Morre o ator francês Serge Merlin, aos 86 anos


Morreu no dia 16 de fevereiro o ator e comediante francês Serge Merlin, mais conhecido como o vizinho pintor em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d'Amélie Poulain, 2001).

Grande nome do teatro francês (ele chegou a trabalhar com Marcel Camus), Serge estreou no cinema como o estudante judeu Jakub Gold em Samson, a Força Contra o Ódio (Samson, 1961), que valeu uma indicação ao Leão de Ouro em Veneza para o diretor Andrzej Wajda.

 Serge Merlin em Samson, a Força Contra o Ódio

Serge atuou em mais de 50 produções entre o cinema e televisão, e fez inúmeras peças de teatro. Entre seus principais filmes estão A Loba Solitária (La louve solitaire, 1968), Tusk (1980), Danton, o Processo da Revolução (Danton, 1983), Um Amor na Alemanha (Eine Liebe in Deutschland, 1983), Inferno Subterrâneo (Le brasier, 1991), Coma (1993), O Diário do Sedutor (Le journal du séducteur, 1996) e O Homem que Ri (L'homme qui rit, 2012).

 Serge Merlin em A Loba Solitária

Mas o papel mais famoso da carreira do ator, no cinema, foi como o pintor Raymond Dufayel, o vizinho recluso (que sofre da doença dos ossos de vidro) de Amélie Poulian, em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d'Amélie Poulain, 2001). Ele também teve um desempenho marcante em Ladrão de Sonhos (La cité des enfants perdus, 1995), de Marc Caro e Jean-Pierre Jeunet.

 Audrey Tattou e Serge Merlin em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

 Serge Merlin em Ladrão de Sonhos


Serge Merlin fazendo Rei Lear, no teatro

Seu último trabalho no cinema foi como o Rei Luís XI em Uma Nação, Um Rei (Un peuple et son roi, 2018), com Louis Garrel. O ator morreu no dia 16 de fevereiro de 2019, aos 86, mas a causa da morte não foi revelada.


Curta nossa página no Facebook 

Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil