O breve Francesco Quinn, o filho ator de Anthony Quinn


Anthony Quinn é uma das maiores lendas da história do cinema, vencedor de dois Oscars, ele  atuou em cerca de 200 filmes. Quinn, que morreu em 2001, aos 86 anos de idade, teve 13 filhos.

O primeiro filho do ator, Christopher Quinn, morreu em um trágico acidente em 1941, quando tinha apenas dois anos de idade (leia sobre isto aqui). Outros filhos do ator também seguiram a carreira cinematográfica, como Lorenzo, Valentina, Danny e Alex A. Quinn. Francesco Quinn, assim como o pai, também se tornou ator, mas sua carreira foi interrompida em 2011, quando ele faleceu, com apenas 48 anos de idade.

Francesco, Anthonny e Danny Quinn (1967)

Anthony e Franceso Quinn

Francesco Daniele Quinn nasceu em Roma, na Itália, em 22 de março de 1963. Ele era filho do ator Anthony Quinn com a atriz Jolanda Addolori (segunda esposa do ator).


Jolanda Addolori e Anthony Quinn

Aos 22 anos de idade Francesco Quinn tentou trilhar o mesmo caminho do pai, mas as comparações com o parente famoso acabaram limitando um pouco sua carreira. Além disto, o ator era muito parecido com Anthony, fisicamente, e posteriormente chegou a dividir o mesmo papel com o pai, em fases diferentes de uma produção.

Seu primeiro trabalho como ator foi na minissérie Quo Vadis? (1985), onde interpretou Marcus Vinicius.

Francesco Quinn em Quo Vadis?

Em 1986 o diretor Oliver Stone escalou Francesco para viver o soldado Rhah em Platoon (1986), que ganhou o Oscar de Melhor Filme no ano seguinte. Platoon alavancou a carreira dos atores Charlie Sheen, Johnny Depp, Tom Berenger e Forest Whitaker. Francesco Quinn também teve um papel memorável como o soldado de voz rouca que rouba heroína de vietnamitas mortos.

Mas durante um intervalo de filmagens, após uma discussão calorosa com Williem Dafoe, Francesco desferiu um soco no colega de elenco. Por causa disto, ganhou a fama de um artista difícil e temperamental, e teve problemas para conseguir novos papéis.

Francesco Quinn em Platoon

Charlie Sheen, Tom Berenger, Willien Dafoe, Francesco Quinn e Kevin Dillon em Platoon

Depois da confusão em Platoon, Francesco levou dois anos para recuperar sua imagem, retornando ao cinema em O Último Desejo (Love Dream, 1988), onde contracenou com Diane Lane, Christopher Lambert e a brasileira Claudia Ohana. O filme não foi muito bem recebido pela crítica, e acabou não sendo muito visto pelo público.

Na Itália Francesco filmou o histórico Stradivari (1988), onde atuou pela primeira vez ao lado de seu pai. Ao lado de outro veterano, Glenn Ford, estrelou Casablanca Express (1989).que também tinha como protagonista outro filho de um ator lendário, Jason Connery, único herdeiro de Sean Connery.



No início da década de 1990 o ator reencontrou o pai em duas ocasiões. A primeira delas foi na minissérie O Velho e o Mar (The Old Man and the Sea, 1990), onde pai e filho dividiam o mesmo papel de Santiago. Francesco interpretava o personagem quando jovem. Sua irmã, a atriz Valentina Quinn também atuou na produção.


Anthony, Valentina e Francesco Quinn nos bastidores de O Velho e O Mar

Depois pai e filho ainda fariam juntos o filme Um Amor no Passado (A Star for Two, 1991), que ainda tinha veterana Lauren Bacall no elenco. Novamente Francesco fazia o mesmo papel que o pai, quando jovem.


Neste período o ator fez participações em séries de televisão como O Jovem Indiana Jones (The Young Indiana Jones Cronicles) e no erótico Red Shoe Diaries. Também atuou em filmes como Espionagem em Miami (Deadly Rivals, 1993), com Margaux Hemingway e Uma Dupla Animal (Top Dog, 1995), com Chuck Norris. Também esteve no elenco de Gangues: Sentença Mortal (Judgement, 1992) e As Duas Faces do Desejo (The Dark Dancer, 1995).

Ele também atuou no docudrama Cannes Man (1997), que contava com a participação de astros como Johnny Depp, Jon Cryer, Benicio Del Toro, Dennis Hopper e na minissérie Bravos Guerreiros (Rough Riders, 1997).

Francesco Quinn em Bravos Guerreiros

Em 1998 ele estrelou o independente Placebo Effect (1998) e entre 1999 e 2001 esteve no elenco da novela Young and the Restless. A partir de então, iniciou uma bem sucedida carreira como convidado de programas de televisão.

O ator apareceu em O Fugitivo (The Fugitive), Crossing Jordan, JAG - Asses Invencíveis (JAG) e fez o terrorista Syed Ali em seis episódios da série 24 Horas (24). Posteriormente estaria em CSI: Miami, Plantão Médico (ER), NCIS: Investigações Criminais (NCIS: Naval Criminal Investigative Service) e outras.

Kiefer Sutherland e Francesco Quinn em 24 Horas


Com Billy Zane e Brad Douriff, estrelou o terror Vlad - O Cavaleiro das Trevas (Vlad, 2003). Também atuou em Guerreiros Afegãos (Afghan Knights, 2007) e Hell Ride (2008), um filme produzido por Quentin Tarantino, que não foi bem sucedido nas bilheterias. Também esteve na minissérie Into the West (2005), produzida por Steven Spielberg.



Em 2011 ainda atuou na série italiana Il Comissario Manara, e dublou o autobot Dino em Transformers: O Lado Oculto da Lua (Transformers: Dark of the Moon, 2011), seu último trabalho como ator.

Dino em Transformers: O Lado Oculto da Lua


Atlético, Francesco Quinn praticava decatlo, esqui, snowboard, windsurf, mergulho, ciclismo, e era também um motociclista ávido. 


Mas em 05 de agosto de 2011 ele saiu para correr, próximo a sua casa. Francesco estava acompanhado de seus dois filhos e um enteado, quando sofreu um ataque cardíaco fulminante. Ele morreu com apenas 48 anos de idade.


Francesco Quinn e Anthony Quinn

Veja também: Mães e Filhas Atrizes

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil