Morre o ator Jimmy Lydon, aos 98 anos de idade

Jimmy Lydon e Elizabeth Taylor em Nossa Vida Com Papai

O ator e produtor Jimmy Lydon morreu no dia 09 de março, aos 98 anos de idade. Astro juvenil das décadas de 1930 e 1940, Jimmy foi protagonista da série de filmes "Henry Aldrich" e foi o primeiro ator a beijar Elizabeth Taylor nas telas de cinema, no filme As Delícias da Vida (Cynthia, 1947), na MGM.

De acordo com a filha do ator, ele morreu pacificamente em sua residência, de causas naturais.


Jimmy Lydon e Elizabeth Taylor em As Delícias da Vida

Nascido em 30 de maio de 1923, ele começou a atuar para ajudar a sustentar sua família, que era muito pobre. Ele era o quinto de nove irmãos, e seu pai, era um alcoólatra desempregado. Lydon estreou na Broadway em 1937.

Dois anos depois fez seu primeiro filme, A Vida é Assim (Back Door to Heaven, 1939), e seguiu atuando em papéis juvenis em Hollywood.


Jimmy Lydon em 1939


Um ano após estrear nas telas, protagonizou Os Dias Escolares de Tom Brown (Tom Brown's School Days, 1940), segundo filme da RKO a faturar mais de um milhão de dólares nas bilheterias. Jimmy Lydon contracenava com o então adolescente Freddie Bartholomew, antigo astro mirim da década anterior.


Jimmy Lydon e Freddie Bartholomew em  Os Dias Escolares de Tom Brown


Em 1939 o ator Jackie Cooper deu vida a Henry Aldrich no filme A Vida Começa aos 14 (Waht a Life, 1939). O personagem havia surgido na Broadway, e havia ganho fama após estrelar um popular programa de rádio.

Cooper viveu Henry Aldrich mais uma vez, mas depois deixou o personagem, que foi assumido por Jimmy Lydon, que interpretou o personagem em 9 filmes, todos feitos na Paramount. Henry Aldrich era um personagem adolescente nos moldes de Andy Hardy, personagem consagrado por Mickey Rooney.




Em 1947 ele interpretou um dos filhos de William Powell e Irene Dunne em Nossa Vida Com Papai (Life With Father, 1947). Foi a primeira grande produção da Paramount, que queria fazer filmes mais sérios, e acabar com a fama de produções de baixo orçamento do estúdio.


Jimmy Lydon e Irenne Dunne em Nossa Vida Com Papai

Em Nossa Vida Com Papai ele contracenou pela primeira vez com Elizabeth Taylor, com quem fez par romântico em seu filme seguinte, As Delícias da Vida (Cynthia, 1947). Taylor, então uma atriz mirim em ascensão, estava fazendo o primeiro papel mais adulto de sua carreira.




Ele também estrelou o drama Estranha Ilusão (Strange Illusion, 1945), e teve papéis importantes em filmes como Um Momento em Cada Vida (The Time of Your Life, 1948), Paraíso Proibido (September Affair, 1950), Nobre e Rebelde (The Magnificent Yankee, 1950) e Geleiras do Inferno (Island in the Sky, 1953).

Ele também estrelou três filmes da série Gassoline Alley, que era baseado em uma história em quadrinhos.




E entre 1950 e 1951 estrelou The First Hundred Years, a primeira novela diária da televisão norte-americana, produzida pela CBS.


Jimmy Lydon e Olive Stacey em The First Hundred Years

Em 1952 o ator se casou com a atriz Betty Lou Nedell, filha da atriz Olivia Blakeney, que havia interpretado sua mãe em todos os filmes de Henry Aldrich. O casal permaneceu junto até a morte de Betty Lou, em janeiro deste ano.

A partir da década de 1950 passou a atuar mais na televisão, e também tornou-se um bem sucedido produtor de TV. Ele foi um dos criadores das séries Mister Roberts, 77 Sunsent Strip e M*A*S*H*

Jimmy Lydon fez papéis ocasionais na televisão até a década de 1980.






Veja também: A Outra Doris Day

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil