Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Morre a atriz Maria Helena Dias, aos 91 anos de idade




A atriz Maria Helena Dias morreu dia 01 de agosto, aos 91 anos de idade. Amigos da atriz entraram em contato conosco, e comunicaram seu falecimento. Ela estava internada desde os dia 24 de julho, após ter passado mal em sua residência.

Maria Helena Dias naceu em São Paulo, em 13 de setembro de 1931. Ela começou a carreira como manequim, desfilando para as lojas Mappin. Como modelo e manequim, chegou a desfilar para grifes de luxo da Europa.

E foi desfilando que ela estreou na televisão, participando de um programa da Tupi, onde mostrava os modelitos de um estilista. A bela moça chamou a atenção de um diretor, que a convidou para ser atriz.

Maria Helena estreou como atriz em um teleteatro da TV Tupi em 1952, e durante a década de 1950 atuou em diverças peças feitas para a televisão, na Tupi, TV Paulista, TV Continental e TV Rio.

Nathalia Timberg, Maria Helena Dias e Aldo de Maio em um teleteatro da TV Tupi

Em 1958 a atriz estreou no cinema, atuando em Macumba na Alta (1958), e ainda no mesmo ano fez O Cantor e o Milionário (1958) e Chofer de Praça (1958). Dois anos depois, fez Zé do Periquito (1960), contracenando com Mazzaropi nos dois últimos.

Maria Helena Dias e Mazzaropi em Chofer de Praça

Em 1964 Maria Helena Dias estreou nas telenovelas, atuando em Renúncia (1964), na TV Record. Ela se tornaria uma das maiores estrelas das novelas brasileiras, integrando o elenco de diversas produções.

Na Record, ainda fez Banzo (1964), e depois na Excelsior, atuou em Onde Nasce a Ilusão (1965) e Em Busca de Felicidade (1965). De volta a Tupi, participou de Paixão Proibida (1967) e O Décimo Mandamento (1967).

Maria Helena Dias e Lima Duarte em O Décimo Mandamento

Lolita Rodrigues, Maria Helena Dias e Odete Lara em Em Busca da Felicidade

Em 1968 a atriz foi contratada pela Rede Globo, onde fez A Grande Mentira (1968). Na emissora, Maria Helena Dias atuaria em diversas produções, como A Ponte dos Suspiros (1969), O Preço de Um Homem (1971), Escalada (1975), Um Sol Maior (1977) e Ciranda Cirandinha (1978).

Maria Helena Dias, Tarcísio Meira e Renne de Vielmond em Escalada

Em 1979 interpretou Filomena Baldaracci em Pai Herói, atuando ao lado de Jonas Bloch. Em 1980 esteve presente no elenco de Água Viva, na trama ela deu vida à personagem Clara, a assistente social do orfanato que vivia Maria Helena (vivida por Isabela Garcia).

Em 1980 interpreta sua primeira vilã, a ex-modelo ousada Luísa, na novela Plumas e Paetês. No ano seguinte interpreta a médica Lígia em Ciranda de Pedra (1981), na trama ela era dona de uma clínica de neurologia onde o personagem Daniel (Armando Bógus) trabalha, os dois estudaram juntos e foram quase noivos, após a separação Lígia sofre por ainda amar Daniel. 

Em 1982 faz parte do grupo de sete amigas da novela de grande sucesso Elas por Elas (1982) na trama deu vida a trabalhadora Carmem. Acumulou na emissora outros trabalhos memoráveis, entre eles a enticante Olívia em  Champagne, a simpática Magda em Um Sonho a Mais (1985) a prostituta Zuleika Cinderela em Tieta (1989), a amarga Samira em Rainha da Sucata (1990) e a costureira Julia em Fera Ferida (1993).

Maria Helena Dias e Reginaldo Faria em Elas Por Elas

Maria Helena Dias e Jandir Ferrari em Rainha da Sucata

No cinema, ainda atuou Asfalto Selvagem (1964), Esse Mundo è Meu (1964), The Gentle Rain (produção americana, 1966), Vidas Estranhas (1968), O Pecado de Marta (1971), O Super Manso (1974), Além da Paixão (1985), Corpo Livre (1985) e Os Heróis Trapalhões - Uma Aventura na Selva (1988).

Jece Valadão e Maria Helena Dias no filme Asfalto Selvagem

No começo da década de 1990 a atriz foi para a Manchete, onde fez Floradas na Serra (1991), Ilha das Bruxas (1991) e O Fantasma da Ópera (1991).

Depois, faria basicamente participações especiais, aparecendo em A Próxima Vítima (1995), História de Amor (1995), Cara e Coroa (1996) e Anjo de Mim (1996).

Maria Helena Dias em A Próxima Vítima

Depois de alguns anos afastada, atuou na novela Cobras e Lagartos (2006), e se afastou definitivamente após atuar em um episódio da série Carga Pesada (2007). Desde então, vivia reclusa, longe dos holófotes.


Leia também: Morreu a atriz e dubladora Gessy Fonseca, aos 94 anos de idade

Leia também: Hebe Camargo, mais que a Rainha da TV Brasileira

Leia também: Lolita Rodrigues completa 93anos

Leia também: Laura Cardoso comemora 95 anos de vida, em plena atividade

Veja também: A História de Eva Wilma

Veja também: Tributo à atriz Cacilda Becker

Veja Também: Os Artistas que Morreram em 2021

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

Siga também nosso Instagram

Postar um comentário

0 Comentários