Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Por Onde Anda? O Ator Edward Furlong, de O Exterminador do Futuro II


Em 1991 o ator Edward Furlong tornou-se a nova sensação de Hollywood, após interpretar o filho de Sarah Connor no sucesso O Exterminador do Futuro II. Porém, altos e baixos na vida do jovem ator, impediram a sua chance de atingir o estrelato.

Edward Furlong e Arnold Schwarzenegger em O Exterminador do Futuro

Edward Walter Furlong nasceu na Califórnia, em 02 de agosto de 1977.

Edward Furlong nunca soube quem era o seu pai, e teve uma relação conturbada com sua mãe. Em 1990 ele foi adotado por sua tia Nancy, irmã de sua mãe, e adotou o nome de seu marido, Sean Furlong.

O Começo da Carreira

Furlong foi descoberto pelo diretor de elenco de O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (The Terminator 2, 1991), quando frequentava aulas em um centro de apoio para jovens carentes.

O filme fez um enorme sucesso, e projetou o nome do jovem ator, então com 13 anos de idade, para o mundo. Ele ganhou diversos prêmios como revelação, e recebeu muitos novos convites para atuar no cinema.





Em seguida o ator atuou em outro sucesso, o terror O Cemitério Maldito II (Pet Sematary II, 1992) e no drama Nada a Perder (American Heart, 1992).

Edward Furlong em O Cemitério Maldito 2

Gozando de extrema popularidade no Japão, o rapaz aceitou uma proposta milionária para fazer alguns comerciais de macarrão estântaneo no país, e durante sua estada, gravou um disco como cantor, dedicado ao público japonês.

Ao retornar aos Estados Unidos, apareceu no videoclipe Livin' on the Edge, da banda Aerosmith, e atuou nos filmes Caminho de Pedras (A Home of Our Own, 1993), Brainscan: Jogo Mortal (Brainscan, 1994), Fuga Para Odessa (Little Odessa, 1994), Ensina-me a Viver (The Grass Harp, 1995) e Antes e Depois (Before and After, 1996).

Merysl Streep e Edward Furlong em Antes e Depois

Em 1993, Furlong se emancipou, saiu da casa dos tios, e foi morar com sua agente, Jacqueline Domac. Seu tio chegou a processar Domac por abuso de menores, mas o processo não foi para a frente. Domac tornou-se companheira e tutora legal de Furlong, masa o casal teve uma relação turbulenta.

Eles se separaram em 1999, e ela acusou o ator de agressão e violência doméstica, e o processou exigindo 15% de seus cachês pelo seu trabalho como agente.

Edward Furlong ganhou elogios da crítica pelo seu papel no cultuado A Outra História Americana (American History X, 1998), e ainda teve papéis de destaque em O Preço da Fama (Pecker, 1998) e Detroit Rock City (1998).

Edward Furlong e Edward Norton em A Outra História Americana

O ator tinha uma carreira respeitável em Hollywod, porém, como muitos astros juvenis, acabou tendo problemas com alcóol e drogas, fazendo com que muitos diretores não quissessem mais trabalhar com ele.

Finalmente, no ano 2000, Furlong foi parar em uma clínica de reabilitação pela primeira vez. O filme Fábrica de Animais (Animal factory, 2000), foi lançado enquanto ele estava internado.

Anos 2000

Após deixar a clínica, Edward Furlong viu os convites desaparecerem. Ele fez alguns poucos trabalhos em produções independentes, e voltou a mídia em outro vídeoclipe, The Unnamed Felling, da banda Mettalica, lançado em 2004.

Um ano antes, o público estava ansioso para ver Furlong repetir seu papel em O Exterminador do Futuro 3, mas devio a sua depedência química, ele acabou sendo substítuido por Nick Stahl.

Seu retorno no cinema, em filmes de terror de baixo orçamento, chamou pouca atenção dos fãs do ator, que esteve no elenco de obras como O Corvo: Vingança Maldita (The Crow: Wicked Prayer, 2005) e Caverna Maldita 2 (Intermedio, 2005).

E durante as filmagens de Jimmy e Judy (Jimmy and Judy, 2006), ele conheceu a atriz Rachel Bella, com quem se casou. Ainda em 2006 nasceu o filho do casal.

Bella pediu o divórcio em 2009, junto com uma ordem de restrição contra o ator, que teria a agredido. Ela posteriormente retirou a ordem, para que ele pudesse visitar o filho, mas em 2012, durante um exame, foram encontrados resquicios de cocaína no organismo do menino, então com seis anos de idade, e Edward Furlong passou a só poder ver o filho em visitas monitoradas.

Rachel Bella e Edward Furlong

Edward Furlong vai para a prisão (várias vezes)

Em 2010, Furlong foi condenado a três anos de liberdade condicional por descumprir a ordem de restrição obtida por Bella. Em outubro de 2012, ele foi preso e acusado de crime de violência doméstica contra sua nova namorada, a atriz Monica Keena. Ele foi preso novamente no mês seguinte, por agredir Keena mais uma vez. Dois meses depois, ele foi preso novamente por bater em Keena.

Em março de 2013, ele foi condenado a 180 dias de prisão por violação da liberdade condicional após "usar a força" contra a ex-namorada e por violação de medida protetiva, proibindo abordagem e contato com Keena. Ele foi preso novamente em maio de 2013 por agredir sua namorada e evitou uma nova sentença de prisão depois de concordar com cinco anos de liberdade condicional, ir para a reabilitação por dependência de drogas por 90 dias e passar por um ano de aconselhamento sobre violência doméstica. Ele já havia cumprido 61 dias de prisão.

Neste período turbulento, Edward Furlong atuou em uma dezena de filmes inexpressivos, mas apareceu em cinco episódios de CSI Nova York (CSI: NY) e teve duas cenas em O Besouro Verde (The Green Hornet, 2011).

Edward Furlong em Besouro Verde

A reabilitação

Foi somente em 2018 que Edward Furlong conseguiu vencer o vício contra as drogas, e frequenta o Alcólicos Anônimos desde então. E em 2021, durante uma entrevista, declarou que durante a desintoxicação, desenvolveu uma compulsão alimentar, que passou a ser seu novo vício.

Muito acima do peso, o ator em nada lembrava o rapaz que fez as adolescentes suspirarem no começo dos anos 90.

Edward Furlong ainda atua, geralmente em produções de baixo orçamento, com distribuição limitada. Seus papéis recentes mais notáveis foram dois episódios da série Star Trek: Renegades (em 2015 e 2017) e quando gravou expressões faciais para O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio (Terminator: Dark Fate, 2019).

Seu personagem, John Connor, como visto no filme, foi feito por computação gráfica.

O último trabalho do ator, até o momento, foi no filme The Forrest Hill (2023).

Edward Fulgong em The Forrest Hill

Leia também: Arnold Schwarzenegger completa 76 anos de idade

Leia também:  Relembrando a trajetória do breve Paul Walker

Leia também: Judith Barsi, a estrelinha morta aos 10 anos de idade, pelo próprio pai

Leia também:  O breve e talentoso River Phoenix, o irmão de Joaquin Phoenix, que partiu cedo demais

Leia também:  Brad Renfro, mais um garoto perdido de Hollywood, morto aos 25 anos de idade

Leia também:  O triste fim de Amanda Peterson, a estrela de Namorada de Aluguel, morta aos 43 anos de idade

Leia também: Corey Haim, o garoto perdido

Leia também:  Lee Quigley, a mais jovem vítima da Maldição do Superman

Leia também: Jonathan Brandis, o fim de uma triste história

Leia também: A breve vida de Sage  Stallone

Veja Também: As Mais Belas Atrizes dos Anos 80 (Antes e Depois)

Veja Também: Quentin Tarantino Já Foi Figurante

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

Siga também nosso Instagram

Siga também no Kwai

Ajude o site a se manter no ar, contribua com qualquer valor no PIX contatomemoriacine@gmail.com



Postar um comentário

0 Comentários