Por Onde Anda? Melissa Sue Anderson, de Os Pioneiros


Melissa Sue Anderson ficou famosa ao interpretar a doce e tímida Mary Ingalls na série de televisão Os Pioneiros (Little House on the Prairie, 1974-183). Na vida real, atriz e personagem tem uma personalidade parecidas. Assim como Mary, Melissa é bastante reservada, e como já chegou a declarar, preferia ler um livro a subir em uma árvore na infância.



Nascida na Califórnia, em 26 de setembro de 1962, Melissa Sue Anderson foi matriculada pelos pais em aulas de dança, para lidar com a timidez. Sua professora os aconselhou a contratar um agente para a menina, pois acreditava que ela tinha potenciol para fazer publicidade.

Ela logo começou a fazer comerciais, e estreou na televisão em um episódio de A Feiticeira (Bewitched), fazendo uma das crianças da escola no primeiro dia de aula de Tabata. No ano seguinte, participou da série The Brady Bunch, onde interpretou Millecent, a menina que da o primeiro beijo no personagem Bobby.

Melissa Sue Anderson em The Brady Bunch

Após aparecer em diversas séries de TV, aos 11 anos de idade ela estreou no sucesso Os Pioneiros (Little House on the Prairie, 1974-183), interpretando a filha mais velha da família Ingalls. Melissa participou das sete primeiras temporadas, mas voltou para uma participação especial na oitava temporada.

Assim como Melissa, sua personagem foi crescendo na série, e Mary Ingalls chegou a se casar durante a passagem de tempo no programa. Ao longo dos anos, foi a única pessoa do elenco da série indicada ao prêmio Emmy por Os Pioneiros.



Em 1977, enquanto ainda trabalhava na série, Michael Landon (que interpretava seu pai no programa) a convidou para atuar no filme The Loneliest Runner (1977), que era inspirado em sua vida. Melissa ficou honrada, principalmente devido ao carinho que ela tinha por Landon, que era como um segundo pai para ela.

Michael Landon e Melissa Sue Anderson


Em 1980 ela foi convidada para protagonizar o filme A Lagoa Azul (Blue Lagon, 1980), mas recusou o papel por não se sentir confortável com as cenas de nudez.

Ao deixar a série, fez muitos telefilmes, e estrelou o terror Feliz Aniversário Para Mim (Happy Birthday to Me, 1981).

Melissa Sue Anderson em Feliz Aniversário Para Mim

Melissa também atuou ao lado de Barbara Eden (de Jeannie é um Gênio) na comédia Chattanooga Choo Choo (1984), que lhe rendeu o prêmio de estrela feminina concedido pela OTAN

Na década de 80 praticamente só trabalhou para a televisão, inclusive atuando na série The Equalizer (1987-1988). Ela perdeu o papel de Sarah Tobias em Acusados (The Accused, 1988) para Jodie Foster, mas atuou em filmes como Clube do Suicídio (The Suicide Club, 1988) e A Casa de Kate é Um Caso (Far North, 1988).

Em março de 1990 ela se casou com o produtor Michael Sloan, com quem tem dois filhos. Com a família, mudou-se para o Canadá, passando a atuar em produções da televisão do país. Mas embora continue atuando, priorizou o tempo com os filhos ao invés da carreira, atuando cada vez menos. Em 1999 ela chegou a atuar na série canadense Partners, mas só aceitou o convite por ela ser de curta duração.

Melissa também foi produtora da série Where Pigeons Go To Die (1990), último trabalho de Michael Landon na televisão.

Melissa Sue Anderson em família

Em 2010 ela lançou sua biografia, que basicamente contava histórias felizes nos bastidores de Os Pioneiros, mas abordava sua carreira e vida pessoal após a série. Com os filhos crescidos, voltou ao cinema atuando no drama Verônica Mars: O Filme (Veronica Mars, 2014).

Seu último trabalho foi no filme The Con Is On (2018).

Sharon Maughan, Tim Roth e Melissa Sue Anderson em The Con Is On






0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil