Relembrando Gardney McKay, de Aventuras no Paraíso


Ator, escultor, aventureiro e escritor, Gardner McKay teve uma breve passagem por Hollywood, e ficou marcado como o astro da série Aventuras no Paraíso (Adventures in Paradise, 1959-1961).



George Cadogan Garnerd McKay nasceu em Nova York, em 10 de junho de 1932. Filho do publicitário Hugh Deane McKay e da socialite Catherine "Kitty" Gardner McKay. Ele também era neto do construtor de navios Donald McKay.

Gardner McKay foi morar com sua família em Paris, onde ele estudou artes plásticas em algumas das melhores escolas da França. McKay e sua família deixaram à Europa quando eclodiu a Segunda Guerra Mundial.

Nos Estados Unidos ele frequentou a Universidade de Cornell, onde estudou artes, mas não chegou a se formar. Ele abandonou a Universidade aos 19 anos, e foi viver no Greenwich Village, onde trabalhou como escultor, escritor e fotógrafo, fazendo fotos para o The New York Times e para a Revista Life.

Uma de suas esculturas foi exibida no Museu de Arte Moderna de Nova York, e durante um evento do museu, Gardner McKay chamou a atenção do fotógrafo Richard Avedon, que o convidou para fazer trabalhos como modelo, ao lado da famosa Suzy Parker.


Gardner McKay trabalhando como escultor


Gardner McKay e Suzy Parker, em ensaio de moda


O diretor Dore Schary viu suas fotos como modelo, e ficou impressionado com a beleza do rapaz. Schary convenceu a MGM a contratar o rapaz. Ele estreou como ator na série de televisão The Thin Man (1957), e no mesmo ano fez um pequeno papel em A Árvore da Vida (Raintree Country, 1957), estrelado por Elizabeth Taylor e Montgomery Clift. Mas após gravar este filme, foi demitido da MGM.

O ator também faria outras aparições em séries de televisão até conseguir um papel fixo em Boots and Saddles (1957-1958).


Gardner McKay e Louise O'Brien em Boots and Saddles 


Ele ainda teve pequenos papéis nos filmes Amantes em Férias (Holliday for Lover, 1959), que tinha cenas filmadas na cidade de São Paulo, e em O Canalha (The Right Approach, 1961), antes de ficar famoso como o Capitão Adam Troy de Aventuras no Paraíso (Adventures in Paradise, 1959-1961).

O jovem ator praticava diversos esportes, e adorava surfar. Essas atividades físicas lhe deram um corpo bronzeado e esculpido. Um dia, já desapontado com a carreira de ator, foi visto pelo escritor Dominick Dunne (pai da atriz Dominique Dunne, de Poltergeist), que procurava um novo ator para protagonizar uma série que ele estava escrevendo. Dunne deu um cartão a McKay, sem nem saber que ele era ator.

E foi assim que ele ficou com o papel que lhe consagrou como ator.






A série mostrava as aventuras do Capitão Adam Troy, um veterano da Guerra da Coreia, que à bordo da escuna Tiki III, navegava pelos mares do Pacífico. O programa durou três temporadas.




Com o fim da série, ele ainda atuou em Em Busca do Prazer (The Pleasure Seekers, 1964), estrelado por Ann-Margret, com quem ele namorou brevemente. Gardner Mckay também namorou Soraya, a princesa do Irã que tornou atriz.


Gardner McKay e Ann-Margret em Em Busca do Prazer


Gardner McKay e a Princesa Soraya


O ator ainda faria I Sailed to Taiti (1969) e The Low Price of Fame (1970). 


Gardner McKay em  I Sailed to Taiti


Em 1962 ele havia sido convidado por George Cuckor para atuar em Something's Got to Give, ao lado da estrela Marilyn Monroe. Porém, o ator recusou a oferta, e a própria Marilyn telefonou para ele pedindo para ele repensar a oferta, que ele continuou negando. O papel acabou com Dean Martin, mas o filme ficou inacabado porque a atriz morreu durante as filmagens.




McKay abandonou Hollywood, passando a dedicar-se a fotografia, escultura e escrita. Ele voltou a expor suas esculturas em Museus e escreveu pelas e romances, além de virar crítico literário. Também foi professor de literatura em algumas universidades.

Em 1973 ele escreveu e dirigiu um filme para a TV, chamado Me (1973), mas já estava farto de atuar. Ele também viajou pelo mundo, fazendo expedições pela Amazônia, Egito, e navegou pelos mares do Caribe Mas sossegou em 1980, após se casar com Madeleine Madigan.

McKay então comprou uma mansão em Beverly Hills, que tinha diversos animais exóticos, como guepardos, leões e macacos, trazidos de suas viagens internacionais.



Depois ele se mudou para o Havaí, onde faleceu em 21 de novembro de 2001, aos 69 anos de idade. Gardner McKay morreu vítima de câncer de próstata. 










Veja também: Eva Charbo - A Sobrevivente Brasileira do Titanic (Verdade ou Mentira?)




0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil