Morre a atriz Yvette Mimieux, a estrela de A Máquina do Tempo (1960), aos 80 anos de idade

Yvette Mimieux e Rod Taylor em A Máquina do Tempo

A atriz norte-americana Mimieux morreu no dia 18 de janeiro, aos 80 anos de idade. Uma das promessas da MGM da década de 1960, Yvette é mais lembrada por seu papel em A Máquina do Tempo (Time Machine, 1960).

De acordo com seus familiares, ela morreu enquanto dormia, de causas naturais.



Yvette Carmen Mimieux nasceu em Los Angeles, em 08 de janeiro de 1942, e era filha de pai francês com mãe mexicana. Um agente de talento a viu na rua, e sugeriu que ela fosse atriz.

Ela estreou no cinema em Um Certo Sorriso (A Certain Smile, 1958), fazendo um pequeno papel, e foi escolhida pela MGM para ser a estrela de A Máquina do Tempo (Time Machine, 1960), que fez um grande sucesso comercial.

Entretanto, ela apareceu antes em A Ilha das Víboras (Platinum High School, 1960), que foi filmado antes de A Máquina do Tempo, mas foi lançado nos cinemas primeiro. Este filme lhe valeu uma indicação ao Globo de Ouro de Atriz Revelação.


Carta de A Máquina do Tempo

Colocada sob longo contrato na MGM, ela apareceu em diversos filmes do estúdio, como Bastam Dois Para Amar (Where the Boys Are, 1960), Bastam Dois Para Amar (Where the Boys Are, 1962), O Mundo Maravilhoso dos Irmãos Grimm (The Wonderful World of the Brothers Grimm, 1962), Na Voragem das Paixões (Toys in the Attic, 1963).


Rory Harrity e Yvette Mimieux em Bastam Dois Para Amar


Mimieux também atuou em Os Tiranos Também Amam (Diamon Head, 1967), Este Mundo é Um Circo (Monkeys, Go Home!, 1967) e Os Mercenários (The Mercenaries, 1968). Na década de 1970 ela passou a atuar mais na televisão, com o fim do sistema de contratos dos grandes estúdios. 

Yvette chegou a estrelar a série The Most Deadly Game (1970-1971), e foi Natacha Rambova, a esposa de Rudolph Valentino, no telefilme A História de Rodolfo Valentino (The Legend of Valentino, 1975).


Suzanne Pleschette, Yvette Mimieux, Lesley Ann Warren e Franco Nero em A História de Rodlfo Valentino

A atriz foi casada com o grande cineasta Stanley Donen, entre 1972 e 1985. Depois casou-se novamente, com o empresário Howard Ruby.


Yvette Mimieux e Howard Ruby





Um comentário:

  1. Gostava bastante de Yvette... seus filmes 'light' pela MGM passavam no Cine Jardim, na rua Fradique Coutinho, em Pinheiros... e eu vi vários ('Light in the piazza' com Olivia De Havilland, 'Where the boys are' com Paula Prentiss etc)... era uma 'tchurminha' que acabou sendo a última antes que o 'studio system' terminasse em Hollywood...

    ResponderExcluir

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil