Coadjuvantes que Amamos: Kurt Kasznar

Com quase 90 créditos em sua carreira, Kurt Kasznar foi um dos atores coadjuvantes mais atuantes em Hollywood nas décadas de 50, 60 e 70. Muitos também lembram dele como o Alexander B. Fizhugh, na série clássica Terra de Gigantes (Land of Giants, 1968-1970).

Kurt Servischer nasceu na Áustria, em 13 de agosto de 1913. Sua família era judia, e seu pai abandonou a família quando ele era muito pequeno. Mais tarde ele adotaria o sobrenome de seu padrasto, Ferdinand Kaszar, que era dono de um restaurante. Foi trabalhando no estabelecimento do padrasto que ele conheceu o diretor Max Reinhardt.

Kasznar se inscreveu em um curso do diretor, e aos 11 anos de idade, conseguiu um papel no filme Der Zirkusköning (1924), o último trabalho do diretor Max Linder. Em 1931, o ator estreou nos palcos vienense.

Em 1936 ele mudou-se para os Estados Unidos, acompanhando a companhia de Max Reinhardt. E em 1937 estreou na Broadway, onde teve uma longa carreira, interrompida em 1941, quando ele teve que se alistar ao exército norte-americano.

Lutando na Segunda Guerra Mundial, Kasznar foi um dos primeiros homens a registrar a destruição de Hiroshima e Nagasaki após a explosão da bomba atômica que devastou as cidades.

Em 1950 ele fez muito sucesso na peça The Happy Time, e mais tarde repetiria o papel na versão cinematográfica, O Amor, Sempre o Amor (The Happy Time, 1952), que lhe valeu uma indicação ao Globo de Ouro.

Sua estréia em Hollywood havia acontecido um ano antes, no filme O Milagre do Quadro (The Light Tourch, 1951).

Stewart Granger e Kurt Kasznar em O Milagre do Quadro

Kasznar atuou em diversos filmes, como O Amor Nasceu em Paris (Lovely to Look At, 1952), Dá-Me Um Beijo (Kiss me Kate, 1953), Todos os Irmãos Eram Valentes (All the Brothers Were Valiant, 1953), Adeus às Armas (A Farewell to Arms, 1957), 55 Dias em Pequim (55 Days at Peking, 1963) e Cassino Royale (Idem, 1967). Mas talvez seu papel mais lembrado seja o simpático Jacquot no clássico Lili (Idem, 1953).
Kurt Kasznar e Leslie Caron em Lili

Paralelamente, continuava trabalhando na Broadway, e foi indicado ao Tony de Melhor ator Coadjuvante em 1959, por seu papel em The Sound of Music, e também fazia muitos trabalhos para a televisão.

Em 1968 ele passou a fazer parte do elenco da bem sucedida série Terra de Gigantes (Land of Giants, 1968-1970), de Irwin Allen, como um dos pequenos aventureiros espaciais.



Após a série ser cancelada, ele apareceu como ator convidado em diversas séries de televisão. Seu último trabalho foi no telefilme Suddenly, Love (1978). O ator já estava doente durante as filmagens, tendo sido diagnosticado com câncer alguns meses antes.

Kurt Kasznar morreu em 06 de agosto de 1979, seis dias antes do seu 66º aniversário. Casado em duas ocasiões, ele não teve filhos.


Veja o Antes e o Depois
do elenco de Terra de Gigantes


0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil