Michael Landon, o astro da televisão


Na história do entretenimento, muitos artistas após protagonizarem uma bem sucedida série de televisão, não conseguiram repetir o mesmo sucesso.. Porém, isto não aconteceu com o ator Michael Landon, que estrelou três séries muito famosas: Bonanza, Os Pioneiros e O Homem Que Veio do Céu.

O sucesso de Landon na TV, lhe rendeu o recorde masculino de capas da revista TV Guide (a mais importante revista sobre televisão dos Estados Unidos), estampando a publicação por 22 vezes, e perdendo apenas para a estrela Lucille Ball, a pessoa que mais apareceu nas capas da revista.


Michael Landon era o nome artístico de Eugene Maurice Orowitz, e ele nasceu em Nova York, em 31 de outubro de 1936. Michael Landon era o segundo filho de Eli Maurice Orowitz e da dançarina e comediante Peggy O'Neill.

Embora nascido no bairro do Queens, em Nova York, Landon mudou-se com a família ainda pequeno para Nova Jersey, onde foi criado. O ator teve uma infância complicada, sua mãe era depressiva, e tentou o suicídio em diversas ocasiões. Em uma delas, Peggy tentou se afogar, e foi resgatada pelo próprio filho.

O estresse causado pela situação, fez com que Landon passasse a urinar na cama. Sua mãe, com raiva, colocava os lençóis molhados em frente da casa, para que seus amigos vissem a cena.

Na escola, ele era um excelente arremessador de dardos, inclusive batendo o recorde estudantil do ano de 1954. Isto lhe rendeu uma bolsa de estudos para uma universidade na Califórnia, mas ele rompeu os ligamentos do ombro, o que encerrou os seus dias de atleta. Sem poder competir, ele perdeu a bolsa, e teve que largar a faculdade.


Morando em outro estado e sem dinheiro, ele foi trabalhar em um posto de gasolina. Porém, este ficava em frente aos estúdios da Warner Bros, e o agente Bob Raison notou o rapaz. Raison lhe ofereceu um emprego como ator, mas sugeriu que ele mudasse de nome. O sobrenome Landon foi retirado de uma lista telefônica.

Michael Landon estreou na televisão em 1955 e no ano seguinte fez seu primeiro filme, Passado Perdido (These Wilder Years, 1956), onde fazia uma figuração. Ele seguiu aparecendo em diversas séries de televisão até 1957, quando estrelou I Was a Teenage Werewolf (1957), um filme "b", produzido por um estúdio menor, com baixo orçamento.

Mas o filme fez um enorme sucesso, faturando 2 milhões de dólares em bilheterias na época.  Landon, que interpretava o lobisomem adolescente, tornou-se um sensação entre os jovens. E chegou a gravar um disco, onde era creditado como Teenage Werewolf.

 Michael Landon e Yvonne Lime em  I Was a Teenage Werewolf



Ao longo dos anos, o ator gravaria outros discos cantando.


No ano seguinte ele atuou em Escola do Vício (High School Confidential!, 1958), um filme sobre delinquência juvenil, onde contracenou com Mammie Van Doren e fez papéis de apoio em Fogo em Maracaibo (maracaibo, 1958) e O Pequeno Rincão de Deus (God's Little Acre, 1958).

Michael Landon e Fay Spain em O Pequeno Rincão dos Deuses

Em 1959 ele estrelou Assassino Covarde (The Legend of Tom Dooley, 1959), na Columbia. No mesmo ano, ganhou o papel que fez dele um astro, interpretando Joseph Cartwright, o Little Joe, na série Bonanza (Idem, 1959-1973).



Interpretando o mais jovem morador de Ponderosa, Landon caiu nas graças do público, sendo o ator do elenco que mais recebia correspondências dos fãs. Sua boa relação com os produtores da série permitiram que ele dirigisse 14 episódios ao longo das várias temporadas.

Michael Landon, diretor

Enquanto trabalha em Bonanza, Landon fez um único filme, na verdade, uma participação especial em Mocinho Encrenqueiro (The Errand Boy, 1961), uma comédia estrelada por Jerry Lewis, onde interpretava justamente Little Joe Cartwright.

Michael Landon e Jerry Lewis

Após o cancelamento de Bonanza, em 1973, Michael Landon passou a estrelar outra série, Os Pioneiros (Little House on the Praire, 1974-1983), outra produção muito bem sucedida. Além de interpretar Charles Ingalls e ser também o narrador, ele dirigiu 90 episódios da série. Ele também foi indicado ao Globo de Ouro em 1979 por este trabalho.


Um de seus filhos, Michael Landon Jr. (hoje diretor e produtor) estreou nesta série, como ator, em 1977.

Michael Landon Jr. em Os Pioneiros

A atriz Melissa Gilbert, que interpretava uma de suas filhas, perdeu o pai aos 11 anos de idade, enquanto gravava a série. Em 2015, durante uma entrevista, Gilbert disse que Landon foi seu segundo pai, que a protegia e a aconselhava, e que quando não estava gravando, passava os finais de semana na casa do ator, brincando com os filhos dele. Landon dizia para ela que dinheiro e carreira nunca seriam mais importante que a família.

Melissa Gilbert e Michael Landon

Com o fim da série Os Pioneiros, Michael Landon ainda viveu Charles Ingalls em três telefilmes baseados na série. Sendo que um deles, Little House: The Last Farewell (1984), foi dirigido por ele. Em 1984 ele ainda dirigiu o filme Sam's Son (1984), que era baseado em sua vida, antes da fama. Além de dirigir o filme, Michael Landon também atuou.

O belo Timothy Patrick Murphy interpretava Michael Landon, quando jovem. Timothy faleceria em 1989, vítima de AIDS, com apenas 29 anos de idade. Seu irmão, o modelo e ator Sean Patrick Murphy morreu aos 36 anos, em 2001. Ele foi uma das vítimas que estavam no prédio World Trade Center em 11 de setembro daquele ano.

Timothy Patrick Murphy em Sam's Son

Com o fim de Os Pioneiros, Michael Landon emendou a terceira série seguida, O Homem Que Veio do Céu (Higway to Heaven, 1984-1989). Além de dirigir 90 dos 111 episódios, ele também era o produtor da série, que novamente, fez muito sucesso.

Michael Landon e Victor French em O Homem Que Veio do Céu

Michael Landon e Victor French, seu colega de elenco em O Homem Que Veio do Céu, já haviam trabalhado juntos em Bonanza e Os Pioneiros.

Victor French em Bonanza e Os Pioneiros

French não viveu para ver o final da série, em 1989. Ele faleceu vítima de câncer de pulmão, em 15 de junho de 1989, aos 54 anos de idade.

No final de 1989, após estrelar por 30 anos ininterruptos séries na NBC, ele assinou contrato com a CBS. Lá, ele dirigiu e estrelou o filme Asas Para o Céu (Where Pigeons Go to Die, 1990) e gravou um piloto para uma nova série, chamada Us (1991).

Mas a série nunca chegou a ser produzida, pois em 05 de abril ele foi diagnosticado com câncer de pâncreas. Em menos de três meses, Michael Landon faleceu, em 01 de julho de 1991, aos 54 anos de idade.


Michael Landon casou-se três vezes, e teve 9 filhos (dois deles, adotados). Entre eles, Christopher e Michael Landon Jr., que se tornaram diretores, e as atrizes Leslie e Jennifer Landon. Leslie interpretava Etta Plum em Os Pioneiros.

Leslie Landon

Mark Landon, um de seus filhos adotivos, também fez participações em Os Pioneiros. Ele foi encontrado morto em 2009, no mesmo quarto onde o pai morreu. Ele tinha 60 anos anos de idade.

Michael e Mark London

A atriz Rachel Matthews é sua neta, filha de Leslie Landon.

Rachel Matthews


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil