Relembrando o breve ator Márcio Ribeiro


Pioneiro do Stand-Up no Brasil, Márcio Ribeiro atuou no cinema, teatro e televisão, mas foi sua participação em programas infantis da TV Cultura que o popularizou junto ao público.



Márcio Ribeiro nasceu em São Paulo, em 12 de maio de 1964. Márcio começou no teatro, mas ficou nacionalmente conhecido ao apresentar o programa infantil X-Tudo (1994-2002), após a saída do ator Gerson de Abreu.

Antes disto, na mesma emissora, foi a voz do repórter Arinélson, no programa Rá-Tim-Bum (1990-1994).


Márcio Ribeiro em X-Tudo


O repórter Arinélson de Rá-Tim-Bum


No cinema, estreou no curta-metragem Os Ursos (1995), e atuou nos curtas Um Bom Coração (1996), de Fernando Meirelles e Um Dia... e Depois o Outro (1997), que lhe rendeu diversos prêmios, incluindo o Candango no Festival de Brasília e o Kikito no Festival de Gramado.


Márcio Ribeiro premiado no festival de cinema de Gramado


Foi Mara Mourão que o levou para os longa-metragens, onde ele estreou como o Necão na comédia Alô? (1998). Ele voltou a trabalhar com Fernando Meirelles em Domésticas (2001) e ainda participou de O Casamento de Romeu e Julieta (2005).


Márcio Ribeiro em Alô?


Na TV, Márcio atuou na novela Brasileiros e Brasileiras (1991), no SBT. Depois, na Globo, fez a série Sandy e Junior (2001).


Márcio Ribeiro em Sandy e Junior

Depois fez programas de humor, como Acampamento Legal (2001-2002), na Record; Sem Controle (2007) e Câmera Café (2007-2008), no SBT e Uma Escolinha Muito Louca (2008-2010), na Record, onde também fez alguns especiais.


Márcio Ribeiro e Anna Hickmann em Romeu e Julieta, especial da TV Record

Na Globo, ele ainda fez uma participação na novela A Favorita (2008), e foi o professor Homero na temporada de 2010 de Malhação. E em 2012 viveu o Seu Broncoli, no humorístico Os Cara de Pau (2012).


Maria Pinna e Márcio Ribeiro em Malhação


Márcio Ribeiro em Os Caras de Pau


Mas foi na comédia Stand Up que ele fez a maior parte de seus trabalhos após deixar a TV Cultura. Com textos considerados pesados e escatológicos, ele fez parte do Clube de Comédia e foi criador do grupo Comédia ao Vivo.

Após sofrer dois infartos, escreveu o texto "Venha Antes que EU Acabe", que falava da vida pós-infarto. E em 2013, enquanto estava em turnê com o projeto Comédia Popular Brasileira, Márcio Ribeiro faleceu de complicações cardíacas em 29 de maio, com apenas 49 anos de idade.



Márcio Ribeiro em 2013


Márcio Ribeiro e o ator Robin Williams



0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil