Por Onde Anda? O Ator Rick Moranis


Baixinho e com grandes óculos que lhe davam um aspecto meio nerd, Rick Moranis foi um dos maiores astros do cinema nas décadas de 1980 e 1990, tendo sido protagonista de diversas comédias de sucesso. 



Frederick Allan Moranis nasceu em Toronto, Canadá, em 18 de abril de 1953. Ele começou a carreira no rádio, e na década de 1970 era um dos mais populares locutores do Canadá, usando o nome de Rick Allan. 


O jovem Rick Moranis

O sucesso no rádio o levou para a televisão, ainda em seu país natal. Rick ingressou no programa de humor Second City TV (1980-1981). Ele era o único membro do elenco (que incluía nomes como Catherine O'Hara, John Candy, Eugene Levy e Harold Ramis) que não vinha do grupo teatral Second City.


Elenco de Second City


Também compositor, ele chegou a gravar um disco ao lado de seu parceiro de rádio Dave Thomas. A música Take Off, gravada pela dupla (na época chamada Bob e Doug McKenzie) chegou a ficar no Top 40 da Billboard, e tinha participação do cantor Geddy Lee, vocalista da banda Rush (Lee havia estudado com Moranis no colégio).




O sucesso de Second City TV levou vários artistas do elenco para os Estados Unidos, com convites para o cinema e televisão. Em 1983 a América descobriu Rick Moranis após ele fazer uma participação no lendário programa de comédias Saturday Night Life.

No mesmo ano, ele estreou no cinema na comédia Cerveja Maluca (The Adventures of Bob e Doug McKenzie: Strange Brew, 1983), único filme dirigido por Moranis. No ano seguinte ele atuou no filme de ação Ruas de Fogo (Streets of Fire, 1984), estrelado por Michael Paré e Diane Lane.


Michael Paré e Rick Moranis em Ruas de Fogo

Mas sua consagração cinematográfica viria com  Os Caça-Fantasmas (Ghostbusters, 1984), um dos maiores sucessos de bilheteria de 1984. O sucesso do filme elevou Moranis a uma estrela em Hollywood. Moranis atuava lado de grandes nomes da comédia da época, como Bill Murray, Dan Aykroyd, Harold Ramis (seu antigo colega de Second City, e também um dos roteiristas do filme) e Ernie Hudson. O elenco ainda contava com a estrela Sigourney Weaver.




Depois Moranis esteve em filmes como Vida Maluca (The Wild Life, 1984), Chuva de Milhões (Brewester's Millions, 1985), Executivos em Apuros (Head Office, 1985) e Clube Paraíso (Club Paradise, 1986).

Ele também chegou a gravar outro clássico da década de 1980, O Clube dos Cinco (The Breakfast Club, 1985), fazendo o papel do zelador da escola, mas o diretor John Hughes achou que seu nome já era muito famoso, poderia ofuscar o resto do elenco. Moranis então acabou sendo substituído por John Kapelos.

Em 1986 o diretor Frank Oz chamou Moranis para estrelar o remake de A Pequena Loja dos Horrores (Little Shop of Horrors, 1986) e no ano seguinte Mel Brooks o convocou para viver Dark Helmet, uma paródia de Darth Vader, na comédia S.O.S.: Tem Um Louco Solto no Espaço (Spaceballs, 1987), uma sátira aos filmes da saga Star Wars.


Rick Moranis em S.O.S.: Tem Um Louco Solto no Espaço


Em 1989 ele retornou ao papel de Louis Tully em Os Caça-Fantasmas 2 (Ghostbustters II, 1989), que novamente fez muito sucesso. No mesmo ano interpretou o atrapalhado cientista Wayne Szalinski em outro grande sucesso de bilheteria, Querida, Encolhi as Crianças (Honey, I Shrunk the Kids, 1989). No mesmo ano ainda atuou em O Tiro que Não Saiu Pela Culatra (Parenthood, 1989).


Rick Moranis em Querida, Encolhi as Crianças

Enquanto Moranis filmava Querida, Encolhi as Crianças, sua esposa Ann Belsky (com quem se casou em 1986), descobriu que tinha câncer de mama.

No auge da fama, o ator diminuiu os trabalhos no cinema para ficar ao lado de sua esposa, durante seu tratamento. Ann, que era maquiadora, faleceu em 1991, com apenas 34 anos de idade.


Rick Moranis e Ann Belsky


Rick Moranis ainda esteve no filme Meu Pequeno Paraíso (My Blue Haven, 1990), e fez seu primeiro trabalho em dublagens no desenho animado Gravedale High (1990).

Após a morte da esposa, afastou-se por um ano das telas, voltando a atuar em Querida, Estiquei o Bebê (Honey, I Blew Up the Kid, 1992). Depois ainda fez Quem Não Herda... Fica na Mesma (Splitting Heirs, 1993) e foi o Barney Rubble na versão cinematográfica de Os Flintstones: O Filme (The Flintstones, 1994).


Rick Moranis em  Os Flintstones: O Filme


Moranis ainda fez  O Pequeno Grande Time (Little Giants, 1994) e estrelou Inimigos Para Sempre (Big Bully, 1996), que foi um grande fracasso de bilheterias. E após atuar em Querida, Encolhi a Gente (Honey, We Shrunk Ourselves, 1997), que foi lançado diretamente em vídeo, ele decidiu afastar-se das telas.

Pai solteiro, com dois filhos pequenos para criar, ele resolver que erava na hora de passar mais tempo com sua família.

Rick Moranis e os filhos


Em entrevista a revista Hollywood Reporter ele declarou: "Sou pai solteiro e descobri que era muito difícil criar meus filhos e viajar para fazer filmes. Então, fiz uma pausa. E esta pequena pausa se transformou em uma pausa longa, e então descobri que realmente não sentia falta." Em 2016 o ator chegou a recusar a participar de uma nova produção de Os Caça Fantasmas.

Desde 1997 o ator nunca mais fez um filme. Mas fez alguns trabalhos como dublador desde então, tendo inclusive dublado a animação da Disney Irmão Urso (Brother Bear, 2003), e sua sequência em 2006. Junto com seu amigo Dave Thomas, eles dublaram a dupla de alces nos filmes.




Em 2013 durante uma entrevista ao programa de rádio Bullseye with Jesse Thorn, em Los Angeles, ele comentou porque deixou o cinema:
“A minha opção de ser um pai que fica em casa com os filhos talvez não tivesse tanto significado se eu fosse uma pessoa comum e de repente decidisse: ‘Sabe o quê? Eu preciso ficar mais tempo em casa. Eu vou fazer isso em tempo parcial e então trabalhar fora de casa e fazer isso e aquilo’. Ninguém se importaria com isso. Mas porque eu era uma celebridade e estava no auge da carreira, minha decisão era intrigante para as pessoas, mas não para mim. Não tinha nada a ver com isso. Era somente o meu trabalho e era hora de eu fazer um ajuste. Eu não joguei fora minha criatividade. Eu a apliquei em minha casa, aos meus filhos e à minha família. Sou a mesma pessoa. Não mudei. Eu só mudei o meu foco”.
Em 2020, entretanto, o ator anunciou seu retorno ao cinema. Rick Moranis voltará a interpretar o cientista Wayne Szalinski, em Shrunk, um rebot de Querida Encolhi As Crianças. O ator Josh Gad (a voz do Olaf de Frozen) vai interpretar o seu filho.

Todd Rosenberg assina o roteiro, enquanto Joe Johnston, diretor do filme de original, vai retornar a direção do novo filme, que ainda está em fase de produção.

Em 2020, o ator também apareceu em um comercial de uma empresa de telefonia, ao lado do ator Ryan Reynolds.

Leia também:  O doce John Candy


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil