Relembrando Davy Jones, o astro de Os Monkees


Considerada por muitos a primeira boy band pré fabricada da indústria do entretenimento, Os Monkees eram formados por Davy Jones (voz e percussão), Micky Dolenz (voz e bateria), Peter Tork (baixo, teclado e voz) e Mike Nesmith (voz e guitarra). Seus discos venderam cerca de 65 milhões. 

Os rapazes estrelaram uma bem sucedida série de televisão, e Jones se tornou um grande astro adolescente da época, arrancando suspiros de diversas mocinhas apaixonadas.






David Thomas Jones nasceu em Manchester, Inglaterra, em 30 de dezembro de 1945. Sua mãe morreu vítima de enfisema quando ele tinha 14 anos de idade, antes de ver o filho iniciar a carreira artística no ano seguinte.

Jones estreou na televisão em 1961, aparecendo em um episódio da série Coronation Street. Ele fez outros trabalhos na televisão, aparecendo inclusive na bem sucedida Z Cars (1962).


Davy Jones em Coronation Street


Mas em 1962 ele decidiu parar de atuar e investir em outra carreira. Baixinho, medindo apenas 1,60 de altura, Davy Jones começou a trabalhar como jockey de corridas de cavalos. Ele nutriria uma paixão por cavalos durante toda a vida.

Mas foi seu treinador quem fez o jovem rapaz retomar a carreira de ator. Ele soube que estavam procurando um garoto para a montagem teatral de Oliver, no West End Londrino, e indicou Davy Jones para o papel de Artful Dodger.

Davy Jones ficou com o papel, e fez um enorme sucesso nos palcos, indo em seguida para os Estados Unidos, onde repetiu o trabalho na Brodway. Por Oliver (1964) ele foi indicado a um prêmio Tony.


Davy Jones em Oliver


Em 09 de fevereiro de 1964 Jones apareceu no famoso programa de TV The Ed Sullivan Show, junto com sua colega de elenco Georgia Brown. A participação do programa fez dele um astro instantâneo nos Estados Unidos, ainda mais porque o programa também marcou a primeira aparição dos Beatles na televisão americana, o que gerou recordes de audiência.


Davy Jones no The Ed Sullivan Show


Sobre aquela noite, anos mais tarde, Jones declararia: "Eu assisti aos Beatles do lado do palco, e vi as meninas enlouquecendo e disse a mim mesmo, é isso que quero, eu quero um pedaço disto!"

Logo após aparecer na TV americana, ele foi contratado pela Screen Gems (uma divisão televisa da Columbia Pictures), que de imediato o testou como ator em séries de TV como Ben Casey e The Farmer's Daughter.

Jones também gravou um disco pela Colpix Records (que também pertencia a Columbia), e em agosto de 1965 estreou na Billlboard Hot 100 com o single What Are We Going To Do?.




Em 1966 os produtores Bob Rafelsone e Bert Schneider criaram o programa de televisão Os Monkees (The Monkees, 1966-1968), que mostrava o dia a dia de uma banda pop formada por adolescentes. Davy, apesar de ser o único contratado do estúdio, também precisou fazer os rigorosos testes de elenco para ficar com o papel. 

Dos 4 garotos escolhidos, apenas Davy Jones e Mike Dolenz tinham experiência em atuação. Dolenz, entretanto, era o único que tinha uma bem sucedida carreira como ator, tendo protagonizado a série O Menino do Circo (Circus Boy, 1956-1957), quando criança.




O grupo também estrelou o longa metragem, Os Monkees Estão de Volta (Head, 1968). O filme ainda tinha no elenco Victor Mature e Annette Funicello.


Victor Mature e os Monkees, nos bastidores de Os Monkees Estão de Volta


O sucesso de Davy Jones era tanto que um cantor inglês novato chamado David Jones foi aconselhado a mudar de nome artístico, adotando então a alcunha de David Bowie.

No Brasil, a série foi exibida inicialmente em 1967, na TV Excelsior, sendo posteriormente exibida na TV Tupi, Globo e TV BandeirantesApesar do programa ter acabado em 1968, a banda Os Monkees durou até 1970.



Em 1971, em carreira solo, Davy Jones lançou o disco Girl, e a canção Rainy Jane alcançou o número 52 nas paradas de sucesso da Billboard. Para promover o álbum, ele fez uma participação na série de TV The Brady Bunch, onde cantou Girl.


Davy Jones em The Brady Bunch

Na década de 1970 Jones fez mais alguns trabalhos como ator, aparecendo em episódios da série O Jogo Perigoso do Amor (Love, American Style) e trabalhou também em animações. Ele foi um dos muitos artistas convidados a aparecer no desenho Scooby Doo, e dublou os longas A Ilha do Tesouro (Treasure Island, 1973) e Oliver Twist (Idem, 1974), repetindo o papel que havia feito anos antes no teatro.


Davy Jones no Scooby Doo

Em 1976 as reprises do programa Os Monkees estavam fazendo sucesso na televisão, e levou a Screem Gems a lançar um disco com os maiores sucessos da banda. Aproveitando o sucesso Davy Jones se reuniu com o amigo Mike Dolenz, e montou uma banda chamada Dolenz, Jones, Boyce & Hart. Em 1977 Jones e Dolenz também se apresentaram no teatro, na peça The Point! (1977).



Mas é curioso como um artista famoso, talentoso e versátil como Jones não conseguiu uma bem sucedida carreira solo após o fim  dos Monkees. Ele só retomou o status de celebridade quando em 1986 a MTV americana reprisou os Mokees na televisão, o que resultou em uma nova Monkeemania, não vista desde o auge da banda. 

Jones, Tork, Dolez e Nemisth se reuniram entre 1986 e 1989, aproveitando a fama e celebrando os 20 anos da banda. Eles lançaram inclusive um novo algum, Pool It!, que entretanto não contou com a partição de Michael Nesmith.



Em 1996, uma nova reunião rendeu o disco Justus, agora com o retorno de Nesmith. Celebrando os 30 anos da banda, foi a última vez que os quatro Monkees se reuniram.


Os Monkees em 1996

Apesar de ter priorizado a carreira musical, Jones eventualmente fez outros trabalhos como ator. Ele apareceu em séries de TV como Na Mira do Tira (Sledge Hammer!), Pais Demais (My Two Dads), O Mundo é dos Jovens (Boys Meets World), Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira (Sabrina the Teenage Witch), Hey Arnold! e The Single Guy, onde é confundido com o ator Dudley Moore.


Davy Jones e Melissa Joan Hart em Sabrina, Aprendiz de Feiticeira


Jones também apareceu no filme A Família Sol, Lá, Si, Dó (The Brady Bunch Movie, 1995), devido ao sucesso de sua participação no spin off do programa, que ele participou em 1971. No filme, ele novamente cantou a canção Girl

Também apareceu em Jackie Goldbert Private Dick (2011), seu último trabalho como ator. Em ambos os filmes ele interpretou a si mesmo.


Davy Jones em A Família Sol, Lá, Si, Só



Em 1997 ele também participou de um show da banda U2, onde cantou Daydream Beliver, um dos maiores sucessos dos tempos dos Monkees. Jones gravaria outros discos e em 2008 foi nomeado pela Yahoo como "O ídolo adolescente número 1 de todos os tempos". No ano seguinte, fiou em 10 lugar na lista de ídolos adolescentes feita pela Fox News.

Em 2009 ele fez uma participação especial no desenho Bob Esponja, que fazia trocadilho com a lenda de Davy Jones, uma entidade mitológica conhecida entre os marinheiros como "O Holandês Voador".



Davy Jones em Bob Esponja

Além de cantar e atuar, Davy Jones teve uma loja de roupas (onde o cliente podia desenhar suas próprias peças) e um mercado em Nova York. Ele também foi produtor musical, tendo trabalhado com Os Osmonds e os Jackson Five.

Ele também criou cavalos, e competiu profissionalmente em torneios de equitação a partir da década de 1990. Davy Jones foi casado 3 vezes e teve quatro filhas.

Em 2011 foi anunciado que os Monkees se reuniriam novamente. Porém infelizmente o projeto não pode ser concretizado. Na manhã de 29 de fevereiro de 2012 Davy Jones sentiu fortes dores no peito enquanto cuidava de seus 14 cavalos.

Ele foi levado para o hospital, onde foi declarado morto após sofrer um ataque cardíaco. Davy Jones morreu com apenas 66 anos de idade.

Na época, ele também tinha planos de fazer uma turnê ao lado de outro ídolo juvenil de seu tempo, seu amigo David Cassidy, o astro de A Família Dó-Ré-Mi (The Partridge Family, 1970-1974).


David Cassidy e Davy Jones




Davy Jones e as filhas








0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil