Por Onde Anda? O versátil e talentoso Tim Curry


O ator e cantor Tim Curry tem mais de 200 créditos em sua carreira. Mais conhecido por interpretar papéis de coadjuvantes, geralmente ele é visto em papéis de vilões, mesmo que com um leve toque de humor.



Timothy James Curry nasceu em Cheshire, Inglaterra, em 19 de abril de 1946. Seu pai era um capelão real da Igreja Metodista, que faleceu com Curry tinha 12 anos de idade.

Sua mãe o colocou em um colégio interno, onde ele ingressou no coro, onde destacou-se como um menino soprano. Curry cantou muitos anos em um coral, mas descobriu o gosto pela atuação na universidade.

Tim Curry estreou no teatro na versão inglesa do musical Hair, em 1968. Foi nos palcos que Curry conheceu o compositor Richard O'Brien, que escreveu o papel de Dr. Frank-N-Furter pensando no ator. Curry estrelou a peça The Rocky Horror Show em 1973.


Tim Curry em Hair

Em 1975 ele repetiu o papel do cientista no filme The Rocky Horror Picture Show (1975), sua estreia cinematográfica.




Ele recebeu novos convites para atuar no cinema, fazendo Estranho Poder de Matar (The Shout, 1978) e Times Square (1980), mas priorizou sua carreira no teatro.

Já morando nos Estados Unidos, atuou ativamente na Broadway, e foi indicado a um prêmio Tony pelo seu papel em Amadeus (1981), onde interpretou Wolfgang Amadeus Mozart.


Tim Curry em Amadeus

Em 1982 ele foi um dos algozes da pequena órfã Annie, no filme de mesmo nome. Paralelamente, ainda continuava no teatro, e também fazia muitos trabalhos na televisão. Ridley Scoot havia assistido Curry em The Rocky Horror Picture Show, e o convidou para viver o senhor das trevas em A Lenda (Legend, 1985). O ator precisava de cinco horas para fazer a maquiagem, e mais uma hora de banho para conseguir tirá-la após as filmagens.

Ainda em 1985 ele interpretou o mordomo em Os Sete Suspeitos (Clue, 1985), filme com finais alternativos, inspirados no jogo de tabuleiro Detetive.



Tim Curry sendo maquiado em A Lenda

Em 1986 o ator também começou a trabalhar com dublagens, e ao longo dos anos emprestou sua voz para diversas animações, e em 1989 teve um papel regular na série O Homem da Máfia (Wiseguy).

Em 1989 Tim Burton chegou a cogitar em usar Tim Curry no papel de Coringa (Joker) no filme Batman (Idem, 1989), mas acabou optando por Jack Nicholson. Mas apesar de perder o icônico papel, Curry ganhou outro personagem eternizado no meio audiovisual, o do palhaço Pennywise na minissérie It - Uma Obra Prima do Medo (It, 1990).


Tim Curry, o primeiro Pennywise

Após atuar no filme de guerra A Caçada ao Outubro Vermelho (The Hunt for Red October, 1990), Tim Curry foi escalado para comédia Oscar: Minha Filha Quer Casar (Oscar, 1990).

Tim Curry, até então conhecido por dar vida a personagens exóticos e estranhos, começou a fazer diversos filmes cômicos na década de 1990, como Este Velório é Uma Parada (Passed Away, 1992), Máquina Quase Mortífera (Loaded Weapon 1, 1993), Um Cupido Entre Nós (Lover's Knot, 1995) e Os Muppets na Ilha do Tesouro (Muppet Treasure Island, 1996). Mas talvez seja mais lembrado como o concierge intrometido em Esqueceram de Mim 2: Perdido em Nova York (Home Alone 2: Lost in New York, 1992).




Tim Curry como o Capitão Gancho em Os Muppets na Ilha do Tesouro



Ainda nos anos 90, interpretou o Cardeal Richelieu em Os Três Mosqueteiros (The Three Musketeers, 1993) e esteve em O Sombra (The Shadow, 1994) e na aventura Congo (Idem, 1995).


Tim Curry em Os Três Mosqueteiros 

Neste período o ator também fez muitas dublagens, em animações como Alladin (a série), Capitão Planeta (Captain Planet and the Planeteers), Sonic, o Ouriço (Sonic the Hedgehog), A Pequena Sereia (The Little Mermaid, a série) e Família Dinossauro (Dinosaurs).


Tim Curry emprestou sua voz para o computador MAL em Capitão Planeta

Curry começou a aparecer menos em frente as câmeras, trabalhando muito com dublagem, mas foi o Gomez Addams em O Retorno da Família Addams (Addams Family Reunion, 1998).


Tim Curry e Darryl Hannah em O Retorno da Família Addams

O ator ainda apareceu em alguns filmes nos anos seguintes, como Na Mira do Inimigo (Four Dogs Playing Poker, 2000), As Panteras (Charlie's Angels, 2000), Todo Mundo em Pânico 2 (Scary Movie 2, 2001), Entre o Amor e a Guerra (The Scoundrel's Wife, 2002), Kinsey: Vamos Falar de Sexo (Kinsey, 2004) e na minissérie Alice e o Novo País das Maravilhas (Alice, 2009).


Tim Curry em  Kinsey: Vamos Falar de Sexo

Tim Curry em As Panteras

Tim Curry em Alice e o Novo País das Maravilhas

Em julho de 2012 o ator sofreu um derrame, que limitou seus movimentos, obrigando-o a usar uma cadeira de rodas. Desde então ele passou a dedicar-se quase que exclusivamente a dublagem.



Também cantor (ele lançou seu primeiro disco em 1978), Tim Curry também retomou sua carreira musical, fazendo alguns shows e lançando músicas novas e alguns shows.


Disco de Tim Curry



Em 2016, entretanto, ele fez uma participação especial no remake de Rocky Horror Picture Show, feito para a televisão. Desta vez Curry interpretava um médico criminologista.



Tim Curry em Rocky Horror Show, 2016

Em 2020, durante a pandemia, ele também participou de uma live em homenagem ao clássico Rocky Horror Picture Show, transmitida pela internet.

Ainda dublado, o ator também comparece a diversas feitas e convenções dedicadas a fãs de cinema. Tim Curry nunca se casou, nem teve filhos.


Tim Curry atualmente

Tim Curry em 2020


0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil