Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Por Onde Anda? O ator Steve Guttenberg





Nos anos 80 Steve Guttenberg, além de ser protagonista de diversos sucessos de bilheteria, era um dos astros mais atuantes, tendo feito diversos filmes. Ao lado de Gene Hackman, ele é considerado um dos atores mais ocupados da década.

Steven Robert Guttenberg nasceu em Nova York, em 24 de agosto de 1958. Filho de uma família judaíca, ele cresceu no bairro do Queens.

A carreira de Steve Guttenberg

Enquanto ainda estava no ensino médio, Guttenberg estudou em um programa de verão na escola Juilliard, e foi aluno de John Houseman, um ator que trabalhou diversas vezes com Orson Welles.

Durante o período que estava na Juilliard, o ator fez sua estreia no teatro. Quando a temporada de verão acabou, Steve terminou o colegial, e foi para a Universidade, mas deixou o curso para mudar-se para à Califórnia, em busca de trabalhos como ator.

Seu primeiro papel foi em um comercial da KFC, e estreou no cinema em 1977, em um papel não creditado no filme Terror na Montanha Russa (Rollercoaster, 1977). Porém, no mesmo ano, foi um dos astros da comédia adolescente Crônicas Colegiais (The Chicken Chronicles, 1977).

Steve Guttenberg em Crônicas Colegiais

Em 1978 ele desempenhou um papel em Meninos do Brasil (The Boys From Brazil, 1978), e depois ainda atuou em Amor em Jogo (The Players, 1979) e A Música Não Pode Parar (Can't Stop The Music, 1979).

Steve Guttenberg em Os Meninos do Brasil

Em 1982 ele atuou no belo Quando Os Jovens se Tormam Adultos (Diner, 1982), um filme sobre a chegada a maturidade, estrelado por jovens promessas da nova geração de Hollywood, como Kevin Bacon, Mickey Rourke, Paul Reiser e Daniel Stern.

Steve Guttenberg em Quando Os Jovens Se Tornam Adultos

Como protagonista, estrelou a comédia de ação O Homem que Não Existiu (The Man Who Wasn't There, 1983). Steve Guttenberg já era um nome conhecido, mas tornou-se astro quando foi escalado para viver o policial Carey Mahoney na comédia Loucademia de Polícia (Police Academy, 1984).

O filme tinha um baixo orçamento, e muitos estúdios não acreditavam no seu potencial, mas ele se tornou um grande sucesso, e acabou tendo diversas continuações, e hoje é considerado um clássico por uma legião de fãs.

Steve Guttenberg e Kim Cattrall em Loucademia de Polícia

O sucesso comercial de Loucademia de Polícia foi tanto, que logo após o seu lançamento foi produzido sua primeira sequência, Loucademia de Polícia 2: A Primeira Missão (Police Academy 2: Their First Assignment, 1985). Guttenberg repetiu o papel de Mahoney nos primeiros quatro filmes da saga, atuando ainda em Loucademia de Polícia 3: De Volta ao Treinamento (Police Academy 3: Back in Training, 1986) e Loucademia de Polícia 4: O Cidadão se Defende (Police Academy 4: Citizens on Patrol, 1987).

Foram produzidos ainda mais dois filmes, e uma série de televisão, porém, o ator não tomou parte nestas obras.

Steve Guttenberg em Sharon Stone Loucademia de Polícia 4: O Cidadão se Defende

Em 1985 ele estrelou a comédia Esses Médicos Muito Loucos (Bad Medicine, 1985), que não fez muito sucesso, mas no mesmo ano teve um dos principais papéis em Cocoon (Idem, 1985), outro grande sucesso de bilheteria de sua carreira.

Steve Guttenberg e Tahnee Welch em Cocoon

Outros grandes campeões de bilheterias de sua carreira foram Um Robô em Curto Circuito (Short Circuit, 1986) e Três Solteirões e um Bebê (3 Men and a Baby, 1987), que hoje também são filmes cultuados da década de 1980.

Steve Guttenberg em Um Robô em Curto Circuito
Steve Guttenberg, Tom Selleck e Ted Danson em Três Solteirões e Um Bebê

O ator também esteve no elenco de Uma Janela Suspeita (The Bedroom Window, 1987), As Amazonas na Lua (Amazon Women on the Moon, 1987), Ensina-me a Querer (Surrender, 1987), Com Fantasmas Não se Brinca (High Spirits, 1988), Não Diga Quem Sou Eu (Don't Tell Her It's Me, 1990), que não forma muito bem sucedidos, e também esteve nas sequências de Cocoon: O Regresso (Cocoon: The Return, 1988) e Três Solteirões e uma Pequena Dama (3 Men and a Little Lady, 1990).

E em 1989 também participou do videoclipe Liberty Girl, de Michael Jackson.

Três Solteirões e Uma Pequena Dama

Na década de 1990 ele desacelerou, recusando alguns papéis para o cinema, para se dedicar ao trabalho no teatro, atuando em algumas produções na Broadway. Também atuou em no teatro londrino.

Guttenberg retornou ao cinema no infantil Pisando na Bola (The Big Green, 1995), e a partir de então, atuou em diversos filmes classificados como "para família". Ele esteve no elenco de Feriados em Família (Home for the Holidays, 1995) e foi o pai das gêmeas Olsen na comédia As Namoradas do Papai (It Takes Two, 1995).

Ashley e Mary-Kate Olsen, Steve Guttenberg e Kristie Alley em As Namoradas do Papai

Outro filme infantil na carreira do ator foi Gasparzinho, como Tudo Começou (Casper: A Spirited Beginning, 1997), e atuou em filmes menos expressivos como Quase Feitos um para o Outro (Zeus and Roxanne, 1997), Airborne: Ameaça Letal (Airborne, 1998) e P.S. Your Cat is Dead! (2002), que ele também dirigiu.

Steve Guttenberg em Gasparzinho, Como Tudo Começou

Sua carreira entrou em declínio no começo dos anos 2000, e o ator atuou em alguns filmes de baixo orçamento, muitos deles feitos para a televisão. Um dos maiores destaques de sua carreira neste período foi o remake de A Aventura do Poseidon (The Poseidon Adventure, 2005).

Ele também começou a trabalhar como ator convidado em séries de televisão como Lei & Ordem: Crimes Premeditados (Law & Order: Criminal Intent) e Veronuia Mars, programa no qual teve um papel recorrente, entre 2005 e 2006.


Steve Guttenberg em Veronica Mars

Em 2008 viralizou um vídeo do ator correndo quase nu pelo Central Park. Na época, foi comentado que o ator estava sob efeito de drogas, porém, o vídeo na verdade era uma pegadinha, feita para o canal de humor de Will Ferrel no Youtube. No mesmo ano, ele entrou para o Guinnes Book com um recorde bizarro, a pessoa que fez mais cachorros quentes em um minuto.

Também em 2008 foi um dos participantes do Dancing With Stars, o Dança dos Famosos norte-americano, mas foi um dos primeiros eliminados.



Nos anos seguintes, retornou ao teatro, e atuou em filmes como Aprendendo a Viver (Shannon's Rainbow, 2009), Cão de Ouro (The Gold Retrievers, 2009), e filmes assumidamente trash como Lavalantula (2015) e Lavalantula 2 (2016) e Sharknado: Corra Para o 4º (Sharknado 4: The 4th Awakens, 2016).

Steve Guttenberg em Lavalantula

A partir de 2018 o ator voltou a reduzir seus trabalhos, para cuidar do pai, que estava com problemas renais, e precisava fazer hemodialise diariamente. Durante este período, Steve Guttenberg passou a fazer alguns trabalhos como dublador.

Eventualmente, também atuou em frente as câmeras, como na série Os Goldbergs (The Goldbergs, 2019-2023), na qual fez participações regulares.

Seu último trabalho, até o momento, foi dublando a animação The Little Mermaid (2023), gravado após a morte de seu pai, em 2022.

Steve Guttenberg em Os Goldbergs

Leia também:  Por Onde Anda? Lisa e Michelle Blair, o Bebê de Três Solteirões e Um Bebê (1987)

Leia também: Tom Selleck, o eterno Magnum

Leia também: Morre a atriz Marion Ramsey, de Loucademia de Polícia, aos 73 anos de idade

Leia também:  Morre Art Metrano, de Loucademia de Polícia, aos 84 anos de idade

Leia também:  Relembrado o ator George Gaynes

Leia também:  Relembrando Bubba Smith, de Loucademia de Polícia

Leia também: Morre o ator Howard Hesseman, o Capitão Pete Lassard de Loucademia de Polícia 2

Veja Também: As Mais Belas Atrizes dos Anos 80 (Antes e Depois)

Veja também: Antes e Depois do Elenco de Punky, a Levada da Breca

Veja também: Os Artistas que Morreram em 2022 - In Memoriam

Veja também: As Versões Bizarras de O Exorcista

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

Siga também nosso Instagram


Postar um comentário

0 Comentários