Timothy Dalton Completa 75 Anos de Idade


Timothy Dalton foi o terceiro ator a interpretar o agente secreto James Bond nos cinemas. Para muito, Dalton foi o que mais se aproximou do personagem criado por Ian Flemming. E embora só tenha feito dois filmes do personagem, deixou a sua marca na franquia.

Além de ser um dos eternos 007, o ator tem uma longa carreira cinematográfica e teatral.



Timothy Peter Dalton nasceu em 21 de março de 146, em Colwyn Bay, no Reino Unido. Neto de uma atriz do teatro inglês, Timothy Dalton resolveu seguir os passos da avó, e estreou nos palcos aos 16 anos de idade. Ele foi formado na escola shakespeariana, e foi considerado o ator mais bem preparado tecnicamente que assumiu o papel de James Bond.



Em 1966 ele começou também a atuar em produções televisivas da BBC, e fez sua estreia no cinema após ser indicado por Peter O'Toole para viver o Rei Phillip II em O Leão no Inverno (The Lion in Winter, 1968). Além de O'Toole, ele também contracenou com outros atores lendários, com Katharine Hepburn e Anthony Hopkins.

Timothy Dalton e Katharine Hepburn em O Leão no Inverno

Timothy Dalton em O Leão no Inverno


Ele seguiu atuando no cinema em Cromwell, O Homem de Ferro (Cromwell, 1970), Um Homem e Sua Paixão (Giuochi Particolari, 1970), O Solar dos Ventos Uivantes (Wuthering Heigts, 1970) e Permissão Para Matar (Permission to Kill, 1975).


Timothy Dalton como Heathcliff em O Solar dos Ventos Uivantes

Em 1971 o ator atuou Mary Stuart, Rainha da Escócia (Mary, Queen of Scots, 1971), onde contracenou com Vanessa Redgrave. Apesar de nunca terem casado oficialmente, os dois tiveram um longo relacionamento. Eles viveram juntos entre 1971 e 1986. O casal contracenaria juntos novamente em O Mistério de Agatha (Agatha, 1979).

Vanessa Redgrave e Timothy Dalton em Mary Stuart, Rainha da Escócia

Vanessa Redgrave e Timothy Dalton

Em 1977 Dalton fez seu primeiro filme norte-americano, atuando ao lado da veterana Mae West em Sextette - A Grande Estrela (Sextette, 1977).

Mae West e Timothy Dalton

Nos Estados Unidos, também participou de um episódio de As Panteras, onde dizem que ele "parece com James Bond" e depois voltou para à Inglaterra, onde interpretou o Príncipe Barin em Flash Gordon (Idem, 1980).

Timothy Dalton e Ornella Muti em Flash Gordon

Na Inglaterra, atuou em Chanel - A Solidão de Uma Mulher (Chanel Solitaire, 1981) e O Médico e os Monstros (The Doctor and the Devils, 1985), e em minisséries como Jane Eyre (1983), e Anthony and Cleopatra (1984).

Em 1987 Dalton assumiu o papel de James Bond em 007 Marcado Para a Morte (The Living Daylights, 1987), após Roger Moore deixar a franquia. Quando Sean Connery recusou-se a continuar interpretando o agente 007, Dalton havia se oferecido para o papel, mas foi considerado muito jovem pelos produtores.

Inicialmente, Pierce Brosnam havia sido convidado para substituir Moore, mas não pode aceitar o papel devido a compromissos contratuais com a série Jogo Duplo (Remgilton Steele).

Timothy Dalton em  007 Marcado Para a Morte

Dalton ainda faria James Bond em mais um filme, 007 Permissão Para Matar (Licente do Kill, 1989). Foi anunciado que o ator ainda faria um terceiro filme, mas problemas com o roteiro e a produção, provocaram um intervalo de cinco anos até o próximo filme, e quando finalmente começaram a produzir 007 Contra GoldenEye (GondenEye, 1995), Timothy Dalton abriu mão do papel, que finalmente foi para o ator Pierce Brosnam.



Nos intervalos de filmagens entre os dois filmes de James Bond em que atou, o ator ainda fez outros filmes, participando de Os Falcões (Hawks, 1988) e Brenda Starr (Idem, 1989).


Timothy Dalton e Brooke Shields em Brenda Starr

Após deixar o papel de James Bond, Timothy Dalton atuou em filmes como A Amante do Rei (Lu Patain du Roi, 1990), Rocketeer (The Rocketeer, 1991), Nu em Nova York (Naked in New York, 1993), Um Verão Inesquecível (Salt Water Moose, 1996), Um Conto Quase de Fadas (The Beautician and the Beast, 1997) e Traição (Made Man, 1999). E na televisão, viveu o personagem Rett Buttler (eternizado por Clark Gable) na série Scarlett (1993), que pretendia ser uma continuação de ...E o Vento Levou (...Gone With the Wind, 1939).

Timothy Dalton e Fran Dresher em Um Conto Quase de Fadas

Timothy Dalton em Scarlett

A partir da década de 2000, atuou em filmes como Encontro às Avessas (Time Share, 2000), Jovens Justiceiros (American Outlaws, 2001), Looney Tunes: De Volta à Ação (Looney Tunes: Back in Action, 2003) e Chumbo Grosso (Hot Huzz, 2007). Também atuou em O Turista (The Tourist, 2010), ao lado de Johnny Depp e Angelina Jolie.

Timothy Dalton em O Turista

Em 2010 Timothy Dalton dublou o personagem Mr. Prickepants na animação Toy Story 3 (2010), e repetiu o trabalho em Toy Story 4 (2019), além de emprestar sua voz para derivados como desenhos feitos diretamente para o mercado caseiro e video games.

Mr. Prickepants

Ele também fez uma impagável participação na série Chuck (2010-2011), como o agente russo Alexei Volkoff e foi um dos artistas principais da série Penny Dreadful (2014-2016) e até o momento, seu último trabalho como ator foi na série Patrulha do Destino (Doom Patrol, 2019-2020), baseado no univeerso dos quadrinhos da DC Comics.

Timothy Dalton em Penny Dreadful

Timothy Dalton em Patrulha do Destino




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil