Cupid (2015), que foi seu último trabalho como ator.


Michu Meszaros em Death of Cupid


Em 1992 ele também fez um comercial da Pepsi, ao lado do cantor Michael Jackson, que se tornou seu amigo.


Michu Meszaros e Michael Jackson


Em 12 de junho de 2016, seu empresário encontrou o ator em coma, caído no banheiro de sua casa. Em coma, ele foi levado para o hospital, onde faleceu no dia seguinte, aos 76 anos de idade.


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil