Morre a atriz Maximira Figueiredo, aos 79 anos


Morreu no dia 15 de outubro a atriz paulista Maximira Figueiredo.


Nascida em São Paulo, em 02 de fevereiro de 1939, a atriz iniciou sua carreira no rádio, na década de 50. Estreou na TV Paulista na novela Neli (1956) e fez diversos teleteatros na emissora. Atuou ainda na novela O Guarani (1959), produzida pelo mesmo canal.

Na Paulista também apresentou o lendário O Mundo é das Mulheres, onde co-apresentava ao lado de Hebe Camargo.

Maximira e Hebe nos tempos de O Mundo é das Mulheres

Na emissora também atuou no programa Riso do Cinco, ao lado do comediante Ronald Golias e no programa infantil Zás Trás, onde interpretava uma fada.

Riso dos Cinco

Maximira Figueiredo como fada em Zás Trás

Maximira estreou no cinema no filme O Vendedor de Linguiças (1962), comédia de Amâncio Mazzaropi. No mesmo ano atuou em Lá no Meu Sertão (1962). Mas fez pouco cinema, retornando a grande tela somente em 2018, nos filmes A Vingança de Babu (2018) e A Cruz e O Pentagrama (2018).

Em O Vendedor de Linguiças

Em 1965 atuou na novela Marina (1965), na recém inaugurada Rede Globo. Ainda atuou nas novelas Cavalo Amarelo (1980), Chapadão do Bugre (1988) e Fascinação (1998). Porém, um de seus papéis mais marcantes é o da vilã Rosália, que se finge de cega na novela Pérola Negra (1998), do SBT. Na emissora ainda atuou em Amor e Ódio (2001), seu último trabalho na televisão.

Também dubladora, deu a voz para as atrizes Marlene Dietrich, Shelley Winters e Vanessa Redgrave, além de dublar diversos desenhos animados, sendo mais lembrada como a voz da robô Rosie em Os Jetsons.

Rosie e Rosália

Maximira Figueiredo em 2017

A atriz vivia na Praia Grande, litoral de São Paulo há alguns anos, e faleceu vítima de um câncer de pulmão, aos 79 anos de idade.



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

1 comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil