O breve e atormentado Freddie Prinze


O comediante Freddie Prinze teve uma meteórica carreira, mas não soube lidar com a fama repentina. Pai de Freddie Prinze Jr. (astro adolescente das décadas de 1990 e 2000), Freddie Prinze, o pai, morreu com apenas 22 anos de idade.




Frederick Karl Pruetzel nasceu em Nova York, em 22 de junho de 1954. Filho de mãe porto-riquenha e pai imigrante alemão, Freddie Prinze foi uma criança gordinha, que sofria bullying na escola, o que o fez desenvolver um grande senso de humor para lidar com a intimidação que sofria.

Aos 16 anos ele se apresentou pela primeira vez no Improv Club, uma casa de stand up, onde fez sucesso imediato. Ele abandonou o colégio e começou a trabalhar em tempo integral como comediante, adotando o nome artístico de Freddie Prinze (Prinze era uma referência ao título auto denominado "o príncipe da comédia").

Em 1973, com 18 anos de idade, ele se apresentou no famoso programa Tonight Show, apresentando por Johnny Carson. Sua performance agradou tanto que a rede NBC o convidou para estrelar a série Chico and the Man, ao lado do veterano Jack Albertson.

Freddie interpretava Chico Rodriguez, um rapaz mexicano recém chegado aos Estados Unidos em busca de emprego. A série durou quatro temporadas, ficando no ar entre 1974 e 1977.





Em 1975 o jovem ator também lançou um disco de comédia, chamado Looking Good, que impulsionou ainda mais sua carreira. Ele foi convidado dos principais programas de entrevistas e variedades da televisão americana na época.





Freddie Prinze ao lado de Dean Martin, e diversas outras celebridades da época


A fama instantânea tinha seu lado negativo. Freddie se tornou viciado em drogas, e abusava de barbitúricos e remédios para dormir. Ele também se tornou uma pessoa instável e desconfiada, não sabendo se as pessoas gostavam dele ou apenas de seu sucesso.  O ator chegou a ser preso por porte de drogas em 1976.

Em 1975, em Las Vegas, ele se casou com Katherine Cochran, com quem teve um filho, o também ator Freddie Prinze Jr (nascido em 08 de março de 1976).


Freddie Prinze e o filho Freddie Prinze Jr.



Ainda trabalhando em Chico and the Man, o ator fez seu único filme, O Roubo de Um Milhão de Dólares (The Million Dollar Rip-Off, 1976), feito para a televisão.



Mas o casamento com Kathy estava se deteriorando rápido, e eles se separaram. Freddie Prinze colecionava armas, e começou a mencionar pensamentos suicidas. O ator também tentou matar John Travolta, após perder a capa de uma revista para o novo astro em ascensão.

Freddie Prinze foi até a casa de Travolta com uma arma, mas não o encontrou em casa. Ele então atirou flechas contra a porta da residência do ator, usando uma besta de caça.



Sua última aparição pública foi na posse do presidente norte-americano Jimmy Carter. Pouco tempo depois, em 29 de janeiro de 1977, Freddie Prinze telefonou para sua mãe, amigos e seu empresário, dizendo que iria cometer suicídio.

Enquanto falava ao telefone com seu empresário,  ele deu um tiro na cabeça. Mas não morreu imediatamente. Ele foi levado as pressas ao hospital, falecendo 12 horas depois. Em sua casa havia um bilhete escrito apenas "eu posso!". Freddie Prinze morreu com apenas 22 anos de idade.

Após a sua morte, Chico and the Man ainda durou mais uma temporada, com seu personagem sendo substituído por uma criança.




 

O ator Freddie Prinze Jr.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil