William Shatner completa 89 anos


Ator, autor, diretor, roteirista e cantor, William Shatner tornou-se um ícone pop após interpretar o Capitão James T. Kirk na série clássica Jornada nas Estrelas (Star Trek).


William Shatner nasceu em Quebec, Canadá, em 22 de março de 1931. Filho de uma família de judeus conservadores, William Shatner estudou teatro ainda criança, embora tenha se formado em administração, anos mais tarde.

Após formar-se na Universidade, em 1952, ele começou a estudar teatro, e ingressou na Canadian National Repertory Theatre, onde interpretava clássicos de Sheakespeare. Em 1956 ele estreou na Broadway, como substituto de Christopher Plummer em Henrique V.

No cinema, seu primeiro papel foi no filme canadense The Butler's Night Off (1951). Pouco tempo depois, ele já estava trabalhando nos Estados Unidos, atuando em séries de televisão. Em Hollywood estreou em grande estilo, interpretando Alexi Karamazov em Os Irmãos Karamazov (The Brothers Karamazov, 1958), na MGM.

Yul Brynner e William Shatner em  Os Irmãos Karamazov

Mas apesar do papel importante em um super produção, Shatner só conseguiu papéis na televisão nos anos seguintes. Ele só retornou ao cinema em 1961, quando atuou em Geração Violenta (The Explosive Generation, 1961) e Julgamento em Nuremberg (Judment at Nuremberg, 1961).

Spencer Tracy e William Shatner em Julgamento em Nuremberg

No ano seguinte, estrelou O Intruso (The Intruder, 1962), de Roger Corman. Sem emplacar no cinema, retornou a televisão. Nos anos seguintes, ainda fez um papel de apoio no filme Quatro Confissões (The Outrage, 1964) e estrelou no terror Incubus (1966), um filme todo falado em esperanto, hoje considerado cult.

William Shatner em Incubus

Foi também em 1966 que ele passou a interpretar seu personagem mais famoso, o Capitão James T. Kirk em Jornada nas Estrelas (Star Trek, 1966-1969). Mas originalmente ele não havia sido escalado para o papel, e foi Jefrey Hunter quem interpretou Kirk no piloto da série. Porém, o astro do cinema acabou abandonando o projeto.

William Shatner e Leonard Nimoy

E apesar da série só ter durado três anos, ela é hoje umas das mais icônicas produções da televisão, com uma legião mundial de fãs.


Enquanto fazia Jornada nas Estrelas, Shatner atou em um único filme, o western O Ódio é Minha Lei (Comanche Blaco, 1968), onde interpretava dois papéis, o de irmãos gêmeos rivais.

 O Ódio é Minha Lei

Após a série, ele teve dificuldades para arrumar trabalho. O Capitão Kirk havia marcado demais sua carreira, e ele se viu em dificuldades financeiras. William Shatner perdeu sua casa e acabou morando em um acampamento de trailers. Para sustentar a família, aceitava qualquer trabalho, em comerciais, séries de televisão ou filmes menores feitos para a televisão. Chegou a aceitar cachê para comparecer em festas de fãs. O ator costuma se referir a esta parte de sua vida como "aquele período", onde se sujeitou a trabalhos ruins para sobreviver.

William Shatner fazendo publicidade

Em 1973 ele retornou ao papel de Capitão Kirk pela primeira vez, dublando a animação Jornada nas Estrelas: A Série Animada (Star Trek, 1973-1975).


Nos anos 70 Shatner atuou em filmes como A Mulher Metralhadora (Big Bad Mama, 1974), A Chuva do Diabo (The Devil's Rain, 1975) e A Maldição das Aranhas (Kingdom of the Spiders, 1977).

A Maldição das Aranhas

As coisas começaram a melhorar quando Jornada nas Estrelas começou a ser reprisada pelo mundo, passando a ser cultuada pelos fãs, sendo um dos maiores fenômenos da história da televisão. Shatner começou a frequentar convenções dedicadas a série.

E após a série ser redescoberta, o elenco original se reuniu para estrelar Jornada nas Estrelas: O Filme (Star Trek: The Motion Picture, 1979), que fez muito sucesso.


Shatner ainda encarnaria o personagem em diversos outros filmes derivados da série, Jornada nas Estrelas II: A Ira de Khan (Star trek II: The Warth of Khan, 1982), Jornada nas Estrelas III: À Procura de Spock (Star Trek III: The Search for Spock, 1984), Jornada nas Estrelas IV: A Volta Para Casa (Star Trek IV, The Voyage Home, 1986), Jornada nas Estrelas V: A Última Fronteira (Star Trek V: The Final Frontier, 1989), Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida (Star Trek VI: The Undiscovered Country, 1991) e Jornada nas Estrelas: Generations (Star Trek: Generations, 1994). Além disto, emprestou sua voz para diversos vídeo games e animações com o personagem.

Patrick Stewart e William Shatner em Jornada nas Estrelas: Generations

Mas nem só de capitão Kirk viveu o ator. Shatner atuou na comédia Apertem os Cintos, O Piloto Sumiu 2 (Airplane II: The Sequel, 1982) e estrelou a série Carro Comando (T. J. Hooker, 1982-1986), que também fez muito sucesso.


Em 1993 ele fez atuou na comédia Máquina Quase Mortífera (Loaded Weapon 1, 1993) e entre 1994 e 1996 atuou na série Tekwar, que era baseado no primeiro dos muitos livros que o ator escreveu.

E entre 1989 e 1996, ele apresentou o programa Rescue 911.

Emílio Estevez e William Shatner em Máquina Quase Mortífera

Entre 1999 e 2000, ele fez um papel regular na série 3rd Rock From The Sun, que lhe rendeu uma indicação ao prêmio Emmy.

3rd Rock From The Sun

Em 2000 ele atuou ao lado de Sandra Bullock no sucesso Miss Simpatia (Miss Congeniality, 2000), reaparecendo na sequência Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa (Miss Congeniality 2: Armed & Fabulous, 2005), onde seu personagem era sequestrado.

Miss Simpatia

De 2004 a 2006 ele interpretou o advogado Denny Crane na série O Desafio (The Pactice). Ele também fez o mesmo personagem no spinoff Justiça Sem Limite (Boston Legal, 2004-2008), e ganhou dois prêmios Emmy pelo papel (um por cada série). Por Justiça Sem Limites também ganhou um Globo de Ouro, e foi indicada outras vezes posteriormente.


Entre 2010 e 2011 ele estrelou a série $#*! My Dad Says. Desde então, tem feito participações em séries de TV e atuando em filmes feitos para a televisão.


William Shatner em The Big Ben Theory

Também cantor, ele lançou seu primeiro disco em 1968, e o último, em 2018.




William Shatner foi casado quatro vezes. A primeira delas, com a atriz Gloria Rand, com quem teve três filhas. Ele também foi casado com Marcy Lafferty, filha do produtor Perry Laffety. Seu terceiro casamento foi com Nerine Kidd Shatner, de 1997 a 1999.

Em 09 de agosto de 1999 quando o ator chegou em casa, encontrou sua esposa morta na piscina da residência. Ela tinha apenas 40 anos de idade. Na autópsia foi detectado álcool e remédios, e o legista declarou a causa da morte como afogamento acidental.

William Shatner e Nerine

Ele voltou a se casar em 2001, com Elizabeth Anderson Martin, de quem se separou em 2019.




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil