O drama de Daisy e Violet Hilton, as gêmeas siamesas do cinema


Na virada do século XX os chamados freak shows, ou shows de aberrações eram muito populares. Eles eram compostos por mulheres barbadas, homens muito fortes (ou mórbidamente obesos) e pessoas com todos os tipos de deficiências e anomalias físicas. Estes shows foram populares até a década de 50, quando começaram a desaparecer.

Normalmente, essas pessoas eram de origem muito pobre, e tinham nos shows itinerantes  a única chance de conseguirem um trabalho para sobreviver, mesmo que em condições muitas vezes degradantes. Muitos deles, haviam sido vendidos a circos ou empresários por suas famílias, alguns logo após o seu nascimento. Este foi o caso das gêmeas Hilton, que nasceram unidas pelo quadril.

Daisy e Violet Hilton, na década de 30

Daisy e Violet Hilton nasceram em Sussex, Inglaterra, em 05 de fevereiro de 1908. Filhas de Kate Skinner, uma mãe solteira, pobre, que trabalhava de garçonete. Mary Hilton, a chefe de Kate, ajudou no parto das meninas, e ao verem que elas nasceram grudadas, comprou as recém nascidas logo após o parto, sabendo que Kate não teria condições de criar as meninas, ainda mais com a anomalia que elas sofriam.

Kate, seu marido e filha, criaram as meninas sob diversos tipos de abusos físicos e mentais, tratando-as apenas como uma propriedade lucrativa. Ainda muito pequenas, elas foram colocadas como atração no pup Queen's Head, pertecente a família. Depois, foram alugadas para o pup Evening Star. As meninas recebiam aulas de canto, dança e aprenderam a tocar instrumentos para complementarem o show.




O médico que havia feito o parto das irmãs, e que as acompanhou por um período, disse que era possível fazer a separação de ambas, mesmo com os poucos conhecimentos médicos da época (elas foram as primeiras siamesas a sobreviverem mais que alguns dias no Reino Unido). As irmãs Hilton não compartilhavam ossos ou órgãos vitais, estando ligadas apenas pela pele das nádegas, e compartilhavam apenas a circulação sanguínea. Mas Mary Hilton não permitiu, para não perder sua principal fonte de lucro.

Poster das apresentações das gêmeas Hilton

Em 1926, já nos Estados Unidos, elas começaram a se apresentar em um espetáculo com Bob Hope, onde apareciam sapateando. Em 1930 Mary Hilton faleceu, e as irmãs ficaram sob propriedades de seu marido e filha. Em 1931, elas processaram a família, e conseguiram romper seu contrato, além de receberem uma indenização de 100 mil dólares por danos. Na época, elas haviam aprendido a tocar jazz.

Elas abandonaram os shows itinerantes, e passaram a se apresentar nos palcos do vaudeville, como o espetáculo The Hilton Sister's Revue. Daisy tingiu o cabelo de loiro, para se diferenciar da irmã.

Violet e Daisy Hilton 

Mas em 1932 elas voltaram a usar cabelos iguais para estreaream no cinema. O diretor Tod Browning, especialista em filmes de terror, contratou as irmãs, e mais diversas atrações de shows de aberrações para atuarem no filme Monstros (Freaks, 1932), produzido pela MGM.

Cartaz de Monstros

As gêmeas Hilton e Wallace Ford em Monstros

 Tod Browning, ao centro, e o elenco de Monstros

O filme causou um grande escândalo na época, e foi mutilado pela censura. Sem grandes chances no cinema, as irmãs voltaram a fazer shows e apresentações, cada vez menos populares e em condições precárias.

Elas chegaram a se casar, com homens diferentes, mas sofreram abuso nas mãos de seus maridos. Posteriormente, ambos os casamentos foram anulados sob a acusação de bigamia. Quando crianças, as irmãs conheceram o mágico Harry Houdini, durante os shows que faziam. Houdini  ensinou a elas técnicas de auto hipnose para que elas pudessem ter momentos sozinhas ou desligarem-se por alguns instantes.

Em 1952 elas retornaram ao cinema, fazendo seu último filme, Chained for Life (1952), uma produção de baixo orçamento, baseada na vida das gêmeas.

Violet e Daisy Hilton em Chained for Life


A última apresentação das irmãs foi em um cine drive-in em 1961. O empresário não pagou elas, e fugiu com o dinheiro da bilheteria, além de levar as malas das irmãs. Sem dinheiro, roupas ou mesmo uma passagem para deixarem a cidade, elas arrumaram um emprego como caixa em uma pequena mercearia local, onde elas trabalhariam pelo resto de suas vidas.

As irmãs moravam em um anexo em cima da loja. E em 04 de janeiro de 1969, após não comparecerem ao trabalho por alguns dias, o patrão delas chamou a polícia para arrombar o pequeno apartamento. Elas haviam morrido vítimas da Gripe de Hong Kong. A autópsia indicou que Daisy havia morrido uns dois dias antes, e que Violet deitou-se na cama ao lado da irmã morta, esperando a morte chegar para ela também, dias depois.

Em 1997 um musical da Broadway foi inspirado na vida das irmãs Hilton, e a peça recebeu quatro indicações ao prêmio Tony. A quarta temporada da série American Horror History: Freak Show, foi inspirada nos circos de berrações.

Leia também: O cãozinho Benji
Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil