Relembrando Dan Blocker, o inesquecível Hoss Cartwright, de Bonanza


Em 1959 a rede de televisão NBC lançou o seriado Bonanza (Idem), que fez muito sucesso e permaneceu por muitos anos no ar. A série contava a história da família Carwright, um pai e seus filhos, que viviam no Rancho Ponderosa. Entre os filhos de Ben Cartwright estava o gigante e amável Eric "Hoss" Cartwright, interpretado pelo ator Dan Blocker.


Os Cartwright: Adam (Pernell Roberts, Little Joe (Michael Landon),
Ben (Lorne Greene) e Hoss (Dan Blcoker)

Bobby Dan Davis Blocker nasceu em De Kalb, Texas, em 10 de dezembro de 1928. Quando nasceu, pesava seis quilos e meio. Ele sempre sofreu com problemas de peso, e seu pai dizia que ele "era muito grande para andar, e muito pequeno para puxar uma carroça, ou seja, não é bom para fazer nada".

Dan Blocker, aos 12 anos de idade, no Colégio Militar

Sua família perdeu tudo durante a Grande Depressão de 1929, e seu pai, que era fazendeiro, passou a trabalhar em uma loja. Ainda na escola, para ajudar nas despesas de casa, Blocker começou a trabalhar em rodeios, e foi segurança de um bar, enquanto terminava seus estudos.

Quando terminou o colégio, foi convocado para lutar na Guerra da Coréia, permanecendo no exército até 1952. Ao dar baixa nas forças armadas, concluiu seu mestrado em artes dramáticas. Depois, foi trabalhar como professor de inglês e teatro, para alunos do ensino médio.

Ainda na escola Blocker havia atuado em algumas produções estudantis, e em 1950, antes de ser convocado para o exército, estreou como ator na Broadway em um pequeno papel em Rei Lear, estrelada por Louis Calhern.

Sua estréia no cinema não foi nada glamurosa. Seu primeiro papel foi usando uma fantasia de gorila em Hook a Crook (1955), uma comédia curta, estrelada por Joe Besser, um comediante que ingressaria nos grupo Os Três Patetas (Three Stooges) no ano seguinte, após a morte de Shemp Howard.

Joe Besser, Dan Blocker (vestido de gorila), Jim Hawthorne e Lella Bliss em Hook a Crook

Ele seguiu fazendo pequenos papéis em diversas séries de televisão. Seu primeiro longa metragem foi Oeste Selvagem (Black Patch, 1957), onde interpretou um ferreiro, não sendo creditado por este papel. Em seguida fez pequenos papéis também em A Garota das Meias Pretas (The Girl in Black Stockings, 1957) e Chuva de Balas (Gunsight Ridge, 1957).

Lex Baker e Dan Blocker em A Garota das Meias Pretas

Ainda em 1957, interpretou um zumbi espacial em Três Pequenas Eletrizantes (Outer Space Jitters, 1957), um dos últimos curta-metragens do trio Os Três Patetas, já com Joe Besser no elenco.


Moe Howard, Larry Fine, Dan Blocker e Joe Besser em 
Três Pequenas Eletrizantes

Nos anos seguintes, ele começou a aparecer em inúmeras séries cujo o tema era o velho oeste, atuando em Caravana (Wagon Train), Paladino do Oeste (Have Gun - Will Travel), Cheyenne (Idem), Jefferson Drum, Gunsmoke, The Rifleman, The Rebel e Maverick

E também atuou em um episódio de Zorro, estrelada por Guy Williams, em 1958.

Blocker em Zorro

Em 1958, após fazer um pequeno papel no filme Mocidade Perversa (The Young Captives, 1958), Dan Blocker pensava em largar a carreira de ator. Ele terminava seu PHD na UCLA, e atuava para ajudar nas despesas de casa, já que ganhava pouco como professor.

Mas após aparecer em Maverick os convites ficaram mais frequentes. O produtor David Dortort lhe ofereceu papéis fixos nas séries Cimarron City (1958-1959) e The Restless Gunn (1957-1959). Quando ambas foram canceladas, Dortort o convidou para seu novo projeto, Bonanza (Idem, 1959-1972). 

Dan foi escalada para viver o gigante gentil Hoss Cartwright, que o consagraria como astro na televisão, tornando-o um dos atores mais bem pagos da época. Junto com Little Joe, Hoss Cartwright tornou-se um dos personagens mais queridos da série. 


O primeiro ano de Bonanza não foi muito bem de audiência, mas já na segunda temporada ela alcançou níveis muito bom, e ao longo do tempo tornou-se um fenômeno na televisão. Graças a esse sucesso, ele nunca terminou seus estudos do PHD.

Em 1965 o ator Pernell Robert deixou a série, desgostoso com os rumos que ela tomava e almejando novos trabalhos, mais desafiante. A popularidade dos irmãos restantes só aumentou com a saída de Roberts.

Michael Landon e Dan Blocker

O sucesso da série abriu maiores chances para o ator também no cinema. Ele apareceu como Hoss Cartwright em uma participação em O Mocinho Encrenqueiro (The Errand Boy, 1961), estrelado por Jerry Lewis.

Dan Blocker e Jerry Lewis em O Mocinho Encrenqueiro


Depois, trabalhou com Frank Sinatra em O Bem Amado (Come Blow Your Horn, 1963) e A Mulher de Pedra (Lady in Cement, 1968). E ao lado de Nanette Fabray estrelou Uma Noiva Para Charlie (Cockeyed Cowboys of Calico Cuntry, 1970), único filme que fez como protagonista.

Uma Noiva Para Charlie 

O diretor Stanley Kubrik o convidou para interpretar o Major TJ "King" Kong em Dr. Fantástico (Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb, 1964), mas seu agente não gostou do roteiro e recusou o papel, que acabou ficando com Slim Pickens, que acabou protagonizando uma das mais icônicas cenas do cinema, a do cowboy montado em uma bomba atômica durante seu lançamento.

Slim Pickens em Dr. Fantástico

Robert Altman, que dirigiu muitos dos episódios de Bonanza, o convidou para atuar em Um Perigoso Adeus (The Long Godbye, 1973), mas o ator faleceu antes de começarem as filmagens, e acabou sendo substituído por Sterling Hayden. O filme foi dedicado a sua memória.

Dan Blocker faleceu em 13 de maio de 1972. Ele havia feito uma cirurgia na vesícula biliar, que lhe causava dores há muitos anos. 

Para se submeter a cirurgia, ele precisou perder 20 dos 140 quilos que pesava na época, e parou de beber e fumar. Dan realizou a cirurgia com sucesso em 29 de abril de 1972, mas uma infecção pós operatória acabou gerando uma embolia pulmonar, que o matou com apenas 43 anos de idade.

O primeiro episódio da nova temporada de Bonzana mostraria sua personagem se casando, mas sua esposa (interpretada pela atriz Bonnie Bedelia) morreria logo em seguida. Michael Landon, o interprete de Little Joe, foi quem dirigiu o episódio, e alterou o roteiro, para que seu próprio personagem casasse e perdesse a esposa. Ao final de Forever, o episódio em questão, Landon aparece em frente a um tumulo e profere "eu amo você". Na verdade, esta era a sua homenagem ao amigo, cujo personagem seria citado como tendo morrido nos episódios seguintes.

Sem o personagem de Dan, a audiência da série despencou, e ela foi cancelada antes do fim da décima quarta temporada, a única sem o ator.

Michael Landon em Forever

Dan Blocker e os filhos

Dan Blocker teve quatro filhos (e todos eles estudaram karatê com Chuck Norris). Seu filho David Brocker e produtor, e Dirk Blocker é ator. 

Terry Crews e Dirk Blockerem Brooklyn Nine-Nine (2013)

Relembre a abertura de Bonanza

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil