Micky Dolenz, De O Menino do Circo aos Monkees


O cantor e ator Micky Dolenz protagonizou duas séries de sucesso na televisão, O Menino do Circo (The Circus Boy, 1956-1957) e Os Monkees (The Monkees, 1966-1968), embora muitas pessoas nunca tenham percebido que eles são a mesma pessoa.

George Michael Dolenz Jr nasceu em Los Angeles, em 08 de março de 1945. Ele é filho do ator George Dolenz e e da atriz Janelle Johnson.

 Janelle Johnson e George Dolenz

Filho de artistas, o menino cresceu nos bastidores de Hollywood, e aos 11 anos de idade acabou escalado para protagonizar a série O Menino do Circo (The Circus Boy, 1956-1957), na televisão. Na época, ele era creditado como Mickey Braddock.

Ele interpretava o orfão Corky, criado em um circo, em meio a elefantes.


A série estreou no Brasil em 1960, na TV Tupi, e depois foi exibida nas TVS Excelsior, Record e TV Rio.

Assista um episódio de O Menino do Circo, dublado

Com o fim da série Micky fez algumas aparições em outras séries de televisão, mas abandonou a carreira, ingressando na faculdade. Ele chegou a ter uma banda, chamada Micky and the One-Nighters, no começo da década de 60.

Mas em 1966, enquanto ainda estudava, foi convidado pela Rede NBC para ingressar no conjunto musical The Monkees, que estrelariam um seriado na emissora. Micky foi contratado para ser o baterista, embora não soubesse tocar o instrumento na época. Nos primeiros programas, enquanto tomava lições de bateria, ele fazia mímicas fingindo que tocava o instrumento.

Peter Tork, Micke Nesmith, Micky Dolenz e Davy Jones, Os Monkees

A banda de meninos era uma tentativa de repetir o sucesso da Beatlemania. E apesar de nunca terem igualado o sucesso dos Rapazes de Liverpool, Os Monkees conquistaram uma legião de fãs, com suas músicas e seu humor nonsense.

A irmã de Micky, Coco Dolenz, fez várias participações na série.

Coco Dolenz


Dolenz também foi compositor de algumas canções gravadas pelos The Monkees, e quando a série foi cancelada, o grupo ainda atuou no longa metragem Os Monkees Estão de Volta (Head, 1968).


Após o termino de Os Monkees, ele deu continuidade na carreira musical, aparecendo como ator eventualmente. Em 1972 ele atuou no filme de terror The Night of the Strangler (1972). Também atuou em Linda Lovelace Para Presidente (Linda Lovelace for President, 1975).

Micky Dolenz em The Night of the Strangler

Em 1977, ao lado de Davy Jones, estrelou a peça The Point!, em Londres. Em 1974 chegou a fazer teste para interpretar o Fonzy na série Happy Days, mas perdeu o papel para Henry Winkler.

Trabalhando pouco em frente as câmeras, fez muitos trabalhos como dublador, em desenhos como Cocota e Motoca (Wonder Wheels, 1977) e Capitão Caverna e as Panterinhas (Captain Cavernamn and the Teen Angels, 1977-1980).

Ele também dublou o personagem Duas Caras em alguns desenhos de Batman, na década de 90, e chegou a ser cotado para viver o personagem no filme Batman Eternamente (Batman Forever, 1995), mas perdeu o papel para Jim Carrey.

Em 1993 atuou no filme Engano Mortal (Deadfall, 1993), onde fazia um capanga. Seu retorno ao cinema após muitos anos afastado.

Mike Dolenz no filme Engano Mortal

Em 1997 reencontrou os antigos colegas musicais em Hey, Hey, It's the Monkees (1997). Até o momento, ainda participou de algumas séries de televisão, e também atuou no filme Halloween: O Início (Halloween, 2007).

Reencontro dos Monkees no cinema, em 1997

Malcolm McDowell e Micky Dolenz em Halloween: O Início

Com a morte de Davy Jones em 2012, e de Peter Tork em 2019, do elenco original de Os Monkees restam apenas Micky Dolenz e Mike Nesmith.

Micky Dolenz é pai da atriz Amy Dolenz.

Amy Dolenz



Mike Dolenz, atualmente


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil