Marlo Thomas, Que Garota!


Marlo Thomas ficou conhecida como a Anne Marie, no seriado Que Garota! (That Girl, 1965-1971), que chegou a ser exibido no Brasil pela TV Tupi.


Margaret Julia Thomas nasceu em 21 de novembro de 1937, em Detroit, Michigan e é  filha do comediante Dany Thomas, o par romântico de Doris Day em Sonharei com Você (I'll See You in Dreams, 1951). A atriz Loretta Young era sua madrinha.

Danny Thomas e Marlo Thomas

A pequena Margaret foi apelidada de Margo, mas ela mesma não conseguia dizer seu apelido, e erroneamente falava Marlo, que mais tarde acabou tornando-se seu nome artístico. Marlo não queria ser atriz,  e formou-se educadora infantil na University of Southern California.

Porém, a beleza da jovem chamava a atenção quando ela acompanhava seu pai nos bastidores de Hollywood. Ela acabou aceitando os convites para atuar, fazendo sua estreia como atriz em um episódio da série The Many Loves of Dobie Gillis. Estrelada por Tuesday Weld, esta foi a primeira série destinada ao público adolescente, e marcou a estreia de Warren Beatty como ator.

O episódio em que Marlo atuou, também marcou a estreia artística de Ryan O'Neal, que anos mais tarde ficaria famoso no filme Love Story (Idem, 1970).

Marlo então atuou como convidada em diversas séries como Ben Casey, 77 Sunset Strip, The Donna Reed Show e Bonanza.

Marlo Thomas (interpretando uma chinesa) e Don Blocker, em Bonanza

Marlo recusou protagonizar duas séries de televisão que começavam a ser produzidas, por não se interessar pelo roteiro. A primeira delas foi A Feiticeira (Bewitched) e a segunda A Noviça Voadora (The Flying Nun), ambas fizeram um enorme sucesso, e tiveram como protagonistas Elizabeth Montgomery e Sally Field, respectivamente.

Apesar de ter dispensado grandes oportunidades em sua carreira, Marlo acabou aceitando o papel principal de Que Garota! (That Girl, 1965-1971), que estava sendo produzida pela ABC.

Anne Marie, a protagonista, era uma jovem que mudava-se para Nova York para tentar a carreira de atriz. Era a primeira vez que uma protagonista feminina morava sozinha e se sustentava por conta própria, sem depender dos pais ou marido. Que Garota! tornou-se uma referencia feminista na televisão, muito antes do também inovador programa Mary Tyler Moore (lançado em 1970).

No programa piloto, o namorado de Anne Marie era interpretado pelo ator Bill Bixby, mas ele recusou-se a trabalhar na série quando ela foi aprovada, sendo substituído pelo ator Ted Bessel, que interpretava um escritor. Mais tarde, Bixby ficaria famoso anos mais tarde ao interpretar o Dr. David Banner, na série Hulk (1977-1982).

Ted Bessel e Marlo Thomas

Ao longo da série, Marlo tornou-se a produtora da mesma, passando a ser a segunda mulher a produzir seu próprio programa de televisão (a primeira foi Lucille Ball). Quando a série chegava ao fim, os roteiristas escreveram um capítulo final onde sua personagem se casava enfim com o namorado. Marlo Thomas bateu o pé afirmando que Anne Marie, um símbolo feminista, não precisava de um marido para se realizar, e assim Anne Marie terminou a série solteira e feliz.

Ao todo, Marlo produziu 136 episódios ao longo da série. Em 1966 ela levou um Globo de Ouro por seu desempenho na atração.

Marlo Thomas e Dean Martin e seus respectivos Globos de Ouro

Marlo estreou no cinema em 1970, enquanto fazia a série, no filme É Difícil Ser Feliz (Jenny, 1970), fazendo par romântico com Alan Alda.


Alan Alda e Marlo Thomas É Difícil Ser Feliz

Com o fim da série Marlo teve poucas oportunidades como atriz, mas também não deu prioridade a isto.  Em 1973, fundou junto com Gloria Steinem, Patricia Carbine, e Letty Cottin Pogrebin a fundação "Ms. Foundation for Women", que angaria fundos para patrocinar associações de direitos femininos pelo mundo. Além de se dedicar ao movimento, que queria dar voz as mulheres, Marlo administrava o St. Jude Children's Research Hospital, um hospital infantil que foi fundado por seu pai, em 1962.

Ao mesmo tempo, foi estudar atuação, inscrevendo-se no Actors Studio, onde permaneceu por anos, estudando com Lee Strasberg até a morte dele em 1982. Após a morte de Strasberg, continuou tendo aulas com sua discípula,  Sandra Seacat.

Em 1977 ela retornou ao cinema em Os Assaltantes (Thieves, 1977), mas ficou longos períodos afastado da vida artística, atuando apenas em alguns telefilmes. Seu filme seguinte foi Agitando os Espíritos (In the Spirit, 1990).

Nos anos seguintes a atriz atuou em filmes como Uma Loira de Verdade (The Real Blonde, 1997), Gigolô por Acidente (Deuce Bigalow: Male Gigolo, 1999) e Bancando a Mona Lisa (Playing Mona Lisa, 2000).

Mas seu papel mais marcante no período foi como Sandra Green, a mãe de Rachel (Jennifer Aniston) na série Friends. Não era um papel fixo, mas ela fez participações regulares ao longo das temporadas.

 Jennifer Aniston e Marlo Thomas em Friends

Marlo fez algumas participações em séries como Lei & Ordem: Unidade de Vítimas Especiais (Law & Order: Special Victims Unit) e Ugly Betty, mas dedica a maior parte de seu tempo para causas sociais. Ela é diretora do hospital infantil, criado por seu pai. Em 2004 a atriz gravou um CD como cantora, e toda a renda obtida foi doada ao hospital.

Desde 1980 ela é casada com o ator e apresentador Phil Donahue.

Em 2018 Marlo Thomas retornou ao cinema fazendo uma participação especial  em Oito Mulheres e um Segredo (Ocean's Eight, 2018).

 Marlo Thomas atuamente


Curta nossa página no Facebook 
e inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil