Por Onde Anda? Vinícius de Oliveira, de Central do Brasil


Em 1998 o filme brasileiro Central do Brasil fez um enorme sucesso mundial. Vencedor do prêmio no Festival de Berlin, a produção recebeu duas indicações ao Oscar, incluindo a de Melhor Filme Estrangeiro, e revelou o talento do jovem Vinícius de Oliveira, que interpretava o menino Josué.



Vinícius Campos de Oliveira nasceu no Rio de Janeiro, em 18 de julho de 1985. Como muitos meninos brasileiros, Vinícius sonhou em ser jogador de futebol, e chegou a jogar pela Portuguesa da Ilha do Governador, disputando alguns campeonatos.

Mas foi o cinema que o deixou famoso, quando foi escolhido entre 1500 meninos para viver o órfão Josué, que viaja pelo Brasil em busca do pai desconhecido, após a morte da mãe no belo Central do Brasil (1998), de Walter Salles.

De família humilde, o menino trabalhava como engraxate no aeroporto Santos Dumont do Rio de Janeiro, quando abordou Walter Salles, oferecendo seus serviços. Salles, que estava de tênis, recusou, e o menino disse "estou com fome, me paga um sanduíche?". O diretor pagou um lanche, e levou o menino para a seleção de seu novo filme.

Contracenando com veteranos como Fernanda Montenegro, Othon Bastos e Matheus Nachtergale, o pequeno Vinícius, de 12 anos de idade, comoveu o público com sua atuação, mesmo não tendo experiência anterior.

O filme foi indicado a diversos prêmios, e ganhou o Urso de Prata em Berlim (além de dois outros prêmios do festival), o Bafta e o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro (além de receber uma indicação para a atriz Fernanda Montenegro). Entre as diversas indicações internacionais também estão duas indicações ao Oscar, na categoria de Melhor Filme Estrangeiro e de Melhor Atriz (tornando Fernanda Montenegro a única brasileira indicada ao Oscar até os dias de hoje).

Vinícius receber a indicação ao prêmio de Melhor Ator no Festival de Cinema de Havana.


A equipe de Central do Brasil com o Globo de Ouro recebido pelo filme

Vinícius então fez diversos trabalhos como ator mirim. Ele apresentou os programas Alô, Vídeo Escola e Que Bicho è Esse?, no canal Futura, e em 1999 atuou na novela Suave Veneno (1999).


Vinícius de Oliveira Glória Pires em Suave Veneno

No ano seguinte, voltou a trabalhar com Walter Salles no filme Abril Despedaçado (2000).


Rodrigo Santoro e Vinícius de Oliveira em Abril Despedaçado

Mas com a chegada da puberdade os convites para Vinícius atuar foram desaparecendo, e ele recorreu ao teatro, atuando em peças como Jovem Drummond (2000) e Eles Não Usam Black-Tie (2001).


Vinícius de Oliveira em Jovem Drummond

Em 2003 atuou no curta Bala Perdida, de Victor Lopes, que foi premiado no Festival do Rio BR, e no Festival de Curtas de São Paulo. No ano seguinte, atuou na peça A Geração Trianon, e fez duas participações no seriado Carga Pesada.

Em 2007, sob direção de José Eduardo Belmonte, retornou ao cinema no filme Se Nada Mais Der Certo (2007), onde também foi estagiário de produção. E no ano seguinte foi novamente dirigido por Walter Salles em Linha de Passe (2008), o filme foi indicado ao prêmio de Melhor Filme no Festival de Cannes.


Vinícius de Oliveira em Linha de Passe


Em 2010 retornou a televisão, interpretando o jovem Renato Aragão no especial de final de ano Nosso Querido Trapalhão (2010).


Vinícius de Oliveira em Nosso Querido Trapalhão

No cinema, fez também Fala Sério (2011), Fca Carla (2011) e Assalto ao Banco Central (2011), onde interpretou o ingênuo Devanildo. O filme foi um grande sucesso de bilheteria.


Vinícius de Oliveira em Assalto ao Banco Central

Em 2014 protagonizou o filme Se Deus Vier Que Venha Armado (2014), e no mesmo ano atuou na novela O Rebu (2014). Na TV, fez também a novela A Regra do Jogo (2015).


Vinícius de Oliveira e Alexandre Nero em A Regra do Jogo

Em 2015 o ator atuou na série Santo Forte (2015), do AXN. Depois, atuou em diversas séries produzidas para a TV a Cabo ou Streaming, fazendo parte do elenco de Unidade Básica (2016), Sob Pressão (2017), Magnifica 70 (2018), Sintonia (2019) e Segunda Chamada (2019), onde contracenou com sua esposa, a atriz Sara Antunes.


Cristina Lago e Vinícius de Oliveira em Magnífica 70


Vinícius de Oliveira e Sara Antunes em Segunda Chamada


No mesmo ano atuou na série Irmãos Freitas (2019), uma produção da Netflix sobre a vida do lutador de boxe Popó, dirigida por Walter Salles.

Vinícius de Oliveira também atuou no filme Boi Neon (2015) e Um Dia Qualquer (2020), onde interpreta um miliciano.


Vinícius de Oliveira em Um Dia Qualquer


Vinícius de Oliveira também da aulas de interpretação, e é pais de dois meninos.



Vinícius de Oliveira com sua família


Vinícius de Oliveira e Fernanda Montenegro, nos tempos de Central do Brasil e atualmente



Veja Também: O Primeiro Brasileiro Indicado ao Oscar



0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil