Relembrando o breve e talentoso John Cazale

John Cazale tinha apenas 42 anos quando morreu, e em sua curta carreira cinematográfica tornou-se um dos atores mais respeitados da década de 70. O ator atuou em apenas cinco longa metragens, e todos eles concorreram ao Oscar de Melhor Filme.

John Holland Cazale nasceu em Boston, em 12 de agosto de 1935. Ele começou atuando no teatro off-Broadway, tendo como colegas de palco nomes com Sam Waterson, Meryl Streep e Al Pacino. E foi ao lado de Pacino que ele estreou no cinema, interpretando Fredo Corleone no clássico O Poderoso Chefão (The Godfather, 1972).

John Cazale e Al Pacino em O Poderoso Chefão

O filme fez muito sucesso, e a participação do ator foi aumentada na sequência, feita em 1974. Cazale contracenaria com Pacino novamente em Um Dia de Cão (Dog Day Afternoom, 1975). Por este filme, o ator foi indicado ao Globo de Ouro.


Francis Ford Coppola ainda convidaria o ator para atuar em A Conversação (The Conversation, 1974). Após o sucesso no cinema, ele retornou aos palcos, contracenando novamente com Meryl Streep, com quem namorava na época.

Tabagista inveterado, ele foi diagnosticado com câncer de pulmão em 1977. O ator até tentou fazer tratamento, mas sem sucesso. Na época, ele estava escalado para atuar em O Franco Atirador (The Deer Hunter, 1978), onde contracenava com Streep.

Os produtores queriam retirá-lo do filme, mas Meryl Streep disse que abandonaria a produção caso Cazale fosse demitido. O diretor Michael Cimino então antecipou todas as cenas do ator. Cazale conseguiu terminar o trabalho, mas faleceu em 12 de março de 1978, antes das cenas restantes serem filmadas.
Meryl Streep e John Cazale

Em 1990 Coppola utilizou imagens de arquivo de Cazale na parte final da trilogia O Poderoso Chefão III. O filme novamente foi indicado ao Oscar naquele ano.

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil