Liza Minnelli Completa 75 Anos de Idade


Filha do diretor Vicente Minnelli e da atriz Judy Garland, duas grandes lendas do cinema, a atriz e cantora Liza Minnelli trilhou seu próprio caminho rumo a fama, tanto na música como no cinema, tendo inclusive ganho um Oscar pelo papel da inesquecível Sally Bowles, de Cabaret (Idem, 1972).


Vincente Minnelli, Liza Minnelli e Judy Garland


Liza May Minnelli nasceu em Los Angeles, em 12 de março de 1946. Ela era filha de dois lendários talentos contratados pela MGM, e foi criada e educada dentro dos estúdios. Antes mesmo de nascer Liza já aparecia nas telas, enquanto estava na barriga de Judy Garland.

Judy estava grávida de Liza filmava Quando as Nuvens Passam (Till the Clouds Roll By, 1946), e ainda precisava gravar algumas cenas quando a sua barriga já estava perceptível. Para esconder a gravidez da atriz no número musical Look For The Silver Lining, Vincente Minnelli colocou a esposa cantando atrás de uma pilha de pratos.



Na MGM Judy frequentou a escola destinada a estrelas mirins, ou a filhos de astros do estúdio, e teve como colegas nomes como Mia Farrow (filha de Maureen O'Sullivan), Candice Bergen (filha de Edgar Bergen) e Cheryl Crane (filha de Lana Turner). Ainda menina, também fez amizade com uma jovem atriz de cabelos platinados, chamada Marilyn Monroe.

Com 14 meses de idade Liza estreou no cinema, aparecendo em A Noiva Desconhecida (In the Good Old Summertime, 1949), outra produção estrelada por sua mãe.

Van Johnson, Liza Minnelli e Judy Garland em A Noiva Desconhecida

Judy e Vincente se divorciaram em 1951 e em 1952 a atriz se casou com o produtor Sidney Luft, com quem teve outros dois filhos: Joey e Lorna Luft (que também é atriz).

Foi também em 1952 que Liza apareceu pela primeira vez na televisão, como convidada ao lado de sua mãe. Durante a infância e adolescência elas fariam muitos programas juntas na TV. Nesta época Liza já começou a chamar atenção do público pelo seu grande talento vocal.

Liza Minnelli e Judy Garland em 1963


Em 1964 Judy Garland foi fazer uma turnê em Londres, e levou os filhos com ela. Foi nesta viagem que Liza conheceu o cantor e compositor Peter Allen, com quem ela se casaria em 1967 (a união durou até 1974).

No ano seguinte Liza ganhou seu primeiro grande prêmio, um prêmio Tony pelo seu trabalho na peça Red Menace (1965), na Broadway. Ao longo de sua carreira, Liza foi uma das únicas artistas a conquistar a ganhar um Tony, um Emmy, um Grammy, um Globo de Ouro e um Oscar.

Em 1968 Liza fez seu primeiro filme já adulta, quando atuou em Charlie Bubbles, a Máscara Sem Rosto (Charlie Bubbles, 1968). 

Liza Minnelli e Albert Finney em Charlie Bubbles, a Máscara Sem Rosto


Liza depois acompanhou a mãe em seus últimos shows, novamente em Londres (retratados no filme Judy - Muito Além do Arco-Íris) e retornou a Hollywood, onde fez um novo filme, Os Anos Verdes (The Sterile Cukoo, 1969), que lhe valeu sua primeira indicação ao Oscar, aos 23 anos de idade.

Os Anos Verdes


A década de 1970 foi muito produtiva para a carreira da artista. Após a morte da mãe, em 1969, Liza Minnelli atuou no filme Diz-me que Me Amas (Tell Me That You Love, Junie Moon, 1970) e em 1972 estrelou um grande sucesso cinematográfico, o clássico Cabaret (Idem, 1972), onde interpretou a cantora Sally Bowles.

Liza só ficou com o papel porque Barbra Streisand, a escolha original dos produtores, recusou o papel. Atuando e cantando magistralmente, a atriz ganhou o Oscar de Melhor Atriz e um Globo de Ouro, além de ser capa das principais revistas dos Estados Unidos.


Liza Minnelli e Joel Grey em Cabaret

Liza depois dublou a personagem Dorothy, eternizada pela sua mãe em O Mágico de Oz (The Wizard of Oz, 1939) na animação Regresso ao Mundo Maravilhoso de Oz (Journey Back to Oz, 1972). Ainda no universo Oz, Liza contraiu segundas núpcias com o produtor e diretor de TV Jack Haley Jr., filho do ator Jack Haley, que interpretou o Homem de Lata em O Mágico de Oz.

Eles se divorciaram em 1979.



Jack Haley e Liza Minnelli

No cinema Liza ainda fez Os Aventureiros do Lucky Lady (Lucky Lady, 1975), A Última Loucura de Mel Brooks (Silent Movie, 1976) e Questão de Tempo (A Matter of Time, 1976), último filme dirigido por seu pai.

Liza Minnelli e Ingrid Bergman em Questão de Tempo


Em 1977 Liza repetiu o sucesso em outro musical, New York, New York (1977), dirigido por Martin Scorsese. Embora o filme não tenha repetido o mesmo êxito de bilheteria de Cabaret, fez da gravação musical da música tema, na voz da artista, um sucesso de vendas.

A canção passou a ser repertório obrigatório em seus shows.



Liza priorizou sua carreira como cantora, embora ainda tenha ganho um Emmy como apresentadora de um especial de 1973 e foi narradora do documentário Era Uma Vez em Hollywood (That's Entertainment!, 1974).

E também se tornou uma celebridade do Jet Set Internacional.

Liza Minnelli, Bianca Jagger, Andy Warhol e Halston no Studio 54


Ao lado de Dudley Moore ela estrelou a bem sucedida comédia Arthur, o Milionário Sedutor (Arthur, 1981), e também fez a sequência Arthur, o Milionário Arruinado (Arthur 2: On The Rocks, 1988).

Dudley Moore e Liza Minnelli

Mas desde então tem aparecido pouco no cinema. Ela fez uma participação especial em Os Muppets Conquistam Nova York (The Muppets Take Manhattan, 1984) e atou ao lado de Burt Reynolds no policial Um Tira de Aluguel (Rent-a-Cop, 1987). A atriz também estrelou O Despertar do Sucesso (Stepping Out, 1991) e fez alguns telefilmes.

Liza Minnelli em  Os Muppets Conquistam Nova York 

Como cantora, Liza gravou diversos discos, e percorreu o mundo fazendo shows. Ela chegou a lançar duetos com grandes nomes dos tempos de sua mãe, como Frank Sinatra e Sammy Davis Jr, e em 1990 ganhou um Grammy Especial, destinado a "lendas da música".


Sammy Davis Jr., Liza Minnelli e Frank Sinatra

Apesar de nunca ter perdido o status de estrela, Liza Minnelli teve grandes problemas em sua carreira devido ao vício em álcool e drogas. Ela também começou a ter sérios problemas de saúde, e em 1997 precisou se submeter a uma cirurgia nas cordas vocais.

Sua vida pessoal foi bastante explorada pela imprensa, que dedicou mais tempo para fofocas do que para seus trabalhos no mundo musical. Liza ainda casou-se por outras duas ocasiões, com o escultor Mark Gero (1979-1992) e com o produtor David Gest (2002-2007).

Ao longo de sua vida, ela gastou uma pequena fortuna em tratamentos de fertilidade, mas nunca conseguiu engravidar.

Após passar por algumas clínicas de reabilitação, Liza retornou ao cinema no filme Em Busca do Prazer (The Oh in Ohio, 2006). Ainda em 2006, fez uma participação na série de TV Lei & Ordem: Crimes Premeditados (Law & Order: Criminal Intent) e gravou a canção Mama, em parceria com a banda My Chemical Romance.

Liza Minnelli em Em Busca do Prazer

Entre 2003 e 2013 a atriz também fez diversas participações na série Arrest Development (chamada no Brasil de Caindo na Real), onde interpretava a socialite Lucille Austero. No papel, Liza interpretava uma mulher muito rica, que também tinha problemas com álcool e drogas, brincando com sua situação.

Liza Minnelli em  Arrest Development


Desde 1999 ela frequentava o AA (Alcoólicos Anônimos), mas em 2015 teve uma recaída, e voltou a se internar para fazer tratamento de desintoxicação. Ela e a irmã Lorna Luft não se dão bem, e a rixa vem desde a adolescência.

Liza Minnelli e Lorna Luft

A briga se acentuou recentemente, quando Lorna descobriu um câncer no cérebro, e acusou a irmã de não visitá-la no hospital. Liza respondeu que não a visitou porque a irmã não a apoiou quando ela sofreu uma overdose, em 2007, e nem durante a tentativa de deixar o vício nos meses posteriores.

Lorna Luft, Joey Luft e Liza Minnelli


Liza Minnelli veio diversos vezes ao Brasil, e seu último show por aqui foi em 2012.

Bibi Ferreira e Liza Minnelli em um show em Nova York, em 2013


Liza Minnelli atualmente


Liza Minnelli

Veja Também: Mães e Filhas Atrizes



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil