O cantor e ator Alfredo Simoney, o pai de Ney Latorraca


O ator Ney Latorraca, um dos mais expressivos atores de sua geração brilhou no teatro, cinema e televisão, mas seu pai, Alfredo Simoney, também foi artista, fazendo muito sucesso como cantor e ator nas décadas de 1940 e 1950.



Alfredo Simoney (também creditado como Alfredo Simonei) é o nome artístico de Alfredo Latorraca, nascido no Rio de Janeiro, em 27 de novembro de 1917.

Ele começou a carreira de cantor no final da década de 1930, cantando na Rádio Transmissora do Rio de Janeiro, mas ganhou destaque no Programa do Almoço, na Rádio Mayrink Veiga, em 1940.



Mas foi como crooner dos principais cassinos do Brasil que ele realmente ficou famoso. Simoney foi uma das grandes atrações do Cassino da Urca, onde chegou também a ser diretor artístico.

Além de cantor, ele também era ao apresentador oficial do Cassino, apresentando shows de nomes como Grande Otelo e Carmen Miranda, e também as grandes atrações internacionais exibidas pela casa, como Josephine Baker. Certa vez, ao apresentar o cantor mexicano Pedro Vargas, Alfredo Simoney se confundiu, anunciando a atração como Getúlio Vargas. Isto foi suficiente para que Alfredo fosse detido pela polícia política para dar explicações.

Em 1944, enquanto fazia uma temporada no Cassino de Santos, conheceu a corista Nena Latorraca, com quem se casou. No mesmo ano nasceu Ney Latorraca, o único filho do casal. O ator Grande Otelo foi o padrinho de batismo de Ney.


Alfredo Simoney

Em 1946 os cassinos foram proibidos no país, e a família passou dificuldades financeiras. Eles então se mudaram para São Paulo, onde Simoney passou a cantar nas boates da capital paulista.

Depois, foi contratado pela Rádio Record, tornando-se um grande cartaz da emissora.


Aracy de Almeida, Almiranda, Isaurinha Garcia e Alfredo Simoney na Rádio Record




O cantor também esteve presente na inauguração da TV Record, em 1953, e fez diversos programas no canal, onde também trabalhou como ator. Foi na Rádio Record também que o pequeno Ney Latorraca estreou como ator (em rádio novelas), aos 6 anos de idade.


Neide Fraga e Alfredo Simoney atuando na Record


Nena Simoney (Nena Latorraca), Alfredo Simoney e o filho Ney Latorraca


E apesar da longa carreira de cantor, Alfredo Simoney só gravaria seu primeiro disco em 1953, quando o sanfoneiro Mário Zan o levou para a a gravadora Sinter. Ele também gravou na Mocambo e Copacabana, e foi também compositor.





No cinema, apareceu cantando nos filmes Floradas na Serra (1954), Três Garimpeiros (1955) e Carnaval em Lá Maior (1955), este último produzido pela Record.

Em 1956 foi para a TV Tupi, onde permaneceu até se aposentar, em 1959.



Alfredo Simoney cercado de fãs


Alfredo Simoney e Luiz Vieira

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil