Por onde anda? Mark Goddard, de Perdidos no Espaço


Mark Goddard ficou famoso ao interpretar o Major Don West na série de televisão Perdidos no Espaço (Lost in Space, 1965-1968), produzida por Irwin Allen. Baseada no livro A Família Robinson,  série mostrava as aventuras de uma família em uma missão no espaço para colonizar outro planeta, e tornou-se um dos maiores clássicos da televisão mundial.



Charles Harvey Goddard nasceu em 24 de julho de 1936, em Lowell, Massachussetts. Na escola, Goddard foi atleta, jogando basquete e tornou-se capitão do time de beisebol. Ele pensou em tornar-se um atleta profissional, mas o chefe da sociedade dramática local o encorajou a tornar-se ator. Sua primeira experiência no palco foi em uma montagem estudantil de uma peça de Sheakespeare.

Ele mudou-se então para Manhattan, e matriculou-se na Acadêmia Americana de Artes Dramáticas e começou a fazer trabalhos como ator em eventos. Mark escreveu uma carta ao diretor Joseph Anthony, pedindo conselhos para trabalhar em Hollywood. Anthony o indicou à agência de talentos de William Morris, uma das mais famosas da época.

 Em 1959 ele estreou como ator no telefilme Woman on the Run (1959), estrelado por Joan Crawford. Goddard foi convidado então para atuar na série Johnny Ringo (1959-1960), produzida pela CBS. A série era estrelada por Don Durant, que vivia o xerife Ringo, e Goddard fazia Cully, seu assistente. 

Don Durant e Mark Goddard em Johnny Ringo

Quando Johnny Ringo foi cancelada, ele passou a fazer participações em diversos seriados, até entrar para o elenco fixo de Robert Taylor, Detetive (The Detectives, 1959-1962), que estava em sua segunda temporada.

Em 1963 o ator ganhou as páginas dos jornais ao descobrir o corpo de Karyn Kupcinet. Goddard e sua primeira esposa foram até a sua casa, preocupados por não ter notícias da amiga, quando a encontraram nua e estrangulada em seu sofá. A atriz fora assassinada seis dias depois da morte do presidente John Kennedy, e houve especulações que as mortes estariam relacionadas. (leia mais sobre a morte da atriz aqui)

Goddard também fez participações em diversas séries como The Rifleman, A Lei de Burke (Burke's Law), A Família Buscapé (The Beverly Hillibillies), O Homem de Virgínia (The Virginian), Gunsmoke, Perry Mason e O Fugitivo (The Fugitive).

Depois, ele voltou a estrelar uma nova série, chamada Many Happy Returns (1964-1965), que foi cancelada após a primeira temporada. Apesar de sua série durar pouco, seu nome já era popular entre o público e ele começava cada vez mais a despontar para o estrelato.


Ele então estreou no cinema, atuando em O Maravilhoso Homem que Voou (The Monkey's Uncle, 1965), uma produção dos Estúdios Disney, estrelada por Tommy Kirk e Annette Funicello. Depois atuou em Obsessão de Amar (A Rage to Live, 1965), estrelado por Suzanne Pleschette e Bradford Dillman.


Annette e Mark Goddard em O Maravilhoso Homem que Voou

Mas sua grande chance veio quando foi escalado para interpretar o Major Don West na série de televisão Perdidos no Espaço (Lost in Space, 1965-1968), o piloto da nave Júpiter II. Mark havia sido escalado para ser o galã da série, apaixonado pela por Judy Robinson (papel de Marta Kristen). Mas com o tempo, a série foi mudando, e a relação amorosa do casal foi diminuindo.

Elenco de Perdidos no Espaço

A primeira temporada da série foi gravada em preto e branco, mas após o sucesso da série Batman, ela passou a ser filmada em cores. O popular personagem do Dr Smith (papel de Jonathan Harris) e Robbie, o Robô, não existiam inicialmente. Mas o Dr. Smith ficou popular após o personagem aparecer em um episódio (ele aparecia apenas em alguns episódios), e as aventuras da dupla passaram a ganhar o protagonismo, dominado os novos capítulos da série.

June Lockhart e Guy Williams, os protagonistas originais, ficaram encimados, mas Mark não se importou, e ele e Harris tornaram-se grandes amigos. 

Jonathan Harris e Mark Goddard

Para aumentar sua participação, foi pensado em criar um novo personagem, também interessado em Judy Robison, que levaria Don West  a ter crises de ciúmes, mas a série, apesar do sucesso, foi cancelada devido aos altos custos. Irwin Allen, era um grande produtor, mas suas séries tinham um alto custo, e devido o sucesso de Terra de Gigantes (Land of the Giants, 1968-1970), ele cancelou todas as outras séries e passou a priorizar a que dava mais lucro.

Uma curiosidade, Mark Goddard, que ficou famoso na televisão como um piloto de uma espaçonave, era primo de Robert H. Goddard, um famoso cientista em tecnologia de foguetes.

Apesar de ter atuado no filme Loucos Sonhos Dourados (The Love-Ins, 1967), não conseguiu emplacar uma carreira com o final da série. Mas ele pareceu não se importar muito com isto, retornando aos estudos, e obtendo um mestrado em educação. 

Em entrevista, anos depois, o ator declarou: "Eu tive uma vida maravilhosa como ator, mas não queria ficar sentado em Hollywood, como uma ex celebridade procurando desesperadamente seu próximo emprego."

Nesta época, atuou esporadicamente, tendo seu maior destaque em dois episódios da série The Mod Squad, em 1968 e 1970. Também fez uma participação em Sonhos de um Sedutor (Play It Again, Sam, 1972), estrelado por Woody Allen. Neste filme, trabalhou junto com a atriz Susan Anspach, com quem havia se casado em 1970.

Com Julie Adams em Moud Squad

Na década de 70 ainda atuou esporadicamente fazendo algumas participações em séries de televisão, e atuou com Liza Minelli no teatro, atuando na peça The Act, entre 1977 e 1978. Também fez um pequeno papel em O Ritmo da Felicidade (Roller Boogie, 1979), onde interpretou um professor.

Beverly Garland e Mark Goddard em O Ritmo da Felicidade

Sua carreira de ator foi diminuindo cada vez mais, e no final da década de 80 abandonou a atuação, voltou para Massachussets e foi trabalhar como professor e treinador de basquete. Também apresentou um programa educativo para a televisão a cabo local.

Trabalhou como professor até se aposentar em 1998, e especializou-se em lecionar para crianças com problemas de comportamento. Sua filha, Melissa Goddard, tornou-se produtora cinematográfica, e escreveu junto com o pai o roteiro do filme Uma Família às Avessas (Big Girls Don't Cry... They Get Even, 1992), baseado em suas experiências como educador.

Em 1998 ele retornou ao cinema, fazendo uma participação no filme Perdidos no Espaço: O Filme (Lost in Space,1998), remake cinematográfico de sua famosa série televisiva. Mark interpretava um general. Mas o filme não foi muito bem recebido, e tornou-se um fracasso de bilheteria.

Mark em Perdidos no Espaço: O Filme 

Ele ainda faria mais algumas aparições como ator, como no filme Soupernatural (2010), que tinha no elenco antigos astros de séries de televisão, como Lou Ferrigno (Hulk) e Butch Patrick (Os Monstros).

Em 2009 escreveu sua autobiografia, chamada To Space and Back (Pro espaço e de volta). Atualmente ainda vive em Massachussets, com Evelyn Pezzulich, sua terceira esposa.

Elenco de Perdidos no Espaço reunidos em 2011: Da esquerda pra direita Angela Cartwright, Marta Kristen, Bill Mumy, June Lockhart e Mark Goddard.

Ignacio Serrichio e Mark Goddard no lançamento de Perdidos no Espaço, remake da série
lançada pela Netflix, em abril de 2018. Ignacio interpreta o personagem Don West,
personificado  por Goddard em 1965


Leia também: O galã Bradford Dillman

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil