Édgar Vivar abandonou a medicina para cobrar o aluguel


Édgar Vivar ficou conhecido no Brasil como o Sr. Barriga, o dono da vila onde Seu Madruga nunca lhe paga o aluguel, na série de TV Chaves, exibida por muitos anos no SBT. Na série, Édgar também interpretava o seu filho Nhonhô, além de ter feito diversos personagens em Chapolin e demais programas criados por Roberto Gómez Bolaños.

Mas poucos sabem que antes de ser ator, Édgar Vivar era médico, e que após trabalhar como comediante, fez uma sólida carreira no cinema, atuando com nomes como Donald Pleasence, Salma Hayek e Geraldine Chaplin.


Édgar Vivar Villanueva nasceu na Cidade do México, em 28 de dezembro de 1948. Ele nem sonhava em ser ator, e formou-se em medicina na Universidad Nacional Autónoma de México, e trabalhou como médico por dois anos.

O jovem Édgar Vivar

No começo da década de 1970 ele posou para um anuncio de geladeiras da General Eletric, que fez muito sucesso no país. Roberto Gómez Bolaños, o Chaves, viu o anúncio, e convidou Vivar para ingressar no novo programa que estava produzindo, Chapolin. Vivar aceitou o convite, e ainda conciliou a carreira de médico com a de ator por algum tempo.



Édgar Vivar atuou nas séries Chaves, Chapolin e Chesperito, e foi um dos poucos atores que permaneceu no elenco dos programas produzidos por Bolaños, até 1995. 

Édgar Viva em Chesperito

Foram 25 anos de parceria, e com Bolaños, também fez sua estreia no cinema, atuando em El Chanfle (1979). Nas telas cinematográficas, também fizeram parceria em El Chanfle II (1982), Don Ráton y Don Ratero (1983) e Música de Viento (1988). Sem Roberto Goméz Bolaños, mas atuando com seus colegas Maria Antonieta de Las Nieves (a Chiquinha) e Ramón Valdés (o Seu Madruga), atuou também em El Mas Valiente del Mundo (1986).

E com Rubens Aguirre (o Professor Girafales), atuou na comédia Escuadrón Sida (1987).

Édgar Vivar em El Chanfle


Em 1984 também atuou em um filme inglês, com cenas rodadas no México, chamado Frankenstein's Great Aunt Tillie (1984), estrelado por Donald Pleasence e Yvonne Furneaux. Na década de 1980, também teve seu próprio circo, onde se apresentava interpretando seus personagens cômicos. Ele manteve o circo até 2002.


Em 1997 o ator estreou nas telenovelas mexicanas, atuando em Alguna Vez Tendremos Alas (1997). Ao contrário dos seus antigos colegas, que seguiram sua carreira representando seus personagens eternizados nos seriados de Bolaños, Édgar Vivar investiu na carreira de ator, buscando novos horizontes, embora constantemente compareça a eventos dedicados a fãs de Chaves e Chapolin, muitos deles realizados no Brasil.

Em 2006 o ator retornou ao cinema, interpretando o gerente de banco no filme Bandidas (2006), estrelado por Salma Hayek e Penélope Cruz. No ano seguinte, deu vida ao Dr. Balaban no filme Orfanato (El Orfanato, 2007), de Guilherme Del Toro, atuando ao lado da veterana Geraldine Chaplin.

Édgar Vivar, Penélope Cruz e Steve Zahn em Bandidas

Édgar Vivar em O Orfanato, Geraldine Chaplin está no centro da imagem

Em 2008, após atuar em All Inclusive (2008), o ator teve problemas de saúde devido ao excesso de peso, e fez uma cirurgia gástrica, emagrecendo muitos quilos.

Nos anos seguintes, fez muitos filmes mexicanos, incluindo Jogo Sinistro (Juego Siniestro, 2016), disponível no catálogo da Netflix. Também esteve no norte-americano Homem ao Mar (Overboard, 2018).

No México, também dedicou-se a dublagem de animações como Meu Malvado Favorito 2 e Ratatouille.

Édgar Vivar em Jogo Perigoso


Em 2018 foi muito elogiado pela crítica por seu papel na novela La Jefa del Campeón, onde interpretava o pai da protagonista. Édgar comoveu o público na cena da morte de sua personagem. A telenovela foi produzida por Roberto Gómez Fernández, o filho de Roberto Gómez Bolaños.

Édgar Vivar em  La Jefa del Campeón

Ainda em 2018, durante uma passagem pelo Brasil, atuou em um episódio da série brasileira Vai Que Cola, do Multishow.

Édgar Vivar no Vai Que Cola

Édgar Vivar segue atuando, com diversos trabalhos no cinema que serão lançados em breve, além de ainda participar de telenovelas mexicanas. Além disto, o ator também faz palestras contra o bulliyng, relembrando sua experiência com o sobrepeso.

Édgar Vivar atualmente





0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil